Mais uma farra de assaltantes de bancos na região…

Mas desta vez o tiro saiu pela culatra!
img_17261

O barulhento roubo permeado de tiros para o alto, tiros em lâmpadas, tiros em câmeras de segurança, tiros em lojas adjacentes e tiros até no quartel da polícia, aconteceu na pequena Senador Amaral, cidadezinha de pouco mais de 5 mil habitantes emancipada no final do século passado, a cerca de 70 quilômetros de Pouso Alegre. O modus operandi e até alguns dos assaltantes foram os mesmos que fizeram a farra vinte e quatro horas antes em Cambuí, a vinte quilômetros dali. Os bandidos, desta vez em número ainda maior, pareciam estar fazendo um pic-nic nas ruas da cidade. Se divertiram tanto que acabaram fazendo caca… Roubaram até farmácia, cheia se fraldas e até brinquedos infantis! Assaltantes elitizados, organizados, que buscam milhares ou milhões de reais em bancos, agem em silencio, não fazem tanto barulho, não chamam tanto a atenção… não roubam pirulitos! Numas das 12 lojas invadidas no centro de Senador Amaral, bandidos roubaram uma cela para cavalo! Noutra, uma casa lotérica roubaram centenas de “raspadinhas”. Caso uma delas esteja premiada, será o assaltante voltará à casa lotérica para buscar seu premio?
E foi o excesso de barulho, o excesso de ousadia, entre elas um assalto tão perto do outro quando a polícia nem havia ainda saído de cena, e o furto em pequenas lojas, que o tiro saiu pela culatra! As escarpas da serra da Mantiqueira ainda no estado mineiro até a cidade de Socorro no estado vizinho, passando por Pedra Bela, ficaram coalhadas de policiais civis e militares de Minas e de São Paulo, incluindo um helicóptero de Belo Horizonte, na caça aos assaltantes barulhentos.
E era dia de caçador! Depois de uma patrulha paulista trocar tiros cum um grupo de assaltantes próximo à Pedra Bela e outra patrulha mineira perseguir outro grupo próximo à Munhoz, três deles foram presos na cidade paulista de Socorro. Um deles, Luciano Mosca, nas horas vagas, quando não está desafiando a policia e aterrorizando a população das pequenas cidades com tiroteios de madrugada, é vendedor de “espetinhos” em Socorro!
Com a prisão dos três assaltantes, se a policia tiver autonomia para interroga-los, será possível desbaratar o restante da quadrilha, que pode ser responsável por pelo menos quatro dos roubos à bancos na região neste início de ano.

A capivara do “Boca da Onça” foi parar na gaiola do Hotel do Juquinha

          A pedra no sapato de todo pequeno criador de peixes na região é a sociedade… Com as lontras, capivaras e jacarés… De duas patas!!!

Geraldo "Lado" Moreira do Couto: -  Eu sou inocente... Minha mãe não pode me ver assim!

Geraldo “Lado” Moreira do Couto: – Eu sou inocente… Minha mãe não pode me ver assim!

        O lavrador João Amaro do Couto possui uma pequena fazenda de peixe no bairro Boca da Onça, em Senador Jose Bento. Ultimamente ele tem percebido que seus bagres africanos estão mais ensaboados! Tilápias, matrinchãs e tambaquis andam arredios ou fugidios…! Estariam seus obesos peixes se escondendo do frio no fundo da lagoa? Ou estariam caindo em redes alheias?

        João Amaro foi investigar e descobriu pedaços de varas, redes e vestígios de pescarias em volta da lagoa. Descobriu inclusive uma rede alheia armada possivelmente na noite anterior.

       Descobriu também que ultimamente os consumidores de peixe de Congonhal e Senador Jose Bento tem um novo fornecedor: Geraldo Moreira do Couto, seu vizinho!

       Antes de fazer qualquer acusação sem provas, o fazendeiro aquático foi conferir com os próprios olhos. Para que não ficasse sua palavra contra a do possível ‘sócio’ levou o sobrinho Juvenal e o amigo Jose Donizete com ele. E ficaram de tocaia, esperando a ‘capivara’ surgir para puxar a forquilha da arapuca!

       Eram cerca de sete e meia da noite desta quarta, 19, quando o ‘jacaré’ chegou. Era mesmo o vizinho Geraldo Moreira do Couto, 62 anos, conhecido no bairro por “Lado”.

        Quando “Lado” fez menção de entrar na lagoa Continuar lendo

Valentão da serra espanca amasia em Senador Jose Bento

        No dia seguinte ele tentou invadir a casa do patrão da moça para continuar a agressão…

         Cibeli Batista de Morais, de 27 e Marcelo Inácio Faustino, 37, juntaram os cobertores há cerca de um ano, em Senador Jose Bento. Vivem em harmonia, desde que ele não se encontre com sua segunda paixão… A ‘tonteante’ e sedutora Severina do Popote…

       Nesta terça, 23, Marcelo amarrou-se num pé de cana e como de habito, ficou violento, perdeu as estribeiras, quebrou seu guarda roupa e a janela da casa dela e desceu o borralho na companheira…

      Apesar de todo o estardalhaço, Cibeli deixou barato. Mas na quarta ele queria mais. Depois de mais umas doses da cangibrina, foi ao local de trabalho da cara-metade tentar reatar o romance… Ou acabar com ele de vez. Barrado no portão pelo patrão de Cibeli, Mauricio Chiarini, Marcelo Inácio passou a atirar pedras na casa do moço e ameaçá-lo de morte. Destra vez o caldo engrossou. Os homens da lei Continuar lendo

Blog do Airton Chips e Senador Jose Bento

Este é o 466º post do “Blog do Airton Chips”, desde sua criação em 1º de setembro de 2011. A noticia – exclusiva – do garoto que colocou fogo na mãe em Senador Jose Bento em meados de janeiro, tem sido a 3ª matéria mais visitada e mais comentada do blog. O que aliás contraria a resposta de um esclarecido cidadão bentense quando eu perguntei o que os internautas de Senador estavam achando da matéria; “Em senador ninguém sabe o que é blog, não”, respondeu ele. Mais da metade da população de Senador já leu e continua acessando.

Era só uma matéria policial envolvendo um garoto carente e problemático e sua sofrida mãe tentando ser feliz. No entanto, como é do nosso estilo juntar toda informação possível em torno do fato, buscando atrair a atenção do leitor para a matéria, abordamos fatos históricos, geográficos e políticos da simpática cidade, que como todas, tem seus problemas. Foi como atirar pedra em caixa de marimbondo. Por isso tanta gente tem lido e comentado. Como eu já disse anteriormente, que bom… Atingimos nosso objetivo

O blog é apolítico, apartidário, totalmente neutro… Tem por objetivo divulgar o fato, fomentar a discussão sadia, seria e democrática, buscando despertar o sentimento de cidadania e melhorar a qualidade de vida das pessoas.

A historia de cada um é o próprio “cada um” quem faz… O Sr. prefeito acaba de escrever mais um capitulo da sua historia pessoal e política. Eu nem estava lá…

 

Prefeito de Senador José Bento e motorista sofrem acidente

Eles voltavam de Pouso Alegre quando veículo capotou.
Segundo Flávio de Souza Pinto, chovia na hora.

Do G1 Sul de Minas

O prefeito da cidade de Senador José Bento (MG) e um motorista sofreram um acidente de carro na tarde desta quinta-feira (22), na entrada do município, na AMG-1550. Segundo informações da Polícia Militar, o motorista perdeu o controle do carro em uma curva, bateu em um barranco e capotou. Nenhum deles ficou ferido. O funcionário da prefeitura ficou no local até a retirada do veículo.

Em contato com a reportagem do G1, o prefeito Flávio de Souza Pinto disse que está bem e não precisou ser socorrido. Segundo ele, o dois voltavam de Pouso Alegre e chovia na hora do acidente. “O pneu do carro deslizou e o veículo capotou na entrada da cidade. Graças a Deus não aconteceu nada. Nós mesmos saímos e chamamos o guincho e a polícia. Não precisamos nem ir ao hospital”, disse.

No fim da tarde, o prefeito deu entrada no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre, para passar por uma avaliação médica.

Garoto põe fogo na mãe em Senador Jose Bento

        A cidadezinha de Senador José Bento, encravada ao pé da serra de Ipuiuna, volta à mídia e novamente pela porta da cozinha… na pagina policial.

       A cidade criada para homenagear um dos maiores políticos da época do império, nascido em Campanha, que fez historia a nível nacional governando Pouso Alegre e que comprara uma fazenda naquelas paragens, que mais tarde se tornaria Colonia, viraria cidade e levaria seu nome, teve recentemente seu alcaide apeado do poder por compra de votos. O novo eleito apareceu na mídia através de um B.O. da policia militar de Ipuiuna, onde fora detido com sintomas de embriaguez  e hálito etílico, depois de bater o veiculo da prefeitura. O prefeito ficou ‘brabo’, chamou a imprensa e plagiou Lula, dizendo que era tudo intriga da oposição. Meses mais tarde foi novamente preso dirigindo nas mesmas circunstâncias, em Pouso Alegre, desta vez pela policia civil. Continuou dizendo que era gente importante e inocente.

        O povo ordeiro e trabalhador de Senador Jose Bento gosta muito da cidade. Aliás, gosta de ‘visitar’ a cidade, especialmente em época de eleições. Dois mil e poucos cidadãos mantém ali seu domicilio eleitoral, mas apenas 1900 moram no município, coisa raríssima na historia do TRE. Outro dia com a interdição de um trecho da recém reformada BR 459 na serra de Ipuiuna, o transito foi desviado para o centro da cidade de Senador causando aborrecimento e polemica, pois os caminhões pesados estavam danificando as ruas e a estrada de acesso ao município, que não estavam preparadas para receber tanto peso, além de outros incômodos aos munícipes.

        A bola da vez na historia controversa da pequenina cidade, menor do que sua vizinha, Cervo da Borda, que ainda não passou de Distrito, é o garotão W.W.S.S. Ele só tem 14 anos, menos de um metro e meio de estatura e menos de 50 quilos, mas tem muito ódio no coração. No começo o ódio era apenas do padrasto Benedito Sergio Nunes, que o criou. Agora ele odeia também a mãe que o trouxe ao mundo. Odeia a ponto de mandá-la para o mármore do inferno… viva.

        Dona Maria Vanuza Sousa Nunes, 36 anos está no terceiro casamento e ainda luta para acertar. O primeiro marido morreu. O segundo, o pai do incendiário, foi embora quando ele tinha dois anos e meio. O terceiro marido veio dois anos e meio depois, mas trouxe a companhia da sedutora e ‘tonteante’ Severina do Popote. Por causa dela e das freqüentes surras que impõe à esposa, Benedito Sergio já sentiu a mão pesada de Maria da Penha e foi conhecer o Hotel do Juquinha. Jurou de pés juntos que não bebe mais. Mas o ódio do pequeno Nero pelo padrasto não secou. Há duas semanas W.W. pegou o ‘pai’ que o criou desde os 5 anos, de pauladas e não fosse a intervenção de terceiros, Vanuza teria enviuvado outra vez.

        Na segunda feira quem quase foi bater à porta de São Pedro foi sua própria mãe – que o trouxe ao mundo, amamentou-o com o colostro, trocou suas fraldas, fez bilu-bilu para ver seu sorriso, cantou “Maezinha do Céu” para embalá-lo e contou a historinha de Branca de Neve para niná-lo – que sentiu o calor do seu afeto…. e que calor!!!

       Segurando um par de pulseiras de prata nas costas, o garotinho azedo contou-me que toda sua revolta contra o padrasto se deve ao seu comportamento.

– Ele bebe muito e judia da minha mãe…

– Mas então porque você pôs fogo na sua mãe?

– Não sei… Eu não lembro de nada…

        O “Nerinho” de Senador pode não se lembrar mas Maria Vanuza não vai esquecer jamais. Na segunda feira, depois de um breve trololó, W. despejou um vidro de acetona nas costas da mãe e ateou fogo. Ela sofreu queimaduras de terceiro grau que a marcarão para sempre.

       Apesar da pouca idade, pouca estatura, pouco peso e pouco estudo o incendiário de Senador Jose Bento já possui uma bela ‘capivara’ na policia e no Conselho Tutelar da cidade. Psicólogas da escola onde ele está atrasadíssimo e do SUS acham que seu caso é psiquiátrico. Ana Beatriz Barbosa Silva arrumaria facilmente uma pagina para ele em seu consagrado “Mentes Perigosas”.

        W.W.S.S. sentou ao piano do delegado Gilson Baldassari na tarde desta terça e assinou o 121 c/ c 14 do CP. Por ter tentado matar sua mãe queimada, ele foi se hospedar por 45 dias no Hotel do Juquinha, enquanto o Conselho Tutelar de Senador Jose Bento, que a tudo acompanhou, providencia junto ao juizado da Infância e Juventude de Pouso Alegre sua internação compulsória numa clinica de tratamento, possivelmente em Itajubá.