Assaltante atira em casal de comerciantes em Cambui…

Os tiros foram disparados pelo assaltante da Honda CB 300 amarela, durante roubo à uma distribuidora de bebidas na cidade!
A pequena Cambui, no corredor entre Pouso Alegre e São Paulo, mais uma vez viveu momentos de tensão e violência. Nesta terça-feira, 21, foram dois assaltos com desfechos inusitados!

Vigilante evita roubo ao correio… sem querer!

O primeiro roubo à mão armada do dia aconteceu ao pé da fresca manhã, na agencia local dos Correios.
Ao chegar para o trabalho, o gerente foi rendido por dois guampudos armados e levado para o interior da agencia. O assalto, no entanto foi interrompido pela chegada do vigilante! Não, ele não deu tiros e nem rendeu os assaltantes! Mas, querendo ou não, ele colocou os meliantes para correr.
Ao entrar na agencia e perceber o roubo em andamento, o vigilante recuou e tentou sair correndo para buscar ajuda. Na pressa ele tropeçou e caiu ao chão, na calçada!
Com a aglomeração de pessoas que vieram socorrer o vigilante, os dois assaltantes se assustaram e desistiram do roubo! E dobraram a serra do cajuru à pé, até embarcar num Fiat Uno prata que os esperavam com o motor ligado a poucos metros dali…!

Assaltante atira no casal de comerciantes

O segundo roubo do dia na cidade que se tornou alvo preferido dos assaltantes nos últimos meses, aconteceu ao meio dia e meia.
Quando chegava ao seu estabelecimento comercial no centro de Cambui, a senhora Janete Caetano foi abordada por um assaltante, o qual tentou tomar sua bolsa com ‘tudo dentro’. Ao ver a esposa se agarrando à bolsa para evitar o roubo, seu marido, Luiz Antonio Caetano, tentou defende-la e entrou em luta corporal com o assaltante armado! O meliante então, cumpriu a ameaça implícita que todo assaltante armado faz: … mandou bala no casal de comerciantes! E fugiu, deixando marido e mulher baleados na porta da distribuidora de bebidas.
Luiz Antônio e Janete foram levados por terceiros para o hospital local. Ambos foram atingidos pelos disparos na região abdominal. Ele teve ferimento superficial e ficou em observação. O ferimento de Janete foi mais grave. Ela precisou passar por cirurgia para retirada do projétil.
Após os disparos o assaltante montou na garupa de um comparsa que esperava por ele à poucos do local do sinistro e dobrou a serra do cajuru – e talvez a Serra doa Canguava – em direção à Fernão Dias. A batata dos assaltantes da CB 30 amarela está assando!

Mais uma farra de assaltantes de bancos na região…

Mas desta vez o tiro saiu pela culatra!
img_17261

O barulhento roubo permeado de tiros para o alto, tiros em lâmpadas, tiros em câmeras de segurança, tiros em lojas adjacentes e tiros até no quartel da polícia, aconteceu na pequena Senador Amaral, cidadezinha de pouco mais de 5 mil habitantes emancipada no final do século passado, a cerca de 70 quilômetros de Pouso Alegre. O modus operandi e até alguns dos assaltantes foram os mesmos que fizeram a farra vinte e quatro horas antes em Cambuí, a vinte quilômetros dali. Os bandidos, desta vez em número ainda maior, pareciam estar fazendo um pic-nic nas ruas da cidade. Se divertiram tanto que acabaram fazendo caca… Roubaram até farmácia, cheia se fraldas e até brinquedos infantis! Assaltantes elitizados, organizados, que buscam milhares ou milhões de reais em bancos, agem em silencio, não fazem tanto barulho, não chamam tanto a atenção… não roubam pirulitos! Numas das 12 lojas invadidas no centro de Senador Amaral, bandidos roubaram uma cela para cavalo! Noutra, uma casa lotérica roubaram centenas de “raspadinhas”. Caso uma delas esteja premiada, será o assaltante voltará à casa lotérica para buscar seu premio?
E foi o excesso de barulho, o excesso de ousadia, entre elas um assalto tão perto do outro quando a polícia nem havia ainda saído de cena, e o furto em pequenas lojas, que o tiro saiu pela culatra! As escarpas da serra da Mantiqueira ainda no estado mineiro até a cidade de Socorro no estado vizinho, passando por Pedra Bela, ficaram coalhadas de policiais civis e militares de Minas e de São Paulo, incluindo um helicóptero de Belo Horizonte, na caça aos assaltantes barulhentos.
E era dia de caçador! Depois de uma patrulha paulista trocar tiros cum um grupo de assaltantes próximo à Pedra Bela e outra patrulha mineira perseguir outro grupo próximo à Munhoz, três deles foram presos na cidade paulista de Socorro. Um deles, Luciano Mosca, nas horas vagas, quando não está desafiando a policia e aterrorizando a população das pequenas cidades com tiroteios de madrugada, é vendedor de “espetinhos” em Socorro!
Com a prisão dos três assaltantes, se a policia tiver autonomia para interroga-los, será possível desbaratar o restante da quadrilha, que pode ser responsável por pelo menos quatro dos roubos à bancos na região neste início de ano.

Meninos que vi crescer… Entre os ‘adultos’ de Pouso Alegre!

Airton Chips e seu "Meninos..." e Maristela Saponara Correa, Secretaria da Academia Pousoalegrense de Letras e autora do livro "Teatro Municipal de Pouso Alegre".

Airton Chips e seu “Meninos…”, e Maristela Saponara Corrêa, secretaria da Academia Pousoalegrense de Letras e autora do livro “Teatro Municipal de Pouso Alegre”.

Na ultima de outubro, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Pouso Alegre, em parceria com a Biblioteca Municipal Prisciliana Duarte de Almeida, realizou uma exposição de livros no saguão da Biblioteca Municipal, na Praça Senador Jose Bento. O objetivo do evento era, além de comemorar a Semana Nacional do Livro, expor as obras e homenagear os autores pousoalegrenses. Cerca de 100 livros de 89 autores radicados em Pouso Alegre foram expostos.

O livro de crônicas policiais “Meninos que vi crescer”, de autoria deste blogueiro, esteve em exposição.

Ver meu “Meninos…” entre as obras de Amadeu de Queiroz, João Beraldo, Jorge Beltrão, Octavio Miranda Gouveia e outros conterrâneos ilustres deixou-me ligeiramente garboso e motivado a lançar o segundo volume!

livro  Meninos que vi crescer, livro robusto com 50 crônicas policiais vivenciadas pelo autor na cidade de Pouso Alegre e região, contadas ao longo de 469 paginas, já está à venda nas livrarias e bancas de revistas de Pouso Alegre e através do site “meninosquevicrescer.com.br”. No entanto, o lançamento formal da obra será feito no inicio do ano que vem, em parceria com a Academia Pousoalegrense de Letras!

 

100 quilos de maconha, crack e pasta base de cocaína

AAA Droga Operação numeros 13A prisão dos 13 membros da quadrilha especializada no tráfico de drogas, ao pé da manha desta quinta, 29, foi o coroamento das investigações. Ao longo dos últimos seis meses outros 13 integrantes da quadrilha já haviam sido presos preventivamente ou em flagrante, como mulas, trazendo drogas do Estado de São Paulo para o Sul de Minas. Foram pacotes e mais pacotes pardos contendo maconha, crack e principalmente pasta base de cocaína, escondidos nas partes mais recônditas de veículos… E outros solenemente trazidos em inocentes mochilas nas costas de mulas que se achavam acima de qualquer suspeita! Os cerca de cem quilos de drogas diversas representam para a quadrilha um prejuízo médio de meio milhão de reais nos últimos seis meses, além, é claro, das despesas com causídicos para espernear na justiça jurando inocência!

AAA Viaturas    As investigações que culminaram com o desbaratamento da quadrilha interestadual de trafico de drogas, foi acompanhada pelo Homem da Capa Preta e pelo zeloso RMP da Comarca de Cambui.

Além da expressiva quantidade drogas, foram apreendidos também registros contábeis da quadrilha, balanças de precisão, petrechos comumente usado para embalar drogas e veículos usados nos crimes.

O resultado da operação batizada de “Numeros 13”, uma alusão bíblica, retirando 27 meliantes de circulação, vem dar um pouco de credibilidade à Policia Civil Mineira, umas das mais eficientes – e das mais desprestigiadas – do país, cujo efetivo atualmente é inferior ao de 35 anos atrás.

 

Vagner Tatuador... Chefe da quadrilha no Sul de Minas!

Vagner Tatuador… Chefe da quadrilha no Sul de Minas!

Além dos treze traficantes presos nesta quinta, já haviam sido presos preventivamente ou em flagrante os seguintes integrantes da quadrilha interestadual:

Leandro Jeferson da Silva Pereira, Davi Cursino Roberto, Davi Elis Souza dos Santos, Caroline Marques da Silva, Joniel Salvador, Pedro Henrique do Carmo Machado, Maria Auxiliadora dos Santos, Rogerio do Nascimento, Karine Chaves Ferreira, Marcos Getulio de Oliveira Moraes, Leandro Leite Mendes da Silva, Gustavo Silva Certo e Gilberto Rodrigues dos Santos. Alguns estão recolhidos em cadeias da região, e outros em presídios paulistas!  E ainda tem gente com as barbas de molho…!

Policia Civil sacode Cambui

 

As cinco garotas - que curiosamente ja conheciam o repórter policial! - não quiseram posar para os leitores!

As cinco garotas – que curiosamente ja conheciam o repórter policial! – não quiseram posar para os leitores!

Detetives de Pouso Alegre e das demais cidades que compõem o 17º Departamento de Policia Civil do Estado, levantaram mais cedo nesta quinta, 29…. Para mais uma tradicional ‘Operação café da manha’ com meliantes! A operação batizada de “Numeros 13” visava cumprir mandados de prisão na vizinha Cambui, onde o trafico de drogas ultimamente vinha nadando de braçadas! Usando o tradicional traje preto, mais de 40 detetives comandados pelos delegados Victor, Renato e Rodrigo se misturaram à penumbra da madrugada e saíram batendo de porta em porta… Depois de cerca a casa, naturalmente!

A operação realizada na surdina rendeu 13 prisões, pequenas porções de droga e dois veículos. Além de dezenas de celulares e cadernetas de controle de trafico. Oito homens e cinco mulheres receberam as pulseiras de prata. Muitos deles foram surpreendidos ainda nos braços de Morfeu!

As prisões preventivas foram autorizadas pelo homem da Capa Preta da Comarca de Cambui. Mais precisamente pela ‘mulher da capa preta’, Patrícia Vialli Nicollini, com base nas investigações da Policia Civil.

 

Hoje o Taxi não deu conta... Foi preciso uma Van!

Hoje o Taxi não deu conta… Foi preciso uma Van!

Ao todo eram 27 mandados de prisão preventiva por trafico de drogas. Catorze dos investigados já estavam presos em cadeias da região.

Daniel Alves da Cunha, 38, foi preso em Senador Amaral; Willian da Silva Barbosa, 21, com residência em Cambui, foi preso no Bairro Roseira em Extrema. Os demais foram receberam as pulseiras de prata em suas residências. A maioria no Bairro Santa Edwiges, o velho Aterrado de Cambui!

Confira a relação dos presos na Operação “Números 13”!

 

 

Vagner Alves de Souza, 22 .

Rogerio Álvaro Rodrigues, 32

Messias Camilo Padilha, 49

Israel Robert Lopes de Paulo, 34,

Danrley Barbosa Costa, 20

Gabriel Henrique da Rosa, 18

John Jefter Siqueira da Rosa, 21,

Daniel Alves da Cunha, 38.

 

Miriam Caroline dos Santos, 21,

Barbara Vaz, 31

Jaqueline Andressa da Silva, 29,

Claudia Emilia Lopes, 23,

Karina Maria da Silva Trindade, 20

DSC06280Os treze presos na “Operação Numero 13” seguiram no final da manhã desta quinta no Taxi do Magaiver para o Hotel do Juquinha!

O detalhe mais interessante nessa historia, é que nenhuma das cinco mulheres tinham passagem pela policia até então. Elas foram presas por que, de acordo com as investigações encetadas pela PC, estavam morando ou namorando com traficantes e consequentemente participando dos seus crimes…!

Plantando maconha com farinha na beira do rio

Jorginho:  - Essa é pouca... Vou buscar mais em São Paulo segunda feira!

Jorginho:
– Essa é pouca… Vou buscar mais em São Paulo segunda feira!

A informação sobre o traficante e seu oficio chegou aos policiais de Cambui através de amigos ocultos da lei.  Segundo a caguetagem, Jorginho havia trazido de São Paulo boa quantidade de drogas na sexta feira, e enterrado a mer… cadoria num matagal perto da ponte do bairro Meia Legua, no município vizinho de Córrego do Bom Jesus. No final de semana ele estaria distribuindo a droga à pequenas biqueiras da cidade de Cambui.

Jorge Luiz de Almeida Pinto Daher, o Jorginho, foi abordado pelos homens da lei nas imediações da garage da prefeitura de Cambuí no final da tarde de sábado,10. No interior do seu VW Gol bege, os policiais encontraram balança de precisão, rolos de fita e plásticos comumente usados para pesar e embalar drogas, além do indefectível perfume da erva!

Pego com os indícios da traficância no carro, Jorginho não conseguiu tapar o sol com a peneira…! Depois de um tete-a-tete com os policiais, o traficante os levou ao local onde havia ‘plantado’ a droga! Na beira do rio, dentro de um barril de plástico amarelo enterrado havia dez tijolinhos de maconha e cerca de um quilo de pasta base de cocaína. Jorginho não se fez de rogado…

– Essa é pouco! Na segunda feira eu iria à São Paulo buscar mais… – disse com sarcasmo.

Na Delegacia Regional de Pouso Alegre, no entanto, Jorginho preferiu o silencio. E mudo como a droga que estava enterrada na beira do rio, assinou o 33.

Jorge Luiz de Almeida Pinto Dhaer, o Jorginho, 24 é figurinha fácil no álbum da policia de Cambui. Ano passado ele já havia assinado o 306 e o 309 do CTB. No dia 4 de junho assinou seu primeiro 33 na vizinha Itapeva. Deixou o Hotel de Contribuinte de Extrema no dia 30 de setembro… Voltou pra lá menos de duas semanas depois!

 

PM prende mula com 3 quilos e meio de maconha

Eduardo Gonçalves ja é cliente do Hotel do Juquinha... Ele estava em linberdade condicional..!

Eduardo Gonçalves do Nascimento ja é cliente do Hotel do Juquinha… Ele estava em liberdade condicional!

Passavam os homens da lei pelo bairro Vale do Sol, na pequenina Cambui, quando avistaram uma motocicleta Honda preta sendo conduzida pelo meliante conhecido no meio policial pela alcunha de “Fubá” e resolveram abordá-lo.

Ao receber o sinal de parada, Fubá, que levava um sujeito com uma mochila nas costas, derreteu… e tentou dobrar a serra do cajuru. Conseguiu percorrer alguns quarteirões mas acabou dando o braço a torcer! O braço, não! Na verdade Fubá deu o garupa a torcer!

O livro de crônicas policiais “Meninos que vi crescer”, do escritor Airton Chips, encontra-se em todas as livrarias, bancas de jornais e revistas e postos de vendas alternativas em Pouso Alegre e região por R$29,90.

Quando parou a moto na frente dos policiais e o garupeiro saltou, Fubá fez uma manobra brusca e desta vez derreteu mesmo, na direção contraria. Os policiais ficaram só com o cabo do guarda chuva na mão! Quero dizer, com o garupeiro e a mochila preta com três quilos e meio de maconha na mão!

 

A droga do mula de Cambui. Esta foi a terceira apreensão expressiva de droga feitas pelas policia  na cidade!

A droga do mula de Cambui. Esta foi a terceira apreensão expressiva de droga feita pelas policias civil, PRF e militar na cidade em pouco mais de uma semana!

 

Abandonado por “Fubá” na rua da amargura, na frente dos leões, Eduardo Gonçalves do Nascimento, 28 morador de São Paulo, nem tentou tapar o sol com a peneira.

– A droga é minha mesmo… Eu trouxe de São Paulo ontem à noite… Eu ia ganhar R$ 500 fazer a entrega a um sujeito desconhecido aqui em Cambuí! – admitiu ele.

E sentou ao piano do paladino da lei, assinou o 33 e foi se hospedar no velho Hotel de Extrema!

Policia Civil prende mula com um quilo e meio de pasta base de cocaína!

A mulinha Caroline transportava uma carga pequena e cara!

A mulinha Caroline transportava uma carga pequena… e cara!

A informação, como sempre chegou até a policia civil de Cambui através de amigos ocultos da lei! O informante, – que pode ser um usuário recuperado, um nóia vingativo que foi ameaçado por não pagar sua divida, um concorrente no ramo, ou um simples cidadão de peito e coragem que sabia do transporte da droga, ou até mesmo um parente querendo  castigar a mula, – contou com detalhes aos policiais quando a droga chegaria e quem era a mula que trazia a valiosa carga! E lá foram os policiais para o terminal rodoviário da cidade para dar as boas-vindas a jovem mulinha!

Quando Caroline Marques da Silva pisou na plataforma de desembarque, não recebeu sorrisos e abraços! Mas viu estampada no rosto dos policiais civis a satisfação do sucesso da operação… E recebeu as pulseiras de prata da lei. A mochila de Caroline trazia um ‘tijolo’ e um ‘queijo’, hermeticamente embalados contendo um quilo e meio de pasta base de cocaína! Misturada a pó de gesso, farinha de trigo, cal, cimento, querosene, acido sulfúrico, acetona, amônia, soda caustica e outras m… daria vários quilos de farinha do capeta e pedra bege fedorenta cuja venda no varejo daria perto de 100 mil reais.

Ser interceptado na estrada ou esperado na rodoviária trazendo drogas, não é privilegio da mula Caroline… Mas ela pode se sentir lisonjeada! Ela é primeira na região a ser esperada na rodoviária por dois delegados de policia! Quando Caroline desceu do bondão em Cambui, além dos detetives, lá estavam os dois jovens e dinâmicos delegados da comarca, Victor Meinão e Renato Wisniewski, para conduzi-la com toda segurança à delegacia regional de policia de Pouso Alegre.

Droga da Caroline Informalmente e em depoimento Caroline contou apenas o trivial, que não compromete mais ninguém…

– Eu fui buscar no terminal Tietê, em São Paulo. Lá recebi uma mensagem no celular e esperei perto de uma padaria… Não conheço o sujeito. Aqui eu ia receber R$ 1 mil quando entregasse a droga… A não sei quem! – disse ela sem mais delongas.

Mas Caroline, 21, está longe de ser marinheira de primeira viagem! Ela assinou seu primeiro 33 em abril de 2014. Saiu do Hotel do Juquinha no dia 1º de abril deste ano… Para voltar seis meses depois!

 

Assaltante esquece documentos no carro da vitima

 

Lindomar...

Lindomar…

A noite de terça, 01, era ainda um bebezinho de olhos cor de mel, dormindo angelicalmente no bercinho branco coberto com véu protetor de mosquitos, de com renda azul, quando um moço alto, claro e magricela usando calça e camisa social se abaixou na janela do taxi do Sr. Toninho na rodoviária de Cambui e solicitou uma ‘corrida’ até a vizinha Itapeva, há menos de 30 km dali.

O viajante, no entanto parecia absorto, indeciso… Parecia que estava ‘viajando’! Depois de se acomodar no banco do carro ele mudou o destino! Pediu para ser levado à vizinha leste, Córrego do Bom Jesus, a seis quilômetros de Cambui! Lá chegando deu uma volta na praça parecendo um cachorro caído de mudança e pediu para voltar para Cambui!

De volta ao ponto de partida, perguntou ao taxista se ele tinha troco para cinquenta reais. Ao ver o taxista manuseando o dim-dim para devolver troco, o viajante que ‘viajava’ pulou sobre o taxista e tentou tomar-lhe o dim dim na marra!

‘Seu’ Toninho, apesar das 69 primaveras, não entregou o ouro ao bandido… Lutou com ele e conseguiu escapar, mas ficou sem uma nota de R$50!

Depois de fugir das garras do assaltante, o taxista percebeu que ele havia deixado no carro uma pasta verde. Ao abrir a pasta deixada pelo assaltante, encontrou os documentos pessoais, tais como CNH, titulo de eleitor, fotografia 3×4 e até conta de luz com o endereço do assaltante na cidade de Itapeva! Ele era Lindomar Macedo!

 

Lindomarzinho...!

Lindomarzinho…!

Ao tomar conhecimento do roubo e apreender os documentos, os policiais militares de Cambui, Córrego e Itapeva saíram na sombra do assaltante. Horas depois, trafegando pela Rodovia Fernão Dias avistaram Lindomar ainda mais perdido do que cachorro caído de mudança voltando para Itapeva, à pé. Ao avistar a ‘arvore de natal ambulante’ o Lindomar passou sebo nas canelas e voou no mato à margem da rodovia! No entanto já era tarde. Com os homens da lei fungando no seu cangote ele logo tropeçou e caiu nos braços lei.

Ao sentar ao pino do delegado de plantão na Regional de Pouso Alegre Lindomar Macedo, 25 anos, morador da pequenina Itapeva, já não levava mais a ‘onça pintada’ do taxista Toninho…

– Eu comprei 6 pedras de crack e fumei…! – Disse Lindomar, sem medo de fazer feiura!

Ele assinou um 157 e no final da tarde desta quinta pegou o Taxi do Robertão para o velho Hotel de Extrema!

Necessário salientar que Lindomar, o assaltante trapalhão de Cambui, não era assaltante até no pé da noite de terça feira. Ele ingressou definitivamente no mundo do crime em busca dim-dim para satisfazer o vicio da droga! E foi pouco. Para aplacar a fissura, tem nóia que vai muito mais fundo na dignidade humana!

Carioca da Bahia caiu em Cambui…!

Carioca da Bahia estava fora de cena desde 2011...

Carioca da Bahia estava fora de cena desde 2011…

Uma e meia da madrugada fria do dia 21 de agosto. Apenas alguns gatos pingados perambulam pela Avenida Benedito Delfino Machado, no bairro São Judas Tadeu, em Cambuí. Entre eles o ocupante de um veiculo Fiat Tipo preto ano 93. Ao ver a barca dos homens da lei se aproximando o motorista do Tipo nem pensa em fazer tipo… Engata primeira, segunda, terceira e em menos de um minuto está em disparada pelas ruas da pacata cidade. No minuto seguinte, com os homens da lei fungando no seu cangote, a cidade fica pequena e o Tipo pega a estrada de terra. Não tarda ela também fica pequena e as cercas de arame farpado entram na sua frente! Mas isso não o impede de continuar a fuga! Agora à pé!

Segundo um dos policiais que perseguia o fujão, ele passou cruzamentos em desníveis em lata velocidade, chegando a ficar por alguns segundos sem contato com a via, depois soltando faísca no contado do assoalho com o chão, deixando para trás um rastro de óleo do carter quebrado. Já no mato o fujão parecia ‘noiado’…! Corria a esmo no escuro levando até cerca de arame farpado no peito até tropeçar num tronco de arvore e estatelar-se no chão em meio ao barro e vegetação…!

Quando finalmente recebeu as pulseiras de prata da lei, o fujão disse chamar-se Ednaldo Gonçalves dos Santos, natural der Itapé-BA, nascido em 06-03-73… O motivo da fuga alucinada, segundo ele eram as irregularidades com o carro, além do suco de gerereba que havia consumido…

– Eu tomei três dozes de conhaque, sargento, e o carro está sem licenciamento – explicou “Ednaldinho” com as pernas bambas, os olhos vermelhos, a fala enrolada e o terrível bafo de jiboia!

Mas seria só por isso que Ednaldinho quase destruiu o velho Fiat Tipo preto e a própria vida na tentativa de escapar das malhas da lei?

Na delegacia regional de Pouso Alegre para onde foi levado para assinar o 306 e quatro multas administrativas, os policiais começaram duvidar de sua identificação! Não demorou muito Ednaldo Gonçalves dos Santos, nascido em 73, virou Ednaldo “Carmo” dos Santos, nascido 75!

Ednaldo Carmo dos Santos, 40 anos, o Carioca que nasceu em Itapé na Bahia, entrou para o álbum da policia de Pouso Alegre no século passado. Teve seu primeiro contato com o crime quando o trafico de droga ainda era regido pela charmosa Lei 6368. O crack, a droga que mata aos poucos, ainda estava engatinhando! Em 2010, condenado a 11 anos e meio de cana por trafico e roubo à mão armada, aproveitou a liberdade condicional para sumir do mapa.

Sumiu do mapa, mas não saiu de cena… do crime!

A ultima aparição de Carioca da Bahia em publico foi no dia 16 de novembro de 2011. https://airtonchips.com/2011/12/16/carioca-vaza-mas-deixa-9-quilos-de-drogas-nas-maos-da-pm/. Ele estava chegando em casa no Cidade Jardim com uma mochila recheada de maconha quando os homens da lei surgiram na esquina. Carioca preferiu abandonar a valiosa carga da mochila para salvar a pele! Passou sebo nas canelas e dobrou a serra do cajuru. Minutos depois a PM apreendeu o restante da droga na sua casa. Carioca da Bahia ficou sem a droga, mas continuou em liberdade!

Droga abandonada por Carioca  no Cidade Jardim em 2011...!

Droga abandonada por Carioca no Cidade Jardim em 2011…!

Segundo os detetives da PC, a droga que Cariosa deixou para trás havia chegado pra ele da capital paulista três dias antes, através do mula João Balaio. Seis semanas e meia depois, no dia 30 de dezembro, o mula João Balaio recebeu uma saraivada de balas perto de sua casa e partiu para o andar de baixo! Os mesmos detetives que  há tempos andam na cola de Carioca da Bahia, são capazes de jurar de pés juntos que João Balaio morreu por conta da droga do Carioca, cuja existência só ele sabia!

Ednaldo “Carioca” Carmo dos Santos, 40 anos, deve ainda parte dos 11 anos e meio de cana que deixou de pagar quando fugiu em 2010. Deve também a cana pelos nove quilos de maconha, crack e cocaína que deixou nos braços da PM no dia 16 de novembro de 2011! E pode assinar também o 121 do João Balaio!

Por ora ele está se refazendo dos tropeços e arranhões da frustrada fuga da PM na madrugada da ultima sexta, 21… No majestoso Hotel do Juquinha!