Namorado virtual furta namorada na Fernão Dias

Eles se conheceram através da internet e marcaram encontro pelo WhatsApp, mas…

Quando a garota percebeu a manobra do seu namorado caminhoneiro, ele já estava dobrando a Serra do Canguava…

No meio da madrugada desta terça- feira, 22, a policia militar foi chamada ao Posto Dom Pedro, na Fernão Dias para registrar um BO com histórico um pouco diferente! Segundo a vitima, ela teria sido furtada pelo namorado, um caminhoneiro que conheceu pela Internet!
A.F.S.A., 18 anos, moradora do Cidade Jardim, contou que marcou encontro com o Dom Juan pelo Whatsapp e se encontraram perto do Posto Fernandão. Dali foram… ‘fazer o que um homem e uma mulher fazem entre quatro paredes’… ou na boleia de um caminhão!
Segundo ela, o ‘programa’ foi combinado por R$ 1 mil! Após o ‘bembom’, que não ficou claro onde foi que rolou, foram para o Posto Dom Pedro fazer a higiene pessoal. Lá chegando, desceram do caminhão e cada um foi para o respectivo vestiário.
Ao sair do banheiro do posto, A.F. ficou esperando o namorado sair também para lhe pagar os mil reais e trazê-la de volta ao Fernandão. E a jovem esperou, esperou, esperou, esperou… Até que suas pernas começaram criar teias de aranha! Depois de mais de vinte minutos de espera ela perguntou a um segurança se ele havia visto um sujeito moreno alto, bonito e sensual, de olhos azuis e cicatriz de dragão no braço direito, saindo do banheiro…
– Vi sim, – respondeu o segurança do local – ele saiu do banheiro faz uns vinte cinco minutos e entrou num caminhão branco lá atrás.
A esta hora o caminhoneiro de olhos azuis e cicatriz de dragão no braço já estava subindo a Serra do Canguava, pra adiante de Cambui…! Sem pagar a conta de mil reais pelo programa com a namorada nada virtual…!
Mas o prejuízo da garota não ficou só nisso.
Ao descer do caminhão do “Dom Juan da estrada”, ela deixou sua mochila na cabine! No interior da mochila havia, além de roupas, documentos pessoais e cartões bancários, R$ 150 reais!
Além de iludir a ‘pobre’ jovem com promessas de amor eterno, e não pagar pelo ‘programa’ de mil reais, o caminhoneiro ainda levou seu suado dinheirinho!
Dentre as tantas estórias deste gênero contadas aqui no blog, em que as mademoiselles sobem na boléia e dão o tombo no caçador, desta vez a ‘ingênua’ mocinha caiu da boléia!

Anúncios

Execução em Bom Repouso

Antes de atirar no desafeto, o assassino parou num barzinho próximo para beber uma dose de ‘suco de gerereba’!

O funesto crime aconteceu ao pé da noite desta segunda, 14, no interior de um boteco no bairro Nossa Senhora do Rosario, também conhecido por “Cuba”, zona rural de Bom Repouso. Passava pouco de sete da noite quando o sujeito alto, magro saltou da garupa da moto, entrou no bar do João Carlos, apontou os trabucos para Jiovani José Moreira, que estava ao lado do amigo Edmilsom Aparecido, fez uma pergunta e sem esperar resposta puxou o gatilho. Ao ver a morte pelos canos dos trabucos, Jiovani virou nos calcanhares e tentou correr para os fundos do bar. Não teve chance! Dois tiros fatais atingiram suas costas. Um terceiro já havia acertado o punho esquerdo.
Sem tirar o capacete branco da cabeça, pela mesma porta que entrou o assassino saiu, montou na garupa da moto do comparsa que o esperava com o motor ligado, e dobraram a serra do cajuru.
Uma testemunha contou aos policiais, que minutos antes dos tiros, um sujeito entrou no bar vizinho, tirou o capacete branco da cabeça, pediu uma dose de cachaça, sorveu o liquido estonteante, pagou e foi embora. Enquanto sorvia o suco de gerereba, o motoqueiro atendeu o celular e travou um curto dialogo, onde teria dito:
– “ Estou chegando para ‘passar’ ele”
Ainda segundo a mesma testemunha, o moço do capacete branco, o qual tomou a dose de suco de gerereba, talvez para criar coragem, é Mateus Expedito Damião Garcia, morador de Bom Repouso, o mesmo que entrou no bar do João Carlos e atirou no jovem Jiovani.
Tão logo recebeu tais informações a policia militar procurou Mateus Espedito. Procurou na sua casa, na casa do seu pai, na casa da sua mãe, e em todos os bairros do município, mas não o encontrou.
Jiovani Jose Moreira tinha 21 anos. Há pelo menos uma denúncia de envolvimento com drogas contra ele. No entanto, nunca foi preso. Até o momento a policia não sabe dizer o que motivou o crime. Mas sabe que o assassino queria ter certeza de que cumpriria a ‘missão’, pois no momento do crime ele portava dois revolveres e apontou ambos para a vítima!
Mateus Espedito Damião Garcia é figurinha fácil no álbum da policia de Bom Repouso e região, por trafico de drogas e outros crimes. Sua ultima prisão, por ordem da ‘Mulher’ da Capa Preta de Cambuí, aconteceu em junho do ano passado, mas ficou poucos meses vendo o sol nascer quadrado. Como não conseguirá tapar o sol com a peneira, nos próximos dias ele deverá se apresentar à Policia e confessar o crime, ou… apresentar seu álibi!

Terror na Serra da Mantiqueira

Quadrilha explode banco, agencia dos Correios e espalha o terror em Bom Repouso.

Desta vez o bom repouso foi perturbado pelos tiros e bombas dos bandidos…!

O sinistro aconteceu no meio da madrugada desta terça-feira, 08, na pequenina Bom Repouso, nas escarpas da Serra da Mantiqueira, a 50 quilômetros de Pouso Alegre. Mais de dez assaltantes distribuíram tiros e bombas no centro da cidade buscando amedrontar a população e inibir a ação da policia. O pequeno efetivo da policia militar na cidade ficou sitiado, sem poder sair do quartel. A ação dos bandidos foi parecida com as últimas ocorridas nas vizinhas Cambui e Senador Amaral, no ano passado. Na ocasião boa parte da quadrilha, composta de meliantes da redondeza, foi presa na cidade de Socorro-SP, a poucos quilômetros dali.
Neste momento a policia está na região serrana perseguindo os assaltantes e ainda não tem um balanço dos estragos causados pela quadrilha na agencia do Sicoob, Correios e residências próximas que foram atingidas pelos tiros.

Cachorrada em Cambui

Estudante comprou cachorro de raça, pela internet, por R$2,7 mil… e ficou só com a coleira na mão!

Semana passada a jovem estudante M.M.O., 22, moradora de Cambui, encontrou o cachorro dos seus sonhos… Um “Spitz Alemão”! e resolveu compra-lo. O preço do latildo: R$2.712,00! Mas isso não é problema quando se quer um bichinho de estimação. O enrosco é que o cão é de um criadouro da cidade de Agudos-SP. E para garantir o negócio, a estudante teria que depositar um ‘sinal’ de R$500. Mesmo sem ouvir ao vivo e a cores o latido do Totó, ainda assim, na sexta-feira, 16, M.M. depositou o sinal.
Toda a negociação foi feita virtualmente, através de e-mails e celulares. Tão logo pagou os quinhentos reais de sinal… o cachorro parou de latir, quero, dizer: o vendedor não respondeu mais seus e-mails e nem suas chamadas!

No sábado, através de uma amiga, a jovem M.M. ficou sabendo que o endereço do canil na cidade de Agudos – cidade na qual se produz a melhor cerveja Brahma do Brasil -, não existe! E a estudante que pagou R$ 500 apenas de sinal para ter um fofinho Spitz Alemão, ficou só com a coleira na mão…
Que cachorrada!!!

Sequestro em Cambui

Mae desesperada paga mil reais pelo resgate da filha. O dinheiro foi sacado numa agencia na Baixada Fluminense… Só que a filha nunca foi sequestrada!

O golpe do falso sequestro é quase tão velho quantos essas cédulas… Mas tem gente que ainda cai!

O telefonema que fez dona Maria arrancar os cabelos foi recebido no início da tarde desta quarta-feira na cidade de Cambui, a 54 quilômetros de Pouso Alegre e 140 de São Paulo. Ao dizer ‘alô’, pois não, a dona de casa ouviu uma voz tenebrosa que dizia…
– Acabamos de sequestrar sua filha… Se quiser ver a cara dela de novo, você vai ter que pagar dez mil reais de resgate. Anote aí o numero da conta. E não desligue o telefone!!!
Antes que dona Maria emparelhasse ‘tico & teco’ e processasse o que acabara de ouvir, do fundo do telefone veio uma voz feminina em prantos…
– Mãe, pelo amor de Deus, eles vão me matar, mãe!
Ao ouvir a voz afogada em prantos, dona Maria só pensou numa coisa: não tinha R$10 mil para pagar o resgate!
Mas o sequestrador era muito bonzinho! Aliás, deve ser turco, ou daquela região ali do Oriente Médio, que aceita pechincha e faz qualquer abatimento para não perder o negócio. Por isso acabou deixando o pagamento do resgate por R$ 1 mil.
O deposito foi feito numa casa lotérica da cidade de Cambui, pelo filho de dona Maria. Pago o resgate, dona Maria desligou o celular e ligou para a filha… E descobriu que ela estava bela e formosa, feliz contente cuidando da vida em plena liberdade.
Com os olhos faiscando de raiva do vigarista, dona Maria mandou o filho de volta ao banco para desfazer o deposito! Mas já era tarde. Os mil reais haviam sido sacados numa agencia de São João do Meriti, na Baixada Fluminense!
Como policial e jornalista, contando casos como esse aqui no blog e na Super Radio 90.9 FM quase toda semana, eu poderia dar mil dicas de como evitar que as pessoas caiam nesse golpe. Pois bem, vou dar uma dica bem contundente, que qualquer pessoa pode argumentar com o suposto sequestrador que ele vai acreditar numa boa…
– Quando você receber uma ligação dessas no seu celular, diga ao sequestrador que você está com tanto medo que teve uma súbita dor de barriga, e que precisa ir correndo ao banheiro! E peça para o sequestrador retornar a ligação dentro de dois ou três minutos! Neste interim, ligue para sua filha… e irá descobrir que ela está bela e formosa cuidando da sua rotina, em plena liberdade!
E se por acaso o sequestrador voltar a ligar pra voce, pergunte qual das filhas ele sequestrou, pois você tem 17 filhas espalhadas brasil afora! Ou então diga que ele se enganou, pois você não tem filhos! Mas se estiver sem tempo para gastar os créditos do vigarista, pergunte simplesmente, curto e grosso:
-Sr. Sequestrador, você já catou coquinhos hoje…!

Assaltante atira em casal de comerciantes em Cambui…

Os tiros foram disparados pelo assaltante da Honda CB 300 amarela, durante roubo à uma distribuidora de bebidas na cidade!
A pequena Cambui, no corredor entre Pouso Alegre e São Paulo, mais uma vez viveu momentos de tensão e violência. Nesta terça-feira, 21, foram dois assaltos com desfechos inusitados!

Vigilante evita roubo ao correio… sem querer!

O primeiro roubo à mão armada do dia aconteceu ao pé da fresca manhã, na agencia local dos Correios.
Ao chegar para o trabalho, o gerente foi rendido por dois guampudos armados e levado para o interior da agencia. O assalto, no entanto foi interrompido pela chegada do vigilante! Não, ele não deu tiros e nem rendeu os assaltantes! Mas, querendo ou não, ele colocou os meliantes para correr.
Ao entrar na agencia e perceber o roubo em andamento, o vigilante recuou e tentou sair correndo para buscar ajuda. Na pressa ele tropeçou e caiu ao chão, na calçada!
Com a aglomeração de pessoas que vieram socorrer o vigilante, os dois assaltantes se assustaram e desistiram do roubo! E dobraram a serra do cajuru à pé, até embarcar num Fiat Uno prata que os esperavam com o motor ligado a poucos metros dali…!

Assaltante atira no casal de comerciantes

O segundo roubo do dia na cidade que se tornou alvo preferido dos assaltantes nos últimos meses, aconteceu ao meio dia e meia.
Quando chegava ao seu estabelecimento comercial no centro de Cambui, a senhora Janete Caetano foi abordada por um assaltante, o qual tentou tomar sua bolsa com ‘tudo dentro’. Ao ver a esposa se agarrando à bolsa para evitar o roubo, seu marido, Luiz Antonio Caetano, tentou defende-la e entrou em luta corporal com o assaltante armado! O meliante então, cumpriu a ameaça implícita que todo assaltante armado faz: … mandou bala no casal de comerciantes! E fugiu, deixando marido e mulher baleados na porta da distribuidora de bebidas.
Luiz Antônio e Janete foram levados por terceiros para o hospital local. Ambos foram atingidos pelos disparos na região abdominal. Ele teve ferimento superficial e ficou em observação. O ferimento de Janete foi mais grave. Ela precisou passar por cirurgia para retirada do projétil.
Após os disparos o assaltante montou na garupa de um comparsa que esperava por ele à poucos do local do sinistro e dobrou a serra do cajuru – e talvez a Serra doa Canguava – em direção à Fernão Dias. A batata dos assaltantes da CB 30 amarela está assando!

Mais uma farra de assaltantes de bancos na região…

Mas desta vez o tiro saiu pela culatra!
img_17261

O barulhento roubo permeado de tiros para o alto, tiros em lâmpadas, tiros em câmeras de segurança, tiros em lojas adjacentes e tiros até no quartel da polícia, aconteceu na pequena Senador Amaral, cidadezinha de pouco mais de 5 mil habitantes emancipada no final do século passado, a cerca de 70 quilômetros de Pouso Alegre. O modus operandi e até alguns dos assaltantes foram os mesmos que fizeram a farra vinte e quatro horas antes em Cambuí, a vinte quilômetros dali. Os bandidos, desta vez em número ainda maior, pareciam estar fazendo um pic-nic nas ruas da cidade. Se divertiram tanto que acabaram fazendo caca… Roubaram até farmácia, cheia se fraldas e até brinquedos infantis! Assaltantes elitizados, organizados, que buscam milhares ou milhões de reais em bancos, agem em silencio, não fazem tanto barulho, não chamam tanto a atenção… não roubam pirulitos! Numas das 12 lojas invadidas no centro de Senador Amaral, bandidos roubaram uma cela para cavalo! Noutra, uma casa lotérica roubaram centenas de “raspadinhas”. Caso uma delas esteja premiada, será o assaltante voltará à casa lotérica para buscar seu premio?
E foi o excesso de barulho, o excesso de ousadia, entre elas um assalto tão perto do outro quando a polícia nem havia ainda saído de cena, e o furto em pequenas lojas, que o tiro saiu pela culatra! As escarpas da serra da Mantiqueira ainda no estado mineiro até a cidade de Socorro no estado vizinho, passando por Pedra Bela, ficaram coalhadas de policiais civis e militares de Minas e de São Paulo, incluindo um helicóptero de Belo Horizonte, na caça aos assaltantes barulhentos.
E era dia de caçador! Depois de uma patrulha paulista trocar tiros cum um grupo de assaltantes próximo à Pedra Bela e outra patrulha mineira perseguir outro grupo próximo à Munhoz, três deles foram presos na cidade paulista de Socorro. Um deles, Luciano Mosca, nas horas vagas, quando não está desafiando a policia e aterrorizando a população das pequenas cidades com tiroteios de madrugada, é vendedor de “espetinhos” em Socorro!
Com a prisão dos três assaltantes, se a policia tiver autonomia para interroga-los, será possível desbaratar o restante da quadrilha, que pode ser responsável por pelo menos quatro dos roubos à bancos na região neste início de ano.

Meninos que vi crescer… Entre os ‘adultos’ de Pouso Alegre!

Airton Chips e seu "Meninos..." e Maristela Saponara Correa, Secretaria da Academia Pousoalegrense de Letras e autora do livro "Teatro Municipal de Pouso Alegre".

Airton Chips e seu “Meninos…”, e Maristela Saponara Corrêa, secretaria da Academia Pousoalegrense de Letras e autora do livro “Teatro Municipal de Pouso Alegre”.

Na ultima de outubro, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Pouso Alegre, em parceria com a Biblioteca Municipal Prisciliana Duarte de Almeida, realizou uma exposição de livros no saguão da Biblioteca Municipal, na Praça Senador Jose Bento. O objetivo do evento era, além de comemorar a Semana Nacional do Livro, expor as obras e homenagear os autores pousoalegrenses. Cerca de 100 livros de 89 autores radicados em Pouso Alegre foram expostos.

O livro de crônicas policiais “Meninos que vi crescer”, de autoria deste blogueiro, esteve em exposição.

Ver meu “Meninos…” entre as obras de Amadeu de Queiroz, João Beraldo, Jorge Beltrão, Octavio Miranda Gouveia e outros conterrâneos ilustres deixou-me ligeiramente garboso e motivado a lançar o segundo volume!

livro  Meninos que vi crescer, livro robusto com 50 crônicas policiais vivenciadas pelo autor na cidade de Pouso Alegre e região, contadas ao longo de 469 paginas, já está à venda nas livrarias e bancas de revistas de Pouso Alegre e através do site “meninosquevicrescer.com.br”. No entanto, o lançamento formal da obra será feito no inicio do ano que vem, em parceria com a Academia Pousoalegrense de Letras!

 

100 quilos de maconha, crack e pasta base de cocaína

AAA Droga Operação numeros 13A prisão dos 13 membros da quadrilha especializada no tráfico de drogas, ao pé da manha desta quinta, 29, foi o coroamento das investigações. Ao longo dos últimos seis meses outros 13 integrantes da quadrilha já haviam sido presos preventivamente ou em flagrante, como mulas, trazendo drogas do Estado de São Paulo para o Sul de Minas. Foram pacotes e mais pacotes pardos contendo maconha, crack e principalmente pasta base de cocaína, escondidos nas partes mais recônditas de veículos… E outros solenemente trazidos em inocentes mochilas nas costas de mulas que se achavam acima de qualquer suspeita! Os cerca de cem quilos de drogas diversas representam para a quadrilha um prejuízo médio de meio milhão de reais nos últimos seis meses, além, é claro, das despesas com causídicos para espernear na justiça jurando inocência!

AAA Viaturas    As investigações que culminaram com o desbaratamento da quadrilha interestadual de trafico de drogas, foi acompanhada pelo Homem da Capa Preta e pelo zeloso RMP da Comarca de Cambui.

Além da expressiva quantidade drogas, foram apreendidos também registros contábeis da quadrilha, balanças de precisão, petrechos comumente usado para embalar drogas e veículos usados nos crimes.

O resultado da operação batizada de “Numeros 13”, uma alusão bíblica, retirando 27 meliantes de circulação, vem dar um pouco de credibilidade à Policia Civil Mineira, umas das mais eficientes – e das mais desprestigiadas – do país, cujo efetivo atualmente é inferior ao de 35 anos atrás.

 

Vagner Tatuador... Chefe da quadrilha no Sul de Minas!

Vagner Tatuador… Chefe da quadrilha no Sul de Minas!

Além dos treze traficantes presos nesta quinta, já haviam sido presos preventivamente ou em flagrante os seguintes integrantes da quadrilha interestadual:

Leandro Jeferson da Silva Pereira, Davi Cursino Roberto, Davi Elis Souza dos Santos, Caroline Marques da Silva, Joniel Salvador, Pedro Henrique do Carmo Machado, Maria Auxiliadora dos Santos, Rogerio do Nascimento, Karine Chaves Ferreira, Marcos Getulio de Oliveira Moraes, Leandro Leite Mendes da Silva, Gustavo Silva Certo e Gilberto Rodrigues dos Santos. Alguns estão recolhidos em cadeias da região, e outros em presídios paulistas!  E ainda tem gente com as barbas de molho…!

Policia Civil sacode Cambui

 

As cinco garotas - que curiosamente ja conheciam o repórter policial! - não quiseram posar para os leitores!

As cinco garotas – que curiosamente ja conheciam o repórter policial! – não quiseram posar para os leitores!

Detetives de Pouso Alegre e das demais cidades que compõem o 17º Departamento de Policia Civil do Estado, levantaram mais cedo nesta quinta, 29…. Para mais uma tradicional ‘Operação café da manha’ com meliantes! A operação batizada de “Numeros 13” visava cumprir mandados de prisão na vizinha Cambui, onde o trafico de drogas ultimamente vinha nadando de braçadas! Usando o tradicional traje preto, mais de 40 detetives comandados pelos delegados Victor, Renato e Rodrigo se misturaram à penumbra da madrugada e saíram batendo de porta em porta… Depois de cerca a casa, naturalmente!

A operação realizada na surdina rendeu 13 prisões, pequenas porções de droga e dois veículos. Além de dezenas de celulares e cadernetas de controle de trafico. Oito homens e cinco mulheres receberam as pulseiras de prata. Muitos deles foram surpreendidos ainda nos braços de Morfeu!

As prisões preventivas foram autorizadas pelo homem da Capa Preta da Comarca de Cambui. Mais precisamente pela ‘mulher da capa preta’, Patrícia Vialli Nicollini, com base nas investigações da Policia Civil.

 

Hoje o Taxi não deu conta... Foi preciso uma Van!

Hoje o Taxi não deu conta… Foi preciso uma Van!

Ao todo eram 27 mandados de prisão preventiva por trafico de drogas. Catorze dos investigados já estavam presos em cadeias da região.

Daniel Alves da Cunha, 38, foi preso em Senador Amaral; Willian da Silva Barbosa, 21, com residência em Cambui, foi preso no Bairro Roseira em Extrema. Os demais foram receberam as pulseiras de prata em suas residências. A maioria no Bairro Santa Edwiges, o velho Aterrado de Cambui!

Confira a relação dos presos na Operação “Números 13”!

 

 

Vagner Alves de Souza, 22 .

Rogerio Álvaro Rodrigues, 32

Messias Camilo Padilha, 49

Israel Robert Lopes de Paulo, 34,

Danrley Barbosa Costa, 20

Gabriel Henrique da Rosa, 18

John Jefter Siqueira da Rosa, 21,

Daniel Alves da Cunha, 38.

 

Miriam Caroline dos Santos, 21,

Barbara Vaz, 31

Jaqueline Andressa da Silva, 29,

Claudia Emilia Lopes, 23,

Karina Maria da Silva Trindade, 20

DSC06280Os treze presos na “Operação Numero 13” seguiram no final da manhã desta quinta no Taxi do Magaiver para o Hotel do Juquinha!

O detalhe mais interessante nessa historia, é que nenhuma das cinco mulheres tinham passagem pela policia até então. Elas foram presas por que, de acordo com as investigações encetadas pela PC, estavam morando ou namorando com traficantes e consequentemente participando dos seus crimes…!