Maconha, crack e cocaína no Cajuru

De tanto os meliantes dobrarem a serra do cajuru, desta vez a polícia foi prendê-los na fonte!

Drogas aqui na minha casa!? Imagina, sargento!!! Pode entrar e procurar se o sr. quiser…!

Michele…

Foi mais ou menos isso o que disse a senhora Michele Aparecida Mendes,37, aos policiais, quando eles bateram à sua porta no início da tarde desta terça-feira, 21, no bairro Cajuru, a 6 quilômetros do centro de Pouso Alegre. E o sargento e seus comandados entraram. E acharam drogas de vários tipos e quantidades na casa da dona Michele…!

José Roberto, segundo Michele, o dono das drogas…

Os primeiros tabletes de maconha foram encontrados no tanquinho de lavar roupas. Numa caixa de ferramentas no quarto, havia vários patuás de pedra bege fedorenta, além de um tablete de pasta base de cocaína e varias barangas de farinha do capeta. Havia ainda balanças de precisão e mais barangas de maconha e cocaína no banheiro!
Pilhada com a boca na botija, Michele mudou o discurso. E plagiou Paulo Maluf…
– Essas drogas não são meeeeeeeenhas – disse ela ao ver a casa caída! – a droga é do Ze Roberto. Eu só guardo a droga pra ele aqui na minha casa – emendou ela tentando salvar a própria pele.

Marcos… Ele mora há seis meses com José Roberto… “Diga-me com quem tu mora e te direi quem és…!

Na casa do Jose Roberto da Silva, ali perto, os policiais encontraram vários ‘pinos’ semelhantes aos da casa da Michele, e, ainda, apetrechos para embalar drogas. La estava também o cidadão Marcos Queiroz Tavares que, ha seis meses divide o mesmo teto com Jose Roberto. E desceram todos no taxi do contribuinte para a delegacia de polícia. Depois de assinar o 33 o trio subiu para o Hotel do Juquinha.

 

O quadro acima não se encaixa no velho chavão: “Pote tanto vai à fonte, que um dia volta quebrado”! Mas, de qualquer maneira, de tanto os meliante dobrarem a serra do cajuru, um dia alguém acabaria em cana!

Anúncios

Assalto ao funcionário do Restaurante Graal

Ao perceber que estava sendo seguido o contador pisou fundo no acelerador… e ouviu os disparos de arma de fogo! E foi parado à bala!

Os assaltantes estavam a poucos metros do local esperando o funcionário sair com a bufunfa..

O roubo em movimento aconteceu ao final da manhã desta terça-feira, 21, na Rodovia Fernão Dias, à poucos metros do trevo da ‘Brasilinha’! Logo que saiu do Restaurante Graal, no município de São Sebastião da Bela Vista, com destino à Pouso Alegre, levando uma maleta com papeis e contas para pagar, o funcionario Marcelo percebeu a presença de uma moto Hornet parada debaixo da passarela. Percebendo que estava sendo seguido pelos ocupantes da motoca, e deduzindo que seria assaltado, ele pisou fundo tentando chegar ao Posto Fernandão. Chegou! Mas chegou ‘às gatas’! Durante o trajeto os motoqueiros assaltantes mandaram bala! Quando Marcelo parou no pátio do posto um dos pneus do seu veículo já estava vazio.
Apesar da presença de testemunhas, os pilotos da Hornet vinho pararam ao lado do seu carro, de arma em punho, abriram a porta e pegaram sua maleta com papeis, contas e R$ 3.957. E dobraram a serra do cajuru.
… E a pergunta que vai ulular de boca em boca: “Quem é o terceiro comparsa, que avisou os dois motoqueiros que o funcionário do restaurante estava pegando a estrada com a bolsa de dinheiro…!”
A policia ainda não tem a resposta!

Perseguição policial na Dique II

Motorista dirigia em zigue-zague e fugiu ao ser abordado pela policia militar. A perseguição terminou em capotamento na Avenida Perimetral!

A desobediência, perseguição e sinistro aconteceu às cinco e meia da tarde desta segunda, Dia da Consciência Negra, em Pouso Alegre. Ao passar pela Avenida Herbert Campos, a famosa Dique II, policiais militares avistaram o veiculo Fiat Línea dançando na pista de rolamento e tentaram abordá-lo. Percebendo a aproximação policial o motorista, ao invés de parar, acelerou, tentando dobrar a serra do cajuru. Só foi até a avenida Perimetral! Depois de bater na mureta central e arrancar a tela divisoria, o veiculo capotou e parou de pernas, digo, de rodas para o ar na pista da contramão.

A causadora da direção perigosa em via publica, fuga da policia e consequente capotamento na Perimetral é a sedutora Severina do Popote. Ao desembarcar do veículo, além das pernas bambas, dos olhos vermelhos e do terrível bafo de jiboia, o piloto da Dique II, confessou aos policiais que, antes de pegar ao volante, havia abraçado a estonteante loira… gelada! Mas não sabe quando e nem quanto!

Apesar da capotagem cinematográfica, Vinicius Silva Martins, 27, morador do bairro Belo Horizonte em Pouso Alegre, sofreu apenas escoriações. Depois de passar pelo P.S. da Policlínica do Bairro São Geraldo, ele foi de carona no taxi do contribuinte para a DP onde sentou ao piano.
Se pagar a fiança arbitrada pelo paladino da lei, ele poderá voltar para casa ainda hoje… à pé!

Extorsão na ‘encruzilhada’ da Vicente Simões

Depois de fazer cara feia e tomar o cordão de ouro do da vitima, o meliante exigiu dinheiro para devolvê-lo!

Estava o eclesiástico L.R.S.M. confortavelmente, sentando na pracinha da rua Vitor Laraia com Vicente Simões, curtindo o frescor dos frondosos Ficus, no final da tarde deste domingo, Dia da Bandeira, quando um cidadão chegou e tocou o terror:
– Perdeu, perdeu Mané… Passa tudo que você tem!
Além da indignação pela ousadia do guampudo, o eclesiástico tinha apenas um cordão de ouro no pescoço. Antes que o meliante com pinta de andarilho dissesse o que faria caso ele não ‘passasse tudo’, L.R. retirou o cordão do pescoço e ‘passou’…
Tão viu o cordão reluzindo na sua mão, o ousado guampudo sentou-se no banco ao lado da vítima e emendou:
– Agora você vai ter que me dar dinheiro para eu devolver a corrente. Onde você for eu vou atrás. Quero dinheiro, senão vou falar que você me estuprou, me assediou… eu sou menor!
Diante da fria ousadia do meliante, o eclesiástico também manteve o sangue frio…
– Ok, vou até a padaria então pegar dinheiro…
Dizendo isso o estupefato eclesiástico atravessou a avenida, entrou na Padaria da Cidade e… pediu o telefone! e chamou a polícia.
Quando os homens da lei chegaram o guampudo estava belo e formoso sentado no banco da praça à espera do dinheiro que trocaria pelo cordão roubado.
… E o cordão de ouro foi trocado pelas pulseiras de prata!
Mesmo assim o guampudo não perdeu a pose. Disse que se chamava Gabriel de Souza e era “dimenor”. Levado até sua residência, no bairro Ipiranga, onde pegariam seus documentos, constatou-se que ele se chama Gidalto Santos Almeida Junior, e já deixou a menoridade há bastante tempo!
Baiano de Encruzilhada, nascido em junho de 1997, Gidalto tem, portanto, 20 anos.
Quase metade deste tempo ele viveu infringindo a lei. Aos doze anos o baianinho de encruzilhada, errou o caminho e pegou a encruzilhada das drogas. Desde então alterna semanas de sumiços de casa com outras de internação em clinicas de recuperação e outras em cracolândias!
Nas horas vagas ‘ele diz’ que é pedreiro. Há dois meses, no início de setembro, ele pegou uma pequena obra em um sitio no bairro Canta Galo, há três quilômetros de Pouso Alegre. No segundo dia de trabalho pediu ao patrão para dormir no sitio. Assim ganharia tempo e pouparia vale transporte. Na manhã seguinte, ao chegar ao sitio, o patrão não encontrou o pedreiro Gidalto! Não encontrou também uma lixadeira; não encontrou uma maquita…; e não encontrou sua moto Honda Titan 125!
Pelo menos não teve que pagar rescisão e indenização trabalhista!
O próprio sitiante fez sua investigação e descobriu o paradeiro da moto. Ela estava na oficina de um intrujão na Baixada do Mandú! Para evitar a policia e um escarcéu na porta da oficina, o intrujão devolveu a moto ao sitiante. E o sitiante, tendo seu problema resolvido, esqueceu de comunicar o fato à policia civil. Com isso o baianinho Gidalto perdeu a oportunidade de ‘concorrer’ a uma estadia gratuita no Hotel do Juquinha!
Quatro dias depois do furto da moto – que deu nada, não – o baianinho de Encruzilhada foi preso numa encruzilhada do bairro Santa Rita com um botijão de gás furtado. Mas, furto de botijão de gás não faz meliante nenhum criar raízes no Hotel do Contribuinte! Por isso Gidalto Santos de Almeida Junior continua na encruzilhada… da liberdade com a cadeia!
Ah, o comedido paladino da lei que estava de plantão ontem à noite, não encontrou provas suficientes para autuá-lo no crime de extorsão!

Alguém viu Ketelyn Vitoria?

“Ela” está desaparecida desde a sexta-feira, 10 de novembro.

Fotos de “Ketelyn Vitoria” segundo uma amiga que pede a divulgação.

Ketelyn Vitoria é ‘nome social’ do transexual Diego Rodrigues. Ele tem 29 anos e mora com amigos no bairro Colina Verde em Pouso Alegre.
Segundo familiares, Diego saiu de casa para fazer ‘programas’, no dia 10 de novembro. Desde então não voltou, não atende celular e nem deu mais notícias. Ele foi visto pela última vez defronte o PJota Bar, perto da rodoviária.
Na ocasião Diego – ou Ketelyn – usava uma calça ‘legue’ estampada e uma blusa regata preta. Diego é branco, estatura mediana, pesa cerca de 70 quilos, tem cabelos longos lisos e pretos.
Apesar da vida de risco que leva, Diego não usa drogas e nem é sequestrável! O BO de desaparecimento foi registrado pela tia, na PM, no final da tarde do dia 15 de novembro.
Qualquer informação que leve ao paradeiro do transexual Diego Rodrigues ou “Ketelyn Vitoria” poderá ser passada para seus familiares através do celular 9.9833-5272, 9.9860-5779 ou, à polícia.

Hoje é o último dia para ajudar o Neto

Ele precisa arrecadar R$ 100 mil, para internação, cirurgia, e tratamento de um câncer.

A “Vakinha” criada pelos amigos no dia 08 de novembro já arrecadou R$ 43.698,55. Mas todo o custo do tratamento custará perto de cem mil reais.
Hoje, 20 de novembro, é ultimo dia para ajudar o Jonas Beraldo através da https://www.vakinha.com.br/vaquinha/juntos-pelo-neto

Assalto na porta do banco Itau

O meliante usou uma bomba para ameaçar e roubar o cidadão!

O suspense aconteceu à nove e meia da noite deste domingo, Dia da Bandeira, defronte a agencia do Banco Itau, na Adolfo Olinto em Pouso Alegre. G.C.R. havia acabado de sair do banco, onde fora fazer o deposito de um cheque, quando o guampudo encostou na porta do seu carro, segurou um objeto por baixo da camiseta de mano e deu a ordem:
– Perdeu Mané, cadê o dinheiro, cadê o dinheiro?
Diante da explicação de G. de que não tinha dinheiro, o assaltante insistiu ainda mais ameaçador…
– Tá pensando que eu sou otário? Voce acabou de sair do banco… sei que você tem dinheiro…!
Mas de fato não tinha. E o assaltante, sempre segurando um objeto debaixo da camiseta, se contentou com o aparelho celular.
Ao vê-lo pelas costas montado numa bicicleta branca, o empresário ainda tentou detê-lo, e novamente o assaltante ameaçou sacar o objeto ameaçador que levava por baixo da camiseta. Sem disposição para conferir se o objeto era mesmo um revolver, uma faca ou uma bomba, o empresário preferiu se acautelar e chamar a policia.
O assaltante de porta do banco, porém pé-de-couve, foi preso minutos depois pedalando a mesma magrela branca, na companhia de um amigo, na baixada do Mandu. Quando da abordagem o aparelho celular do empresário já havia mudado de mãos… mas o objeto sob a camiseta suja continuava na sua cintura. Mas afinal que arma ele usava sob a camiseta para intimidar suas vitimas?
Uma pistola?
Uma lapiana Tramontina?
Uma bomba?
… Era uma bomba! Uma bomba de encher pneu de bicicleta!!!
O ‘explosivo’ assaltante é Maycon Marcelo Manoel Justino, 31, morador da Baixada do Mandú, dono de vários registros policiais ainda mais pés-de-couve do que este. Apesar de reconhecido pela vitima, ele jura de pés juntos que é inocente. Na ausência da res furtiva, prova do crime, e conhecedor da Lei 4898, o precavido paladino da lei optou por não autuar o assaltante nas iras do artigo 157. No entanto, determinou diligencias preliminares buscando elucidar o imbróglio! Maycon e sua bicicleta branca – sem a bomba – voltou pra rua… mas a batata está assando pra ele!

Jaque & Deh… Agora uma vida só!

Jaqueline e André se conheceram no dia 02 de outubro de 2011, no Morumbi, durante o ‘clássico’ São Paulo x Flamengo (ambos são são-paulinos roxos. Aliás, a entrada sublime da noiva no recinto se deu ao som do hino são-paulino). Dois meses depois começaram a namorar. No início de 2014 reuniram amigos e familiares e comunicaram a intenção de ficarem juntos para sempre.

 jaquedeh2

        O inebriante “sim” foi dado no início da noite deste sábado, 18. A cerimônia e recepção a um seleto grupo de amigos e familiares aconteceu nas dependências da Pousada Maracanã, em Pouso Alegre.

       Tão logo o casal trocou os votos e foram declarados “marido & mulher” a festa começou… E virou a noite! 

jaquedeh

Jaque & Deh e a amiga Tatiana Matos, esposa deste colunista.  

       A ‘lua de mel’ será curta, pois André está no meio do curso na Aeronáutica. Jaqueline é analista da Policia Civil no 17º Departamento de Policia Civil de Pouso Alegre.

Parabéns Jaque & Deh!

       Deus abençoe o novo casal!

Cidadão recebe alta hospitalar e morre ao chegar na porta de casa

Uma vizinha deu assim a noticia: “Ambulância joga homem morto na porta da casa dele e deixa ele após ser atendido no hospital de machado e ninguém toma providências chamamos o eptv e ninguém pronunciou. compartilhe para chegar na justiça para alguma coisa seja feita. obrigado.” – disse Renata Silva na sua página do face!

O imbróglio aconteceu no final da tarde desta sábado, 18, na cidade Machado, a 75 quilômetros de Pouso Alegre e 30 de Alfenas.
Mas não foi bem assim…!
Fabio Benedito Batista da Silva havia sido internado por uma irmã no nosocômio local na terça-feira, 14. Durante visita do pai na tarde deste sábado, ele recebeu alta hospitalar e foi pra casa. Uma ambulância do próprio nosocômio deixou pai e filho na porta da casa dele, no bairro Jardim das Oliveiras. Familiares e vizinhos relatam que tão logo desembarcou da ambulância, Fabio teve uma crise respiratória, deitou-se no passeio defronte sua casa e acabou morrendo antes da chegada do Samu.
Familiares de Fabio questionam o fato de ele ter sido entregue ao pai, João Batista, de 78 anos, o qual é analfabeto.
O corpo de Fabio Benedito foi levado para o IML de Alfenas onde passará por exames de necropsia antes de ser liberado para a família. Ele tinha 31 anos e problemas com alcoolismo.
A policia de Machado vai investigar se houve negligencia do médico que deu alta hospitalar à Fabio Benedito.

Estupro no Massaranduba

O lombrosiano usou uma faca para subjugar e estuprar a garotinha de 13 anos em um rancho de embalagem de morangos na beira da estrada!

O hediondo crime aconteceu há quase um mês, no dia 23 de outubro, no bairro Massaranduba, zona rural ao sul de Pouso Alegre. Segundo P.A., ela voltava da casa da avó pela estrada de terra batida, no final da tarde, quando um sujeito “meio alto, meio magro” encostou uma faca no seu pescoço e a arrastou para um rancho de embalagem de morangos na beira da plantação. Sob a ameaça constante de cometer um crime ‘ainda pior’, o lombrosiano a teria estuprado.
O crime foi levado ao conhecimento da polícia no final da manhã deste sábado, 18. Segundo a mãe da garotinha, a filha contou o fato apenas a uma amiga, da mesma idade. Esta por sua vez contou o segredo para o namorado e este, através de telefonema, repassou para a mãe da menor no final da tarde de ontem.
Antes de procurar a policia, a mãe levou a garotinha ao Centro de Referencia de Tratamento Humanizado às Vítimas de Violência Sexual, no Hospital Regional Samuel Libânio de Pouso Alegre hoje pela manhã, onde ela passou por exames. O resultado será conhecido no dia 25 de novembro.
A Delegacia de Crimes Contra a Mulher vai instaurar IP para esclarecer os fatos e saber quem é o estuprador – “meio alto, meio magro” – do morangal!