Dona “Candinha” pode ajudar a combater sequestros

Ninguém melhor que ela poderá espalhar o ‘mecanismo’ do crime e deixar as pessoas alertas!
A Candinha
Casos de “falsos sequestros” como os que aconteceram em Santa Rita, no sábado e em Pouso Alegre nesta segunda-feira, acontecem quase todo dia em nossa cidade! Crimes e criminosos existem, desde que Eva comeu a maçã! E nunca vão acabar! Mas podem diminuir…! Basta que a vítima – mãe ou pai da pessoa supostamente sequestrada – não arranque os cabelos! mantenha a calma e tome uma atitude simples…;
“Desligue o ce-lu-lar”!!!
Ou então, pegue outro aparelho, e faça contato com a pessoa supostamente sequestrada!!!
Você que acabou de ler mais estes dois casos de “falso sequestro”, pode ajudar a diminuir este tipo de crime! Basta divulgar para as pessoas do seu convívio, para que todos fiquem alertas!
O blog está fazendo sua parte…!
As pessoas que ouvirem falar deste golpe, não cairão nele!
Conte para os amigos, para os colegas de trabalho, para os colegas da escola, para os amigos de copo, para a turma do futebol, conte na porta dos fundos do mercado municipal! Conte até para as criancinhas da creche!
Ou então, conte pra “Candinha”!
Sabe aquela vizinha que deixa a roupa de molho no tanquinho a semana inteira; que deixa a poeira se acumulando debaixo da cama; que deixa de passar a camisa do marido que trabalha de motorista; que deixa o feijão queimar no fogo porque fica o dia inteiro no portão de casa bisbilhotando a vida alheia e fomentando fofoca! Pois então… Conte pra ela! A “Candinha” vai espalhar pra vizinhança toda e todos ficarão alertas!
Ah, e para ter certeza que a “Candinha” vai espalhar bem o ‘alerta’, diga que aconteceu com alguém da sua família, e peça para ela guardar segredo! No dia seguinte toda a vizinhança vai estar sabendo do golpe do “falso sequestro”!
Isso pode evitar que você seja a “próxima vítima”!

Olimpíadas “Rio 2016”…

Até aqui, tudo como era esperado!

8-part Non-Woven Mural

8-part Non-Woven Mural


* Com cerca de 80 mil homens do Brasil e outros tantos agentes secretos de outros países, infiltrados, cuidando da segurança, não tivemos nenhum incidente grave… Como era esperado!
* Numa cidade acostumada a programar, organizar e realizar o maior carnaval do mundo, todos os anos, o Carioca realizou o mais belo espetáculo coreográfico de todas as olimpíadas até agora… Como era esperado!
* Com os atletas se preparando há quase sete anos, disputando os jogos em casa, diante de sua torcida, o Brasil melhorou sua performance em olimpíadas e bateu recorde na conquista de medalhas… Como era esperado!
* Com um povo hospitaleiro, alegre, numa das cidades mais belas do mundo, acostumado com turistas do todo planeta, Rio 2016 foi aplaudido e elogiado pela imprensa dos principais jornais do mundo… Como era esperado!
O saldo até aqui foi positivo. O orgulho de ser brasileiro foi afagado e chegamos ao final dos jogos com a alta-estima em alta.
Mas a olimpíada ainda não acabou… Ainda há algo a ‘esperar’!
Com os bilhões gastos com logística de segurança, com reformas estruturais, com construção de malhas viárias, com construção da Vila Olímpica… Resta agora “‘esperar”’ o legado!
O legado dos jogos do ‘Rio 2016’ – que será apurado nos próximos anos – será ouro? Prata? Bronze? … ou lata?
O tempo dirá…!

Sequestro às seis da manhã em Pouso Alegre

O sequestrador manteve a mãe da ‘vitima’ na linha durante duas horas, até que o banco fosse aberto para que ela pagasse o resgate!
Os falsos sequestros virtuais já se tornaram rotina Brasil afora. Todos os dias temos um novo caso. Neste porém, o sequestrador foi um pouco mais cruel! Além de extorquir o dinheiro da interlocutora sob ameaças de matar sua filha, ele a arrancou dos braços de Morfeu e fê-la ficar duas horas com o celular ligado, até que o deposito do resgate caísse na sua conta!
Eram seis da manhã desta segunda pós-olimpíadas quando o celular da dona D.F.M. tocou. A primeira coisa que ela ouviu no aparelho foram gritos de mulher! Em seguida o sequestrador deu as ordens: queria R$ 10 mil para devolver sua filha inteira!
D.F.M., moradora do Recanto dos Fernandes, como a maioria das pessoas, não tinha tanto dinheiro no banco. E como todo bom falso sequestrador virtual, o malvado pechinchou até saber quanto ela dispunha… R$1,5 mil! Fechado o negócio, ele ordenou que ela não desligasse o aparelho até que o resgate fosse pago!
Às oito da manhã o marido de D.F.M. sacou suas economias no caixa eletrônico, correu à primeira casa lotérica que abriu – atrás da catedral – e depositou a bufunfa na conta de um tal “Diogo Medeiros”. Só então, sentindo-se aliviada por ter atendido o sequestrador, a mãe ligou para a filha… E soube que ela estava bela e formosa tomando o café da manhã na casa da sogra na cidade de Três Pontas!
Depois do leite derramado, dona D.F.M. procurou a policia para registrar o fato e pedir providencias! Mas naturalmente já era tarde… E ela ficou só com o cabo do guarda-chuva na mão!

Arrombamento na concessionaria em Pouso Alegre

Os ladrões atacaram de madrugada mas não queriam carros… Levaram apenas tablets e um cofre da empresa.

Aproveitando a penumbra da noite fria de final de lua cheia, os gatunos arrombaram a porta da frente, entraram na loja e fizeram a festa. Reviraram tudo que os ladrões da madrugada tinham direito! No final, levaram 04 tablets que estavam presos com cabos de aço sobre as mesas, para usos dos clientes, e um cofre, cujo conteúdo a gerente não soube informar.
O furto na concessionária Renault/Fiat foi percebido às 02h26 da madrugada. Quando o funcionário da empresa de segurança chegou para verificar porque o alarme havia disparado, os ladrões, que haviam quebrado a porta de blindex da frente já haviam dobrado a serra do cajuru, mas não levaram nenhum carro da loja!
Ainda bem que não levaram o Mobi preto que eu havia comprado no sábado!

Assalto a supermercado em Santa Rita

Os ladrões pediram carne, cerveja e carvão… Mas desistiram de fazer o churrasco!

No início da noite de sábado, 20, o gerente do supermercado ‘Preço Menor’, em Santa Rita do Sapucaí, recebeu um pedido corriqueiro… O cliente pediu picanha, maminha, cupim, linguicinha, cerveja e carvão! E pediu que levassem o troco para R$320.
Quando os funcionários chegaram para fazer a entrega dos ingredientes de churrasco no bairro São João, foram surpreendidos por três ‘clientes’, todos armados se revolveres!
Mas os assaltantes não estavam interessados em fazer churrasco… Eles queriam era o dim-dim! E não apenas o troco! Pegaram a caminhonete de entregas e voltaram ao supermercado. Enquanto um dos assaltantes ficou no interior da caminhonete vigiando os entregadores, os outros dois entraram e exigiram as chaves do cofre! Não havia cofre e nem chaves, por isso os assaltantes nervosos e violentos distribuíram socos e coronhadas nos funcionários. Depois se contentaram com a merreca que estava nos caixas e usaram a mesma caminhonete de entregas para se afastar do local do crime. Alguns quarteirões depois abandonaram os entregadores e a caminhonete… Sem a chave! E dobraram a Serra da Manoela em uma Kombi que haviam deixado estrategicamente ali perto.
Mas esqueceram de levar a encomenda de churrasco…!

Assaltante leva malote pagador com R$18 mil!

… E deixa dezenas de peões de obra sem pagamento!
IMG_1114[1]

O crime aconteceu no meio da tarde desta sexta-feira,19, nas obras de construção do hotel “Gran Lago”, em frente o Fórum de Pouso Alegre.

O contador da empresa construtora mal havia acabado de chegar do banco com o malote contendo o dinheiro do pagamento dos funcionários da obra, quando chegou um novo ‘funcionário’ querendo também receber. Mas não queria apenas uma parte… Queria todo o dim-dim do malote! Atrás de um revolver cromado, o assaltante moreno magro, de estatura mediana, usando uma mascara de proteção para esconder o rosto, entrou abruptamente no escritório e assumiu o papel do contador… Mas não distribuiu o dim-dim! Pegou toda a bufunfa, colocou em um envelope e dobrou a serra do cajuru. Além dos R$18 mil da empresa destinado ao pagamento dos funcionários, o assaltante levou também trezentos reais de uma funcionaria, os quais estavam sobre a mesa do escritório!
Do alto do prédio em construção, um dos funcionários da construtora seguiu o assaltante até que ele sumiu numa rua do Jardim Mariosa!

Policia prende Tio Chico em Cambui

A droga estava dentro do padrão Cemig…!

Denuncias de amigos ocultos da lei levaram a policia militar ao bairro São Judas Tadeu no meio da tarde deste sábado. Segundo o denunciante, na altura do numero 706 da rua, havia um cidadão usando jaqueta de couro e touca de lã vendendo drogas! Ainda de acordo com o amigo oculto da lei, o traficante escondia a droga dentro do padrão Cemig da casa numero 706-B.
Ao chegar à ‘biqueira’, lá estava o moço de 38 anos, usando jaqueta de couro e touca de lã… Dentro do padrão indicado estava a mer… cadoria! Varias barangas de maconha, de crack e de cocaína.
O moço da jaqueta de couro e touca de lã era Nivaldo Messias Quintino, conhecido pela alcunha de “Tio Chico”. Além de estar praticando o comercio ilegal de drogas ilícitas previsto como crime de trafico no artigo 33 da Lei 11.343, Tio Chico era procurado pela justiça! Havia contra ele um Mandado de Prisão por trafico de drogas.
E lá foi “Tio Chico” de jaqueta de couro e touca de lã para o Hotel do Juquinha!

Sequestro em Santa Rita do Sapucaí

Mae apavorada pagou 500 reais para sequestrador soltar a filha… Só depois ligou pra ela?

Voce se acha sequestrável?
Voce acha que somente os ricos podem ser sequestrados?
Então leia esta!
Estava dona Maria quieta no seu canto, lavando os ‘trem’ do almoço na sua humilde residência no bairro Anchieta em Santa Rita do Sapucaí por volta do meio dia desta sexta, 19, quando o celular tocou! Ao ouvir a voz esganiçada que saia do aparelhinho encostado ao seu ouvido, dona Maria quase caiu sentada! Ele dizia que havia sequestrado sua filha! E queria dinheiro para devolvê-la sã e salva! Era mais um sequestro virtual…
Ao ouvir o sequestrador pedir R$ 5 mil reais, dona Maria quase deixou a filha órfã!
Depois de ouvir a voz chorosa de dona Maria explicando que não tinha dinheiro nem para pagar a conta de luz no fim do mês, o sequestrador pechinchou… Baixou para R$ 500! Mas tinha que ser imediatamente, sem desligar o celular!
E dona Maria correu nos vizinhos! Há muito custo conseguiu emprestar os quinhentos reais, correu na casa lotérica mais próxima, fez a transferência e voltou correndo para casa. Mal chegou o celular tocou novamente! Era o sequestrador… Querendo mais dinheiro! – É sempre assim! Se a primeira tentativa dá certo, eles continuam tentando arrancar mais dinheiro da incauta vitima. Tem sequestrador que passa o dia “sequestrando”!
Mas dona Maria não tinha a quem pedir mais dinheiro emprestado! Mesmo assim foi contar seu infortúnio aos vizinhos. E um deles teve uma feliz ideia…
– Porque você não liga para sua filha, para saber como ela está!
Ela ligou… E a filha saiu do trabalho e foi correndo saber porque ela estava chorando daquele jeito!!!
Depois da ficha caída, da raiva, da revolta… E do leite derramado! mãe e filha foram à casa lotérica onde ela havia depositado os quinhentos reais na conta do sequestrador tentar pegar o dinheiro de volta. Tarde demais! Nalgum lugar do país alguém já havia sacado o dim-dim na boca do caixa!
Se você se acha sequestravel, avise seus pais para ligarem pra você antes de pagar o resgate!

Os “Micheiros” estão de volta!

Depois de quase um ano de férias, eles voltaram a entrar nas casas e apartamentos sem serem convidados e … Sem romper obstáculos!

micha

Guarde bem este nome: “Micheiro”! Se você mora em apartamento de pequenos prédios, sem porteiro, nas imediações do centro ou mesmo na periferia da cidade; ou se você vai sair para viajar e deixar sua casa vários dias “por conta do Abreu… Se ninguém cuidar, nem eu”! é possível que você ainda vá conhecer um “micheiro”! Na verdade você não conhece-lo, não vai vê-lo, mas saberá que ele esteve visitando seu apartamento ou sua casa na sua ausência.
“Micheiro” vem de micha, quer dizer: chave falsa ou chave mestra! É uma dessas que ele vai usar para entrar na sua casa quando você não estiver lá! Quando chegar de viagem ou do trabalho, você nem vai perceber que teve visita! Mas quando você for pegar seu notebook, ou seu celular reserva, ou seu relógio que usa só para passear, ou então suas joias e não encontrá-las, você vai perceber que um ladrão entrou na sua casa.
Mas como?
A porta estava trancada quando você chegou!
As janelas também!
Não havia sinais de arrombamento!
Como foi que o ladrão entrou?
Será que ele é magico?
Não… o ladrão é um “micheiro”! Usando a chave falsa ele entrou pela porta da frente! E precisou de menos de um minuto para abrir sua fechadura!
Os “micheiros” existem desde que criaram as fechaduras. Eles são espertos, rápidos, dissimulados e sorrateiros! Andam pelo menos em dupla… para que um sempre fique na escada ou no corredor pronto para dar o alarme se aparecer alguém. São difíceis de se pegar. De vez em quando eles somem, mudam de cidade… Mas sempre voltam ao local do crime.
Em 2015 Pouso Alegre teve uma onda desses furtos mágicos, praticados por “micheiros”. Foram mais de vinte casos em pontos diversos da cidade, sempre no meio da manhã ou no meio da tarde, momento em que a dona de casa sai para o trabalho, para as compras, para levar as crianças na escola ou ao salão de beleza! Alguns atacaram nos finais de semana!
Contamos alguns casos aqui no blog para alertar a população. Quando a policia começou pegar o fio da meada… Eles sumiram! Foram agir em outras praças.
Pois os “micheiros” estão de volta! No final de semana passado tivemos vários casos. Três deles na mesma região. Um na avenida Dr. João Beraldo e dois num mesmo predinho da Rua Amadeu de Queirós no bairro da Saúde!
Um dos furtos mágicos dos “micheiros” na cidade aconteceu no decorrer desta semana. Foi descoberto na sexta-feira pela diarista. Ao chegar na casa da patroa na Adolfo Olinto, ela encontrou a porta aberta e o apartamento todo revirado. A vitima – que está viajando – ainda sabe o tamanho do prejuízo!
O cidadão W.D.P., morador do bairro Santa Eliza, ali perto da Igreja N.S.de Fatima, sabe exatamente o tamanho do seu prejuízo! Ao chegar do trabalho nesta sexta, 19, ele percebeu que os “micheiros” haviam levado 02 notebooks, 01 relogio, 01 videogame, joias diversas e R$100!
O ultimo ataque de um “micheiro” em Pouso Alegre aconteceu no inicio da madrugada desta sexta, em um predinho atrás da Corpus, no bairro Medicina…! Neste caso o “micheiro” foi mais ousado! Ele entrou no apartamento com a dona lá dentro e furtou dois celulares! Só não furtou mais nada porque o cachorrinho de dona M.M.C. a arrancou dos braços de Morfeu e deu alarme!
No caso dos “Micheiros” não há quase nada que a policia possa fazer. Guardinhas de rua – se forem de confiança – ajudam, pois nenhum criminoso gosta de “galo”!
A maneira mais eficaz de evitar este tipo de ‘vista indesejada’ e fora de hora, é conhecer a vizinhança… E manter bom relacionamento com os vizinhos. Na sua ausência, enquanto trabalha ou viaja, seu vizinho é seu melhor segurança!

PC prende advogado por corrupção passiva em Pouso Alegre

Ele usou o nome da policia militar e do delegado de policia para exigir dinheiro da filha do cliente preso!
Amilton Candido Pinto, há tempos vinha sendo investigado pela policia por furto de veículos. Na quarta feira, 17, ele foi reconhecido pelas câmeras de segurança no local do furto de um veiculo na cidade de Varginha. Nesta quinta, quando rondava outro veiculo, na companhia de um menor de idade em Pouso Alegre, foi abordado pela polícia militar! Na ocasião ele portava documentos que haviam sido furtados no interior do carro de Varginha e duas chaves ‘micha’, porém não estava mais em situação de flagrante pelo furto na cidade do ET. Mesmo assim foi levado à presença do delegado de plantão para averiguações.
De posse dos seus antecedentes, o delegado Bruno Lopes vasculhou o código penal e achou um artigo para enquadra-lo, para que ele pudesse ser investigado: Corrupção de menores! E para garantir que ele ficaria à disposição da justiça para investigação, arbitrou fiança, como lhe compete, de R$ 16 mil!
Foi aí que o advogado Robson Machado Pereira, que já estava assistindo o suspeito, entrou em cena! Contatou a filha do autuado, via celular, e pediu R$ 30 mil para relaxar o flagrante!
Questionado sobre valor tão alto para uma causa tão simples quanto o crime de corrupção de menores, o jovem causídico justificou:
– Na verdade estes trinta mil não são pra mim… Quinze mil é para a policia militar, para não maltratar o seu pai! Dez mil é para o delegado, para soltá-lo!!!
Dialogo nesse teor está fartamente gravado no celular de Francine Neves Candido Pinto, filha de Amilton, na troca de mensagens com o aludido advogado!
Diante da conjuntura obnubilada, mentirosa e difamatória, Francine procurou a Delegacia de Policia e contou o fato… E foi orientada a ‘dar corda’, a continuar a troca de mensagens com o advogado. Quando o jovem causídico Robson Candido Pereira, 30 anos, entrou no gabinete do delegado Bruno Lopes no final da tarde, ouviu a famosa frase de gelar a espinha… “Teje preso”!
O advogado foi assistido por três colegas da OAB, sentou ao piano, assinou o 317, – corrupção passiva, cuja pena vai de 2 a 12 anos de cana – pegou o taxi do Magaiver e subiu para o Hotel do Juquinha!
Com base no velho ditado popular, a noticia comporta uma perguntinha básica…:
– Ao longo da história, quantas vezes será que “o periquito comeu o milho, e o papagaio levou a fama”?