Padre Paulinho da Canção Nova passa bem…

Ele deve receber alta hospitalar ainda nesta quarta-feira,31. Causa do envenenamento ainda continua obscura!

Em vídeo gravado ainda no quarto da Clinica Santa Paula em Pouso Alegre, onde está internado desde o sábado,27, o padre Paulo de Oliveira Nogueira da Costa, diz que está bem e agradece as orações e manifestações de melhoras que recebeu de seus amigos e fiéis. Padre Paulinho agradece também a policia que vem tentando descobrir as causas do envenenamento. Ele deixou a UTI e agora está em um quarto para observação. Mas deve deixar o hospital ainda nesta quarta-feira.
Enquanto isso, o mistério sobre como o veneno foi parar na sua comida continua. Segundo as investigações conduzidas pelo delegado Valdir Jorge Pelarico Junior, de Ouro Fino, está descartada a possibilidade de a carne ter saído do açougue já contaminada, pois a mãe do padre comeu parte dela na sexta-feira e nada aconteceu. A policia continua com as duas linhas de raciocínio: o envenenamento do padre e sua mãe pode ter sido tanto acidental quanto tentativa de homicídio!

Envenenamento do padre ainda é mistério!

Ele e a mãe consumiram “chumbinho” na casa dela em Ouro Fino. Foi acidente ou teriam tentado matá-lo? Ambos continuam internados, porém sem risco de perder a vida!

O imbróglio aconteceu na tarde do último sábado, 27, no Distrito de Crisolia, município da histórica Ouro Fino, abençoada por São Francisco de Paula e conhecida como a cidade do “Menino da Porteira”, a 54 quilômetros de Pouso Alegre. Depois de uma lauta refeição feita pela mãe, o padre Paulo de Oliveira Nogueira Costa conhecido como padre ‘Paulinho da Canção Nova’, que estava de ferias na casa da mãe, passou mal e teve que ser atendido no nosocômio local com suspeita de envenenamento.
O médico que o atendeu constatou que tanto o padre de 41 anos, quanto sua mãe, de 81 anos, que comera da mesma refeição, apresentavam sudorese intensa, pupila miose, vômitos, faciculação em membros inferiores e salivação excessiva; sintomas – que podem ser atribuídos a ingestão – de veneno de rato conhecido popularmente como “chumbinho”. A mãe do padre, Adelaide N. Costa, continua internada no nosocômio de Ouro Fino. O padre Paulinho foi transferido ainda no sábado para a Clinica Santa Paula, em Pouso Alegre, com quadro de arritmia cardíaca. Ambos no entanto não correm risco de perder a vida.
A mesma sorte não tiveram os três gatos da irmã do padre, que mora ao lado. Como de habito, eles fizeram suas refeições na casa da senhora Adelaide, logo depois dela e do padre Paulinho. Eles foram os primeiros a sentir o efeito do veneno. O padre e a mãe ainda estavam no ‘cafezinho pós almoço’ quando a dona dos gatos chegou contando que eles estavam passando mal. Os tres felinos morreram logo em seguida!
Segundo familiares, quando o almoço já estava pronto, o padre e a mãe foram fazer uma visita a um doente na vizinhança, e somente depois da visita serviram o almoço.
A contaminação da comida teria sido acidental! Ou na ausência da dona da casa, um vulto sinistro teria entrado sorrateiramente na cozinha, na ponta dos pés, para colocar o veneno na comida do padre?
Amostras dos felinos mortos e sobras de comida – inclusive da carne moída comprada em um açougue no distrito no dia anterior – serão enviadas ao Instituto de Criminalista da PC para esclarecer com precisão qual mistura química causou a morte dos três gatos e o envenenamento do padre e sua mãe. Enquanto isso a polícia civil está investigando como o veneno foi parar na comida do padre!

Adeus João Cavalo…

Hoje deve ter ‘conselho arbitral’ no céu. Presididos pelo saudoso cartola Aguinaldo Falcão, João Cavalo já deve estar em calorosa discussão com Hailtom Custodio, Jorge Carpineti, “Gustinho” Balbino, Edson “Corinho”, “Tião Cueca”… outros grandes boleiros que, cada um com seu estilo, escreveram com letras de ouro belas paginas no futebol de base de Pouso Alegre. Eles devem estar discutindo o Regulamento da Copa Lepa de Futebol Infantil 2018!

João Cavalo era uma pessoa simples como seu nome: João Batista Ferreira
Simples também era sua profissão… Ele era pedreiro!
Simples também era sua casa… uma casinha pequena na vargem de cima do velho Aterrado, construída muito antes de o calçamento chegar ali. Aliás para chegar em época de chuvas, precisava de canoa!
Nas ‘horas vagas’ João Cavalo ensinava futebol para garotos carentes do bairro São Geraldo – E não só do bairro. Muitos garotos de Pouso Alegre, inclusive meus dois mais velhos adquiriram intimidade com a redonda na sua escolinha. Mas foi muito mais do que um professor de futebol… foi professor de vida. Ensinou centenas, milhares de crianças, adolescentes e jovens a ser homens, corretos, honrados!
Tinha eu jeito peculiar, contundente, incisivo, decidido… Era um bravo homem e um homem ‘brabo’. Defendia com unhas & dentes seu ponto de vista. Mas não queria nada que não fosse direito e correto e pra todos. Com João Cavalo oito era oito, e oitenta era oitenta!
Era politizado mas não era político. Não esperava que alguém fizesse… Arregaçava as mangas e fazia ele mesmo.
Construiu, à base de cabo de enxada, o campo do Santamaria. Arrancou raízes de arvore e touceiras de capim no enxadão para construir o campo simples como ele, do seu Santos F.C. que servia a todos os clubes da cidade numa época em que tínhamos um futebol vibrante, com oito campeonatos de futebol por ano.
Nobres, no, entanto eram seus ideais… Com sua escolinha de futebol, João Cavalo afastou centenas de garotos das drogas.
João Cavalo estava doente há vários anos. Morreu de insuficiência renal nesta quinta-feira, 18.
Seu combalido corpo foi sepultado no Distrito de Crisolia/Ouro Fino, onde nasceu há quase setenta anos.
O boleiro João Cavalo já estava fazendo falta…
O homem João Cavalo fará muita falta no Aterrado… fará muita falta na nossa sociedade.
Temos hoje poucos homens simples e honrados da estirpe do amigo João Cavalo.
Hoje deve ter ‘conselho arbitral’ no céu. Presididos pelo saudoso cartola Aguinaldo Falcão, João Cavalo já deve estar em calorosa discussão com os rivais Hailtom Custodio, Jorge Carpineti, “Gustinho” Balbino, Edson “Corinho”, “Tião Cueca” – outros grandes boleiros que, cada um com seu estilo, escreveram com letras de ouro belas paginas no futebol de base de Pouso Alegre. Eles devem estar discutindo o Regulamento da Copa Lepa de Futebol Infantil 2018!
Firmeza como sempre, meu amigo… Não permita ‘gatos’ neste campeonato…!

PM troca tiros com ladrões de carro em Congonhal

Um dos assaltantes foi baleado e está internado no Hospital Regional Samuel Libanio. O outro foi preso em Ouro Fino.

Tudo começou com uma aproximação de rotina no final da noite desta terça na vizinha Congonhal, a 16 quilômetros de Pouso Alegre. Ao ver a chegada da viatura policial, dois guampudos que abasteciam um VW Gol no posto Petromix, e tinham culpa no cartório, abandonaram o carro no posto e passaram sebo nas canelas. Eles se embrenharam em um matagal próximo e conseguiram dobrar a serra de cajuru.
Minutos depois, quando faziam o BO de apreensão do veículo abandonado pelos meliantes, os policiais receberam notícias de outro furto de carro nas imediações do pronto atendimento da cidade. Desta vez a res furtiva um Fiat Uno, que seguia pela rodovia BR 459 em direção à Ipuiuna.
Durante a perseguição houve troca de tiros entre a policia e os bandidos e mais uma vez os meliantes abandonaram o carro roubado após este rodar na pista e se embrenharam numa plantação de milho. Apesar do cerco feito pela polícia com apoio de outros policiais de Pouso Alegre, os ladrões de carros conseguiram dobrar a serra, mas não a de Ipuiuna! Eles seguiram à pé em direção ao bairro Grota Rica. Foi lá que na aurora desta quarta-feira, após nova troca de tiros, os militares prenderam o meliante Talison da Silva Gonçalves. Baleado, Talison foi socorrido ao Pronto Socorro de Congonhal, mas, dada a gravidade das lesões sofridas no tiroteio, foi transferido para o Hospital Regional Samuel Libanio, onde permanece internado sob custodia da policia. Com ele a policia apreendeu apenas uma replica de pistola.
Eduardo de Almeida Pereira conseguiu dobrar a Serra da Grota Rica e voltou para casa. Ele foi preso poucas horas depois na cidade de Ouro Fino.
O gol abandonado pelos meliantes na primeira tentativa de abordagem em Congonhal, havia sido roubado na cidade paulista de Águas de Lindoia, no domingo, 14.
Talison da Silva Gonçalves, 21, é figurinha fácil no álbum da policia por furtos e roubos na cidade de Ouro Fino.
Eduardo de Almeida Pereira, 36, o “Lalau”, – aliás o apelido lhe cai bem! – possui a capivara ainda mais gorda do que o comparsa Talison. Ele tem no currículo furtos e roubos de carros e de moto em Ouro Fino e região e até um furto de cavalo. Em 2014, após furto de veículo em Borda da Mata, durante a perseguição policial, Eduardo abriu fogo contra os policiais e foi se esconder em no Distrito de Crisolia, onde acabou recebendo as pulseiras de prata. Depois de assinarem o 157, Talison e Lalau deverão se hospedar no Hotel do Juquinha.

Bomba na delegacia de Pouso Alegre

Delegado chefe do Departamento de Policia Civil é preso pelo GAECO, acusado de integrar quadrilha que atuava no Triangulo Mineiro.

Estou em New Jersey desde a quarta-feira passada e devo descer para a Florida na quinta-feira onde ficarei mais uma semana… pois ninguém é de ferro!
Apesar da distancia, acesso diariamente minhas fontes em Pouso Alegre e região à procura de notícias policiais que valham a pena publicar. Não encontro. Em matéria de criminalidade Pouso Alegre é um marasmo só. É o dezembro mais pacifico dos últimos sete anos, desde que criei o blog. Não há homicídios – o ultimo aconteceu no dia 29 de outubro -, não há estupro, não há sequestro, não há roubo onde a res furtiva dê para comprar ao menos uma cesta de natal! Tem acontecido apenas pequenos furtos. O mais significativo deles foi o furto de uma aliança de casamento no bairro Cajuru – e nesse caso a culpa foi minha, afinal, segundo meus relatos, todo meliante que não é preso em flagrante, dobra a serra do cajuru! – Um vendedor de colchão em domicilio aproveitou que o anel dourado do cliente descansava solenemente sobre uma mesinha e o colocou na algibeira. Mas não foi longe. Quando passava defronte o quartel da PRE na MG 290 foi convidado a parar para um ‘cafezinho’. A aliança de ouro do sitiante estava em seu bolso… e virou pulseira de prata, para tirar o sono do vendedor de colchão!
Tamanha calmaria na criminalidade em Pouso Alegre, como sempre, anunciava uma tempestade. Acordei às cinco da manhã no aconchegante condomínio aberto, sem cercas ou muros, no distrito de Morganville, New Jersey, com a primeira mensagem bombástica: “o doutor André acaba de ser preso pelo Gaeco”! Não perdi o sono, pois esta notícia já era esperada.
André Vinicius Corazza é um dos 10 delegados presos na Operação Fênix do Gaeco. Um dos três no mais alto posto da policia civil no interior: chefia de departamento. Ironicamente ele assumiu tal cargo a exatamente uma semana, na vaga deixada pelo Dr. Cesar Augusto, que foi promovido a Chefe do Detran-MG. Até ser alçado interinamente à chefia do Departamento, Andre Corazza chefiava a 1ª Delegacia Regional de Pouso Alegre desde o início do ano.

Andre V.Corazza quando ainda trabalhava no Triangulo Mineiro


O crimes que levaram o jovem delegado Andre Corazza a receber as pulseiras de prata da lei, foram cometidos, em tese, no Triangulo Mineiro. Ele e quase uma centena de policiais civis de Uberlandia, Uberaba, Araguari, Patos de Minas, Patrocínio, Monte Alegre de Minas, Araxá e Belo Horizonte foram presos mediante Mandados de Prisão Preventiva expedidos pela Justiça de Minas Gerais. A “Operação Fenix” se estende também a Cascavel-PR e Cuiabá, no Mato Grosso.
A lista de crimes investigados pelos policiais do Gaeco nesta operação é extensa:
– Organização criminosa
– Associação criminosa
– Corrupção ativa
– Corrupção passiva
– Tráfico de drogas
– Estelionato
– Receptação qualificada (de roubo de carga)
– Falso testemunho
– Prevaricação
– Falsidade ideológica e
– Porte ilegal de arma de fogo
São 136 mandados de prisão preventiva expedidos. Dentro os ‘contemplados’ estão 11 delegados de polícia, 02 escrivães de polícia, 45 detetives e 07 advogados. Até o momento desta publicação mais de cinquenta policiais já haviam sido presos. Outros são considerados foragidos.
O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado – GAECO – órgão do Ministério Publico estadual, é composto por promotores de justiça e conta, em cada caso, com a participação de policiais civis, militares, policiais rodoviários federais e auditores fiscais do Estado.

Participaram da “Operação Fenix” 07 promotores de justiça, 03 auditores da Receita Estadual, 500 policiais militares e 150 policiais rodoviários federais em dois helicópteros e 150 viaturas.
A prisão preventiva do delegado de Pouso Alegre resulta de delações premiadas de outros policiais de Uberlândia, presos em 2015, nas operações “Ali-Babá”, “Zeus”, “Ouroboros”, “100 Anos de Perdão” e “Efésios”. Eis porque, já era esperada.
Tão logo foi preso ao pezinho desta manhã em Pouso Alegre, o delegado André Corazza foi levado pelo Delegado Corregedor de Pouso Alegre, Altair Machado, para a Casa do Policial Civil em Belo Horizonte, onde ficará à disposição da justiça. Contra o até então chefe interino do 17º DPC de Pouso Alegre pesam, segundo fontes não oficiais, 03 mandados de prisão preventiva.

Será que depois dessa, a policia civil tal qual a ave, renasce das cinzas?

Confraternização da Policia Civil

Fim de ano batendo à porta! É momento de confraternização entre familiares, amigos, grupos de peladeiros, empresas, instituições…

Este sábado, 09, foi dia de festa para os policiais civis do 17º Departamento de Policia Civil de Pouso Alegre, afinal, ninguém de ferro e os policiais também são filhos de Deus…!

O dia festivo começou logo cedo, às dez da manhã, com o tradicional torneio de futebol soçaite entre escrivães, detetives e delegados de policia. Logo em seguida foi servido um lauto almoço, regado a muita loira… gelada para os adultos, e ‘refri’ para as crianças e abstêmios! – Teve até uma garrafa de Ypióca 160 que alguém ‘levei’, a qual caiu no gosto dos diretores da chinesa XCMG. Aliás, guardaram até a garrafa vazia, como recordação!

Em meio aos comes & bebes o delegado Cesar Augusto, chefe do Departamento, ladeado por André Corazza, delegado regional, fizeram o sorteio de presentes à crianças e adultos. Teve desde creme de barbear, passando por bicicleta até TV de 32. A festa aconteceu nas dependências do Sesi e varou o dia ensolarado!







Para a festa de fim de ano da Policia Civil ficar completa, só falta agora o governo do Estado atualizar o pagamento dos servidores, cuja primeira parcela ainda não caiu na conta, e pagar também o 13º ainda este ano.

Assalto violento em Ouro Fino

Assaltante usou uma carabina para bater nos caseiros e obrigá-los a entregar o dinheiro.

O sinistro aconteceu no Sitio Santa Filomena, no bairro do Alto, na terra do Menino da Porteira. Eram onze da noite desta terça, 03, quando o assaltante chegou usando capacete, quebrou a janela da cozinha e entrou fazendo terror. O guampudo sabia que havia dinheiro em casa, por isso pegou uma carabina de ar comprido, da própria vitima, e usou para persuadi-lo a entregar o dim-dim. O caseiro, mesmo debaixo dos golpes da arma. Quando o assaltante começou bater com a carabina na cabeça de sua esposa, ele enfim revelou onde estavam guardado os R$5 mil.
Deixando um rastro de violência para trás, o assaltante dobrou a serra do cajuru na garupa de um motoqueiro que o esperava do lado de fora da casa. O casal de caseiros, Ana Maria, 63 e Eurico, 66, foi levado pela PM para o nosocômio local com ferimentos generalizados causadas pelos golpes da carabina.

Policia Civil mostra as armas…

Graças a uma Resolução do Conselho Nacional de justiça, acatando pedido da Secretaria de Direitos Humanos, a policia agora não pode mais mostrar seus presos de frente…!

A operação batizada com um nome curto, mas que sugere, e pretende soprar o crime para bem longe do Sul de Minas, foi realizada antes de o sol desta sexta-feira, 29, nascer. Entre mandados de prisão e de Busca & Apreensão eram mais de 40 alvos. Trinta e nove pessoas receberam as pulseiras de prata da lei. Doze em flagrante. As demais, já com a ‘carta branca’ do Homem da Capa Preta!
Um dos alvos é um estudante segundanista de medicina. Ele não foi encontrado em casa, no Santo Antonio, quando os policiais chegaram para o café da manhã, e nem na sala de aula da faculdade onde foi procurado mais tarde. Mas a batata do futuro medico está assando. Ele está na lista dos investigados por tráfico de drogas!
A mitológica Operação Notus, envolvendo cerca de 150 policiais lotados no 17º Departamento de Policia Civil de Pouso Alegre, que engloba as regionais de Pouso Alegre, Itajubá e São Lourenço, com dezenas de viaturas, helicóptero e cães adestrados, se estendeu às cidades de Santa Rita do Sapucaí, Heliodora, São Sebastião da Bela Vista, São Gonçalo do Sapucaí, Congonhal, Ouro Fino, Borda da mata, Monte Sião e Pedralva. O ‘vento sul’ soprou até a cidade paulista de Itapira.

Ladrões, intrujões, traficantes puderam perceber neste final de setembro, que a Policia Civil de Minas, cá no sul, apesar dos pesares, está muito viva! Aquela pergunta que os ouvintes do programa “Tudo Junto & Misturado” costumam me fazer às terças e sextas-feiras na Super Radio 90 FM, está respondida com ação: a Policia Civil não morreu! É bem verdade que há tempos vem recebendo o salário atrasado; que hoje tem menos investigadores do que tinha em 1980; que o que resta não consegue trabalhar atrás do computador e ir pra rua, exercitar o tirocínio policial, ao mesmo tempo… Mas continua disposto a mostrar as armas e ‘soprar’ o crime para longe!
No entanto, por ironia do destino, um dos investigados e abordados pela policia civil antes do sol nascer – e não foi preso por falta de provas, – quatro horas mais participou de um roubo à mão armada, onde um empresário morreu… conforme veremos no próximo post!

PM fecha boca do Jeguinho…

E apreende quase meio quilo de droga e um revolver com dezenas de munições.

A operação aconteceu casualmente no início da noite desta segunda-feira, 18, no Jardim Belo Horizonte, na cidade de Ouro Fino.
Ao receber denúncias de amigos ocultos da lei dando conta de que o cidadão conhecido pela alcunha de “Jeguinho” estava distribuindo drogas diversas no Bar do Paulão, próximo à sua residência, os homens da lei se postaram à distancia e passaram a filmar a suposta ‘boca de fumo’. Não tardou apareceu o primeiro freguês e fechou o negocio.
Ao dar o bote no traficante, os policiais encontraram na sua algibeira a prova do crime: sete barangas de maconha e cem reais cheirando a erva marvada!
Confirmado o flagrante, entraram na sua casa a procura de mais drogas. E encontraram. Havia barangas e patuás de farinha do capeta e pedra bege fedorenta. Encontraram também na boca do Jeguinho um revólver calibre 22 e mais de sessenta munições, e ainda R$ 2.350 reais em cheques. Quando já estavam de saída, os policiais receberam nova caguetagem:
– O Jeguinho tem mais drogas enterradas no quintal! Ele costuma fazer escavações lá toda noite… – dizia o informante.
Em nova investida no quintal de Jeguinho, os policiais desenterraram dois potes de ouro, quero dizer; um contendo pedra bege fedorenta e outro contendo R$ 2 mil em notas diversas!
A droga aprendida na boca do Jeguinho chega perto de quinhentos gramas. Apesar da quantidade e da variedade, Jose Severino Gomes da Silva, o “Jeguinho”, pernambucano de Caruaru, alegou que as drogas são para seu consumo e da amasia Marli Xavier dos Santos, com quem está há dois meses.
Jose Severino “Jeguinho” Gomes da Silva, 55, e Marli Xavier dos Santos, 35, ambos figurinhas fáceis no álbum da policia por trafico de drogas, sentaram ao piano do paladino da lei na Delegacia Regional de Policia Civil de Pouso Alegre, onde assinaram o 33. Na manhã desta terça o casal vinte do tráfico Jardim Belo Horizonte voltou para Ouro Fino… mas foi direto para o Hotel Menino da Porteira!

Sufocado com leite

Bebezinho de 7 meses morre em casa na companhia dos irmãozinhos menores.
O fato aconteceu no bairro Capelinha, zona rural de Ouro Fino, no meio da tarde desta quinta,09.

Toda vez que eu viaj…


O óbito do bebezinho Jackson, de 7 meses de vida, chegou ao conhecimento da policia através de uma vizinha da criança. Ela, fora chamada pela garotinha Y.T. que pedia socorro, pois o irmãozinho não estava respirando. Levado para a Santa Casa da cidade, já não havia mais nada a fazer.
Gerusa Batista e Jose Luciel de Oliveira, pais do bebezinho disseram que tinham ido à cidade tratar de assuntos judiciais sobre pensão alimentícia e haviam deixado o bebê Jackson de 7 meses e outro bebê de dois anos aos cuidados da irmãzinha Y.T., de 13 anos.
Segundo a medica que atendeu e constatou o óbito, o corpo do bebezinho não apresentava sinais de violência.
O débil corpinho sem vida foi encaminhado ao IML de Pouso Alegre para se investigar a causa mortis, onde se constatou que a morte se deu por asfixia com leite de mamadeira.
Os pais do bebê foram levados para DP e deverão ser processados – no mínimo – por abandono de incapaz!