Assaltante agride pescador para roubar seu celular

Apesar de ser o “Dimenor”, o assaltante foi parar atrás das grades!

O agressivo roubo aconteceu no meio da tarde desta terça-feira de carnaval no bairro Santa Rosa. Ao voltar de uma pescaria no Rio Mandu, o pescador MJCM,36, parou nas proximidades do Albergue Municipal para descansar. Enquanto descansava o corpo resolveu descansar também o espírito e ligou o celular para ouvir musica… e acabou dançando! Ao perceber a distração e fragilidade da vitima o meliante “Dimenor” que mora ali perto, desferiu uma pancada com uma barra de ferro na cabeça da vitima e tomou seu celular.

A violenta cena foi presenciada por uma testemunha, que tentou evitar o roubo e chamou a polícia. Depois de levar o pescador para o pronto socorro do H.R.S.L. os homens da lei saíram na sombra do assaltante. Dimenor foi preso numa tapera na Av. Perimetral, na altura do jardim Yara. A rés furtiva não foi encontrada.

Max  Souza Geronimo, o “Dimenor” tem 20 anos! Apesar da pouca idade ele possui extensa capivara. Poucos meliantes já cometeram tantos crimes ‘pés de couve’ em tantas cidades. São mais de trinta BOs. São Gonçalo do Sapucaí – onde nasceu – Careaçu, Campanha, Lambari, Monsenhor Paulo, Machado, Três  Corações e agora Pouso Alegre já foram palcos de seus crimes diversos, a maioria contra o patrimônio. Por alguns meses ao menos, “Dimenor” terá residência fixa e verá o sol nascer quadrado no Hotel do Juquinha.

Assassinato em Turvolandia

O crime interrompe quase três décadas sem homicídios no município!

Vítima: Antonio José dos Santos

O sinistro aconteceu no final da noite deste sábado de carnaval no interior de um bar familiar na pequena Turvolândia, a 54 quilômetros de Pouso Alegre. Após breve discussão o cidadão Felipe Gouveia da Silva, investiu contra o desafeto Antônio Jose dos Santos com golpes de faca. Um dos golpes atingiu mortalmente o coração. O lavrador chegou a ser socorrido com vida e levado pela PM para o Hospital Regional Samuel Libânio em Pouso Alegre, mas não resistiu aos ferimentos.

Tão logo desferiu os golpes, Felipe Gouveia deixou o local do crime à pé, se afastou e tentou dobrar a serra do cajuru se embrenhando em um matagal nos arredores da cidade. Durante abordagem para prende-lo, um policial teve que atirar em sua direção, sem contudo atingi-lo.

De volta ao local do sinistro os policiais prenderam também Ernandes Gouveia da Silva, irmão de Felipe. Segundo testemunhas, ele teria entregue a faca para o irmão matar o desafeto.

Felipe (de camiseta branca) e seu irmão Ernandes

Os irmãos alagoanos Felipe e Ernandes Gouvea  da Silva, de 21 e 23 anos, até então moradores do Sitio Cotia, sentaram ao piano da paladina da lei na delegacia regional de Pouso Alegre e assinaram o 121 qualificado por motivo fútil. Se condenados podem pegar de 12 a 30 anos de cana.

O crime ocorrido neste sábado,10 na pequenina, bucólica e pacífica Turvolandia, a 330 quilômetros de Belo Horizonte, interrompe quase três décadas de paz no município. O ultimo assassinato na capital sul mineira do “horti-fruti” aconteceu no século passado. Em 2015 a cidade chegou a receber um prêmio do Estado pelo “índice zero de homicídios”.

O crime de ontem chocou a população da pacata cidade, pois além de quebrar a paz do município, a vítima era pessoa muito bem quista pelos moradores.

Lacraia caiu de novo

Ele foi preso por dois crimes: por infringir a Lei antidrogas, e o Estatuto do Consumidor!

Sabe aquela farinha do capeta que você costuma encarreirar numa superfície lisa e plana e cheirar para ficar doidão? Pois é! Pode ser farinha mesmo! Farinha de milho misturada com sódio, ácido e outros componentes químicos. Só que para isso você não precisa abordar um formiguinha nas quebradas ou ir a uma biqueira qualquer da baixada do Mandu e pagar 10 reais por uma baranguinha… Basta ir a um supermercado e comprar um pote de ‘Pó Royal’ por muito  menos do que isso!

Como assim!?

É que tem muito formiguinha por aí misturando Pó Royal na cocaína para aumentar o volume… e o lucro!

Gilberto Donizete Correia Junior é um desses que anda vendendo gato por lebre, ou seja: vendendo farinha de milho incrementada como se fosse farinha do capeta!

Ele foi preso na virada da noite desta terça,06, no bairro São Jose, na velha São Gonçalo do Sapucaí com onze barangas da droga. Aliás, uma droga de droga! Além das barangas que estavam dentro de um estojo de óculos, prontas para o comercio, os policiais encontraram em sua casa um pacote de pó branco. Segundo Gilberto Donizete, o tal pó, ainda sem embalagem, era cocaína misturada com pó Royal para colocar nos ‘pinos’ e vender como farinha do capeta!

Os prejuízos para os clientes do traficante de São Gonçalo do Sapucaí não são grandes… o problema é que depois de cheirar a farinha misturada com fermento, eles podem transbordar e não caber na forma, quero dizer, no apartamento do Hotel do Juquinha, caso sejam presos!

A propósito, até o momento, o Procon de São Gonçalo do Sapucaí não recebeu nenhuma queixa dos consumidores do produto do Gilberto.

Gilberto Donizete Correia Junior o “Lacraia”, 28, é figurinha fácil no álbum da polícia. Ele foi preso pela primeira em 31 de maio de 2013. Na ocasião portava farinha do capeta e pedras beges fedorentas. Com a prisão desta terça com farinha adulterada e dois rádios HTs, para seguir os passos da policia, Lacraia seguiu para o lar-doce-lar do Hotel do Juquinha!

Abstinência de drogas leva a cidadão a alucinações

… Ele destruiu tudo dentro de casa, comeu os vidros quebrados e passou a beber agua de esgoto. A cidade não tem Centro Psiquiátrico, o SAMU se recusa a recolhe-lo e o caso não é da alçada da policia. Sem saber o que fazer a família teme que ele coloque fogo na casa!

A reportagem é do site Brasil Metrópole, de São Gonçalo do Sapucaí

“Uma família procurou a reportagem do Brasil Metrópole, na manhã desta quarta-feira (03), em busca de ajuda. Segundo a família, Juliano dos Reis, de 39 anos, encontra-se em situação crítica. O rapaz foi flagrado por vizinhos e familiares, comendo cacos de vidro na rua e bebendo água de esgoto. A família, reside no bairro São José, em São Gonçalo do Sapucaí.
Ainda segundo a família, ele está completamente fora de si e tem alucinações o dia todo; “Procuramos o CRAS e lá, disseram que devíamos procurar o Centro Psiquiátrico. Não tem como deixar ele aqui desse jeito. Ele quebrou a casa toda. Quebrou copos, comeu os copos, comeu quadros, está comendo vidro, papel. Estamos indignados, não temos para onde correr. Liguei no SAMU, eles vieram e disseram que não iriam colocar a mão nele, por estar agressivo. Na PM, eles falam que não é caso deles. Estamos pedindo ajuda, pelo amor de Deus. A população está toda com medo. Estamos com medo dele colocar fogo na casa”, explica a irmã Rosana Alves.
No Centro de Atenção Psicossocial, da prefeitura de São Gonçalo do Sapucaí, o coordenador, Wellington Carvalho, explica que Juliano ainda não possuí um laudo médico, por não ter passado em nenhuma consulta; “A família queria uma internação, e eu expliquei que a internação só em São Sebastião do Paraíso, e demora meses. Porque os hospitais psiquiátricos estão acabando aos poucos. Na verdade, ele precisa passar por uma consulta, para fecharmos um laudo. Juntamente com a Secretária de Governo da prefeitura, eu estive visitando a família. Na ocasião, conversamos e explicamos a situação. De acordo com a família, ele estava com abstinência de crack e está tendo alucinações. Sendo assim, agendamos uma consulta no PSF para medicá-lo, até ele passar pela psiquiatra”. Segundo o coordenador, somente após a consulta com um psiquiatra, é que Juliano terá um laudo, com a possibilidade de ser internado ou não. De acordo com o CAPS, Juliano deverá receber já nesta semana, os primeiros atendimentos possíveis. Um representante da Secretaria de Assistência Social, também esteve na casa da família, nesta tarde.”

“Abrace seu filho… Não deixe que as drogas o abracem!”
Airton Chips

Confraternização da Policia Civil

Fim de ano batendo à porta! É momento de confraternização entre familiares, amigos, grupos de peladeiros, empresas, instituições…

Este sábado, 09, foi dia de festa para os policiais civis do 17º Departamento de Policia Civil de Pouso Alegre, afinal, ninguém de ferro e os policiais também são filhos de Deus…!

O dia festivo começou logo cedo, às dez da manhã, com o tradicional torneio de futebol soçaite entre escrivães, detetives e delegados de policia. Logo em seguida foi servido um lauto almoço, regado a muita loira… gelada para os adultos, e ‘refri’ para as crianças e abstêmios! – Teve até uma garrafa de Ypióca 160 que alguém ‘levei’, a qual caiu no gosto dos diretores da chinesa XCMG. Aliás, guardaram até a garrafa vazia, como recordação!

Em meio aos comes & bebes o delegado Cesar Augusto, chefe do Departamento, ladeado por André Corazza, delegado regional, fizeram o sorteio de presentes à crianças e adultos. Teve desde creme de barbear, passando por bicicleta até TV de 32. A festa aconteceu nas dependências do Sesi e varou o dia ensolarado!







Para a festa de fim de ano da Policia Civil ficar completa, só falta agora o governo do Estado atualizar o pagamento dos servidores, cuja primeira parcela ainda não caiu na conta, e pagar também o 13º ainda este ano.

Roubo e morte em São Gonçalo

Minutos depois de roubar a moto do entregador de pizza, o assaltante caiu em uma valeta e morreu no local!
O velho ditado que diz que ‘o castigo vem à cavalo’, aqui ganhou nova versão… Veio de moto!


O roubo e acidente fatal aconteceram no inicio da madrugada deste domingo, 26, na cidade dos inconfidentes. Ao chegar para fazer uma entregador de lanches no bairro Ponte Preta, em São Gonçalo do Sapucaí, o motoboy Alex Moreira de Paula era esperado por quatro fregueses. Dois estavam na beira da rua. Os outros dois estavam atrás do cafezal. Um deles portava um trabuco calibre 32. Mas não queriam lanche… queriam a moto Yamaha Lander 250 azul, do entregador. Os garotos, ambos “dimenor” ganharam R$5 cada um para atrair o motoboy ao local do roubo na beira do cafezal.
A dupla de assaltantes no entanto no entanto não foi longe. Alguns quilômetros depois, na rodovia LMG, no bairro Praião, o piloto perdeu o controle da moto roubada, bateu numa valeta, caiu e… Morreu no local.
O Corpo do assaltante morto na fuga foi reconhecido por familiares já na funerária. Trata-se de Jose Lucas Rodrigues Gonçalves, o “Lucão”,20. Depois de passar por exames de necropsia no IML de Pouso alegre o corpo foi liberado para a família.
Leonardo Lemes Martins, 21, o assaltante que seguia na garupa de “Lucão”, também sofreu ferimentos graves e foi socorrido por terceiros e levado para o nosocômio local, antes da chegada da policia. Ele permanece internado. Quando receber alta hospitalar, Leonardo será transferido para o Hotel do Juquinha!
Tanto Leonardo Lemes quanto Jose Lucas são figurinhas fáceis no álbum da policia por envolvimentos com drogas. “Lucão” tem uma dúzia de BOs. Relacionados a furtos, roubos e trafico de drogas.

Assassinato no Aterrado

A vitima da vez é o meliante Wendel Keverson dos Reis Carvalho, 18 anos.

Wendel…

O corpo foi encontrado no final da manhã deste domingo,22, no final da rua Sapucaí, próximo a um acampamento cigano, na ‘baixada do Mandu’. Segundo levantamentos periciais no local, Wendel Keverson foi morto com pancadas na cabeça quando andava de bicicleta. O corpo foi levado pela funerária para o IML, onde passará por exames de necropsia e liberado para os familiares.

Local onde o corpo foi encontrado no final da manhã…

A policia ainda não sabe quem matou o jovem, mas tem alguns suspeitos, todos figurinhas fáceis no álbum da policia, inclusive por crimes desta natureza no próprio bairro!
Wendel Keverson é natural de São Gonçalo do Sapucaí e já deixou suas digitais em crimes na cidade dos Inconfidentes. Ele é suspeito do assassinato do cidadão Jose Venicio da Silva, ocorrido na madrugada do dia 21 de fevereiro do ano passado, quando ainda tinha 16 anos. Segundo o BO, ele e outros três suspeitos mataram o cidadão com pancadas na cabeça.
Apesar da pouca idade, a capivara de Wendel em Pouso Alegre é gigantesca. Tem quase duas dúzias de BOs de furtos e tráfico de drogas, todos ainda sob a égide da menoridade, que expirou no dia 04 de agosto do corrente. O último BO de Wendel Keverson dos Reis Carvalho, depois de completar 18 anos, foi registrado no dia 8 de outubro de 2017. Na ocasião ele deu uma surra na namorada e roubou seu celular Samsung prime J7. Não chegou a ser preso porque enfurnou-se nas matas da “Diquinha” e dobrou a serra do cajuru.
O assassinato do meliante Wendel Keverson foi o oitavo do ano em Pouso Alegre, o terceiro só neste mês de outubro.

 

OBS: Segundo o Laudo de Necropsia do IML, encaminhado no final da tarde para o delegado de homicídios da Comarca, WENDEL KEVERSON foi executado a tiro. Ele recebeu um único tiro na cabeça, pouco acima da nuca.

Atualizado às 22:32h deste domingo, 22.

Policia Civil mostra as armas…

Graças a uma Resolução do Conselho Nacional de justiça, acatando pedido da Secretaria de Direitos Humanos, a policia agora não pode mais mostrar seus presos de frente…!

A operação batizada com um nome curto, mas que sugere, e pretende soprar o crime para bem longe do Sul de Minas, foi realizada antes de o sol desta sexta-feira, 29, nascer. Entre mandados de prisão e de Busca & Apreensão eram mais de 40 alvos. Trinta e nove pessoas receberam as pulseiras de prata da lei. Doze em flagrante. As demais, já com a ‘carta branca’ do Homem da Capa Preta!
Um dos alvos é um estudante segundanista de medicina. Ele não foi encontrado em casa, no Santo Antonio, quando os policiais chegaram para o café da manhã, e nem na sala de aula da faculdade onde foi procurado mais tarde. Mas a batata do futuro medico está assando. Ele está na lista dos investigados por tráfico de drogas!
A mitológica Operação Notus, envolvendo cerca de 150 policiais lotados no 17º Departamento de Policia Civil de Pouso Alegre, que engloba as regionais de Pouso Alegre, Itajubá e São Lourenço, com dezenas de viaturas, helicóptero e cães adestrados, se estendeu às cidades de Santa Rita do Sapucaí, Heliodora, São Sebastião da Bela Vista, São Gonçalo do Sapucaí, Congonhal, Ouro Fino, Borda da mata, Monte Sião e Pedralva. O ‘vento sul’ soprou até a cidade paulista de Itapira.

Ladrões, intrujões, traficantes puderam perceber neste final de setembro, que a Policia Civil de Minas, cá no sul, apesar dos pesares, está muito viva! Aquela pergunta que os ouvintes do programa “Tudo Junto & Misturado” costumam me fazer às terças e sextas-feiras na Super Radio 90 FM, está respondida com ação: a Policia Civil não morreu! É bem verdade que há tempos vem recebendo o salário atrasado; que hoje tem menos investigadores do que tinha em 1980; que o que resta não consegue trabalhar atrás do computador e ir pra rua, exercitar o tirocínio policial, ao mesmo tempo… Mas continua disposto a mostrar as armas e ‘soprar’ o crime para longe!
No entanto, por ironia do destino, um dos investigados e abordados pela policia civil antes do sol nascer – e não foi preso por falta de provas, – quatro horas mais participou de um roubo à mão armada, onde um empresário morreu… conforme veremos no próximo post!

PM prende mulas na rodoviária

Elas acabavam de chegar de São Paulo com cocaína e um quilo de maconha na bolsa. As drogas iriam para São Gonçalo do Sapucaí.

Anny ao menos ficará sob o mesmo teto do amado!

A abordagem aconteceu casualmente no inicio da tarde desta quarta-feira, 27, na Praça Jorge Beltrao, a lado do terminal rodoviário de Pouso Alegre. Ao verem a aproximação da policia as duas jovens demonstraram certo nervosismo, como se tivessem culpa no cartório. E tinham mesmo! Durante as buscas os policiais encontraram na bolsa da mais jovem um tijolo – baiano – de mais de um quilo de maconha, e um patuá de farinha do capeta, parte em pó e parte em pasta.
Priscila de Fatima Moura, 33, e Anny Karolyne Silva, 20, disseram que haviam acabado de desembarcar do ônibus que viera de São Paulo, onde foram buscar a droga.
– Pagamos mil reais pela maconha e íamos vender em tabletinhos de 50 reais – admitiram as mulas.
Anny e Priscila portavam cada uma um capacete e uma chave de moto. Questionadas confessaram que a moto Honda Titan branca e preta, placa DFL-4470, estava estacionada a pouco quarteirões dali à sua espera. O plano das mulas era retornar à São Gonçalo do Sapucaí, onde moram, com a moto, levando a droga. A viagem no entanto terminou na delegacia de polícia de Pouso Alegre onde as sócias do trafico sentaram ao piano, assinaram o 33 e subiram para o Hotel do Juquinha!
Em março de 2016, durante visita ao amasio Thiunay da Silva, ambos foram surpreendidos com droga no interior do presidio. Na ocasião o amasio assumiu a paternidade da criança espúria.
Para Anny, portanto, o prejuízo não foi tão grande, pois, a partir de hoje ela poderá ficar sob o mesmo teto do amasio Thiunay no Hotel do Juquinha.

Trezeguê” desta vez se deu mal…

Ele invadiu a residência de um aposentado para roubar e saiu de lá direto para o pronto socorro, com pancadas na cabeça!

Faltavam poucos minutos para a ‘hora da mula manca’ desta terça-feira,12, quando o aposentado Darcy Raimundo da Silva foi lentamente despertado dos braços de Morfeu! Apesar da penumbra sonolenta do seu quarto ele pode perceber que havia um vulto soturno revirando seu guarda roupa! Ao tentar entender o que estava acontecendo, ouviu a voz cavernosa da assombração:
– Fica na sua aí coroa, senão te mato! – Ameaçou o assaltante, levando a mão à cintura, sugerindo estar armado.
Depois de pegar um relógio que estava em uma caixinha de madeira, a assombração da meia noite continuou vasculhando o quarto na presença da vitima, como se estivesse na sua própria casa.
Foi aí que o borracheiro aposentado resolveu reagir; pulou sobre o assaltante, rolou com ele na poeira, recebeu e distribuiu socos & pontapés e… levou a melhor:
– Eu consegui pegar um pedaço de madeira no chão da borracharia e dei uma paulada na cabeça dele – contou o aposentado de 73 anos.
Com a cabeça sangrando, o assaltante resolveu bater em retirada. Pulou a janela da cozinha, por onde entrara, passou pelo quintal da vizinha e ganhou a rua. Mas não foi longe! Sentou na porta da casa da vitima e ficou ali, sentindo as pernas bambas – com o relógio roubado na algibeira – esperando a chegada dos ‘anjos do Samu’. E com eles vieram também os homens da lei.
Luiz Guilherme Luciano de Souza Carimba, o “Trezeguê”, 23 anos, figurinha fácil no álbum da policia, foi levado para o nosocômio municipal. A medica que o atendeu, aconselhou ‘observância’ durante 24 horas para avaliação de danos neurológicos. Por isso o assaltante permanece internado no nosocômio sob escolta policial. Somente depois disso ele poderá ser levado para a DP, onde sentará ao piano do paladino da lei para assinar o 157.
O borracheiro aposentado, de 73 anos, que foi surpreendido na penumbra do seu quarto, também sentou ao piano e será processado pelas pauladas que desferiu na cabeça do soturno assaltante!
O frustrado assalto aconteceu no bairro Quenta Sol, na – quase – tricentenária São Gonçalo do Sapucaí, a 70 quilômetros de Poso Alegre!