Estupro de paraplégica de 17 anos

O hediondo crime aconteceu na vizinha Ouro Fino, terra do Menino da Porteira!
Na verdade, o crime descoberto no final da tarde desta quarta, 03, vinha acontecendo há cerca de oito meses, desde que a jovem FISS, de 17 anos sofreu um acidente e foi se convalescer na casa do tio. Desde então, começaram os assédios que levaram à conjunção carnal.
O caso só veio à tona porque, instada por uma tia sobre seu estado depressivo, a menor, mergulhada em prantos, revelou os fatos!
Segundo F., desde que fora morar com o tio Aparecido Fernando Ramos Alves Corsi e sua amásia Laurinda Bernardina, ela passou a ser assediada.
– Ele não trabalha, fica em casa sozinho comigo. Ele cuidava de mim com carinho, com atenção, como se eu fosse sua filha… Até que começou mostrar vídeos pornográficos e exigir que eu fizesse sexo com ele… Ele me ameaçava se eu contasse para meus familiares…! Eu morria de medo dele… e de vergonha da família! – Contou a menor, que dependia do tio para se locomover.
A coação moral e ameaças levaram a adolescente a profunda tristeza e depressão, a ponto de ser percebida por uma tia que mora no estado de São Paulo, quando de sua visita. Ao contar os fatos à tia, F. contou também que a amásia do tio sabia do crime. Interrogada em casa onde os policiais militares foram procurar o estuprador, Laurinda admitiu que sabia do crime há cerca de cinco meses, mas não denunciou o amásio por medo de suas ameaças.
– Ele é muito agressivo… – alegou ela.
Aparecido Fernando Ramos Alves Corsi, 50 anos, sem ocupação, não esperou para dar entrevistas. Ao ver a cunhada saindo para levar a sobrinha ao hospital onde constataria seu crime, ele dobrou a serra do cajuru… Na verdade dobrou a Serra Negra, e foi se esconder na bela e aconchegante estância climática paulista!
… Mas já está com as barbas de molho, pois a batata está assando pra ele!

Professor vai ao quartel e acaba preso

Herivelton Antonio Dias, preso numa blitz em Inconfidentes: ele não sabia que estava na lista negra da policia, mas sabia de um "rolo" de CNH falsa há quatro anos!

Herivelton Antonio Dias, preso numa blitz em Inconfidentes: ele não sabia que estava na lista negra da policia, mas sabia de um “rolo” de CNH falsa há quatro anos!

Ao procurar a policia para registrar um furto, ele descobriu que estava na lista negra da policia!
Na era high tech é muito comum o cidadão parado numa blitz de transito, estar totalmente sóbrio e com a documentação pessoal e do veiculo em dia, e mesmo assim acabar com pulseiras de prata na DP! É que ao consultar seus dados no sistema, descobre-se que ele está na lista negra da policia! de procurados da justiça!
Muitas vezes o cidadão nem sabe explicar porque seu nome figura na lista de procurados da justiça! Isso aconteceu na segunda à noite Dias, na cidade de Inconfidentes. Ao parar numa blitz de rotina, constatou-se que pesava contra sua ilustre pessoa um Mandado de Prisão Preventiva. O mandado não trazia os motivos da prisão. … ‘acha’ que é porque em 2012 seu nome foi citado por um cidadão que vendia CNH naturalmente falsa. Desde então ele estava morando no interior paulista e quando veio passear na terra do alho, acabou recebendo a má noticia… E as pulseiras de prata da lei!
A situação do professor Carlos Henrique da Silva, 46 anos, morador do Jardim Yara em Pouso Alegre, é semelhante. A abordagem foi ainda mais esdrúxula! No final da tarde de quarta-feira ele estacionou seu GM Classic perto da igreja N.S.de Fatima e foi cuidar da vida. Quando voltou quatro horas depois, seu carro estava no mesmo local, porém aberto! Um meliante havia feito uma ‘sardinha’ na sua porta e levado tudo que havia dentro: documentos pessoais, cartões bancários, celulares, aparelho de som, notebook e R$ 500 em espécie. Carlos Henrique acha que os ladrões são os andarilhos disfarçados de flanelinhas que ficam por ali…!
Mas o prejuízo maior do professor Carlos Henrique ainda estava por vir. No inicio da manha desta quinta ele foi ao quartel da PM registrar o furto. E aí veio a ducha gelada…! Ao consultar seus dados pessoais, os policiais encontraram o nome de Carlos Henrique da Silva na lista negra da justiça! O nobre professor naturalmente desconhecia o mandado e os motivos, mas lá mencionava um tal artigo 299 do CP – uso de documento falso, talvez uso de CNH sem passar pelos tramites legais…!
E o professor que procurou a policia para resolver um problema, arrumou ainda mais sarna para se coçar!
Será que sua ficha está limpa?

O Tuim caiu

Voces se lembram do Tuim?
Ele é figurinha fácil no álbum da policia. Sua capivara é tão extensa que daria para abraçar os bairros São Geraldo, Costa Rios, Foch e atravessar o Jardim Olímpico. Aliás, é justamente do Jardim Olímpico que vem seus últimos BOs… Dois na mesma avenida no inicio da tarde de domingo. No segundo deles, na Mercearia Skinão, ele quase caiu nas malhas da lei. Na verdade quase caiu nas garras de suas vítimas e populares quando tentou assaltar a mercearia pela segunda vez em duas semanas seguidas, usando um revolver de plástico!
E como “pote tanto vai à fonte que um dia volta quebrado”, Tuim caiu e quebrou! Josué Arruda foi preso no final da manhã desta terça feira, 02, na Baixada do Mandu. No momento ele não estava cometendo nenhum crime, mas quando os homens da lei deram o bote, ele furtou uma bicicleta para fugir! Aí deu flagrante!
Josué, que deixou o Hotel do Juquinha em abril e desde então já cometeu pelos menos uma dúzia de furtos e roubos – só do dia 21 a 31 de julho foram 4 roubos! – estava por isso mesmo, com a prisão preventiva pedida pelo Delegado Glauber Moura.
Antes mesmo de o Homem da Capa Preta autorizar sua prisão, ele entrou na alça de mira dos policiais na rua João Sabino de Azevedo. E como tem culpa no cartório, tremeu, apavorou e furtou a bicicleta do Sr. Lazaro Rodrigues para fugir…! Não foi longe… Caiu! No duplo sentido. Seguiu no taxi do contribuinte prá DP, sentou ao piano, assinou mais um 155 e voltou para o lar-doce -lar do Hotel do Juquinha!
Pelos próximos anos os transeuntes e pequenos comerciantes do Jardim Olímpico e adjacências terão um meliante a menos com o qual se preocupar!

Ministério Publico afunda Fundação Tuany Toledo

IMG_1100[1]
Criado na surdina e aprovado a toque de caixa na câmara, sem apreciação e discussão, o projeto, de objetivo, eficácia e necessidades duvidosas, que serviria na melhor das hipóteses, apenas para manter meia dúzia de pessoas segurando as rédeas do poder e as tetas do dinheiro publico, morre ainda no ninho!
O balde de agua fria nas pretensões ocultas e sombrias dos criadores do projeto, foi jogado pelo DD. – e põe digníssimo nisso! – Representante do Ministério Publico, que recomendou a revogação da lei que cria a Fundação! Marcos Pereira Anjo Coutinho, foi o ‘anjo’ que apreciou e analisou o recurso impetrado pelos cidadãos que fiscalizam aquelas 15 pessoas que escolhemos para fiscalizar os interesses da população! Ele viu no projeto um número tão grande de inconstitucionalidades, quanto a própria palavra inconstitucionalidade!
Mas o mérito não fica apenas por conta do zeloso MP, defensor do cidadão espoliado! Foi o grito geral da sociedade, da imprensa e especialmente dos guardiões da cultura de Pouso Alegre, que sufocou o malfadado e nefasto projeto criado pelo executivo municipal e aprovado pela maioria do nobres edis da atual legislatura, ainda no nascedouro!
Parabéns às pessoas que enxergam ‘além do horizonte’… ou através das ‘entrelinhas’ da política e das intenções, e botaram a boca no trombone! Nem tudo está perdido! O povo ainda tem voz… E vez!

Policia espeta ladrão do Espetinho

Passava pouco da meia noite desta terça, 02, quando o meliante conhecido no meio policial pela alcunha de “Porguinha” entrou no restaurante “Espetinho & Cia” na Vicente Simões… Mas ele não queria saborear um delicioso espetinho de capivara, de carneiro ou a tradicional picanha ou filet mignon! Porguinha queria dim-dim! Rafael “Porguinha” Leopoldo Pereira aproveitou a distração dos funcionários que já estavam encerrando as atividades do dia e foi direto ao caixa. Pegou o que pode… Um punhado de moedas e um notebook! O gatuno sorrateiro, no entanto, foi visto pelo proprietário do estabelecimento, que estava no escritório, através das câmeras do circuito de segurança. Dado o alarme saíram todos no encalço do meliante pelas ruas desertas do bairro São Jose em direção à Perimetral. Enquanto perseguiam o meliante, os funcionários foram orientando a policia militar!
IMG_1089[1]
Ao deparar com os homens da lei vindo ao seu encontro, Porguinha embrenhou-se no matagal à margem da avenida. Minutos depois enroscou-se nas malhas da lei!
Rafael Leopoldo “Porguinha”, 28 anos, figurinha fácil no álbum da policia recebeu as pulseiras de prata e desceu no taxi do contribuinte para a DP, onde sentou-se ao piano do paladino da lei, assinou o 155 e foi se hospedar no Hotel do Juquinha!

WhatsApp cagueta traficante em Inconfidentes

O aplicativo que serve até para a comunicação entre pais e filhos… Os pais na cozinha e os filhos no quarto ou na sala, de fato veio para ficar! É impossível viver sem ele! Tem mil e uma utilidades! Serve inclusive para a comunicação entre usuários e traficantes de drogas. Só que, às vezes… joga contra!
IMG_1080[1]
Durante abordagem de rotina a um sujeito com pinta de somongó no centro de Inconfidentes, na noite ainda criança de segunda feira, os homens da lei constataram que o jovem Sergio Gustavo Vita estava ‘limpo’! Mas seu celular estava ‘sujo’… O aparelhinho estava cheio de mensagens trocadas entre ele o amigo Luiz Fernando Martinelli, figurinha fácil no álbum da policia como comerciante de ‘erva e farinha’! As mensagens falavam de uma remessa de drogas recém chegada de Pouso Alegre.
Ao bater na porta da Republica Portelinha, onde estava Luiz Fernando, os policiais viram pequenos objetos voarem pela janela! Eram parte da droga mencionada nas mensagens de WhatsApp! Mas ainda sobraram pequenas porções de maconha e cocaína dentro de casa.
Levados para delegacia regional de Pouso Alegre, Luiz Fernando Martinelli, 18, Augusto Vicente Chagas, 22 e Sergio Augusto Vitta, 27, juraram de pés juntos que eram usuários das drogas diversas!
Augusto Vicente e Sergio Augusto salvaram a pele… assinaram apenas o 28 e voltaram para casa. Luiz Fernando, que mal completou 18 anos, mas já estava na mira da policia desde a menoridade, sentou ao piano, assinou o 33 e foi se hospedar no Hotel Menino da Porteira, em Ouro Fino!
O WhatsApp neste caso marcou gol contra…!

Policia prende Mau Mau, o gato de duas pernas, no São João

IMG_1090[1]

Meia noite e meia desta quarta feira, 03, no bairro São João. O comerciante  já ia se jogar nos braços de Morfeu quando seus cães colocaram a boca no trombone avisando que havia um gato tentando entrar na sua empresa de Lan House, ao lado de sua residência. Quando ele acendeu as luzes os gatunos, que haviam quebrado a janela da loja, desistiram do furto e dobraram a serra do cajuru deixando para trás um saco com fios de cobre!
Novamente o silencio se faz na noite fria no bairro mais populoso de Pouso Alegre.
Duas e quinze da manhã da mesma quarta. O mesmo comerciante é arrancado dos braços de Morfeu com o barulho de um alarme antifurto de um estabelecimento ao lado de sua casa… Desta vez os gatos estavam tentando entrar no Mercadinho Três Corações! Ao sair à rua o comerciante ainda pode ver um sujeito se afastar do mercadinho com sebo nas canelas, levando consigo um objeto… Era a caixa registradora do mercadinho!
Dedurado pelo alarme antifurto, o gatuno não teve tempo de arrombar a caixa por isso levou o dinheiro com caixa e tudo. Segundo o proprietário de mercadinho, que foi chamado pela policia, a caixa continha cerca de R$ 600.
Através de um terceiro cidadão sombrio que também viu o gatuno passar correndo com a caixa registradora, a polícia chegou ao meliante Mauricio dos Santos, o “Mau Mau”…!
Mau Mau, que age na penumbra da noite pelos telhados como se fosse um “miau miau”, confessou o crime. Disse que entrou no mercadinho através do telhado e depois de fugir com o caixa, na companhia de um ‘parça’ cujo nome não revelou, foram arromba-lo na beira de um córrego nas imediações de sua casa. Mas disse que dentro da máquina havia apenas R$ 56 reais!
Cinquenta e seis, quinhentos e cinquenta ou cinco mil, não importa! Sua gatunagem na madrugada está prevista no artigo 155 do CP com três qualificadoras: crime cometido durante o repouso noturno, mediante escalada, com rompimento de obstáculo! Os R$56 reais podem lhe custar até oito anos de hospedagem gratuita por conta do contribuinte.
Depois de sentar ao piano e assinar o 155 qualificado, o gatuno Mauricio “Mau Mau” foi miar desafinado no Hotel do Juquinha!

Você conhece a “Tarifa Postergada”?

Eu conheci, ontem!
Eu estacionei meu carro na Mal. Deodoro e quando voltei, 26 minutos depois, fui apresentado à ela!
A Tarifa Postergada é pouco mais do que uma criança! Nasceu há poucas semanas… E nasceu uma criança má, feia, arrogante, irritante, estressante… que pode lhe tirar do sério!

 

Apesar destas asquerosas qualidades você está fadado a conhecer essa antipática! Basta estacionar seu carro numa rua qualquer do centro de Pouso Alegre, virar as costas e ir cuidar da vida! Meia hora depois, quando você voltar ao seu carro, ela estará lá, colada no para-brisas do carro, com cara de malévola, olhando prá você!
E não adianta fazer cara de ‘raivinha’, esbravejar, amassar o papelzinho amarelo, chutar o pneu do carro, reclamar para quem passa na rua, xingar o prefeito… Nada disso vai te livrar da famigerada “Tarifa Postergada”!
E para não ficar pior, você vai ter que seguir as instruções: Vá à rua Bueno Brandão 109, escritório da empresa Central Park – mãe da famigerada Tarifa Postergada – e pague seus R$ 20 reais. Se não fizer isso em 48 horas, a Tarifa Postergada vai te custar R$127 reais e mais 5 pontos negativos na CNH! Tudo amparado no Decreto Municipal 4554/2016, de 25 de maio!
No meu caso, já que eu estava na ‘casa da mãe’ da Tarifa Postergada, aproveitei para me cadastrar no aplicativo da empresa, adquiri e inseri créditos no meu celular! Agora toda vez que estacionar na região central da cidade, antes de descer do carro, saco meu celular, acesso o aplicativo, uso meu credito e aviso que vou ficar por ali mais de minutos!
Enquanto eu fizer meu ‘dever de rua’ estarei livre do desprazer de cruzar com o olhar arrogante, cínico, in-ven-cí-vel da famigerada “Tarifa Postergada” colada no para-brisas do meu carro!

Obs: para evitar cruzar com olhar de peixe morto – e nauseante – da malfadada “Tarifa Postergada”, ao descer do carro procure um posto de venda ‘zona azul’ mais próximo e pague R$ 2 reais para deixar o carro ali por uma hora!

O golpe do carro quebrado…

Aconteceu de novo!
IMG_1084[1]

Estava dona Asbelita Bitencourt quieta no aconchego do seu lar, curtindo as merecidas amenidades da vida de aposentada, quando o telefone tocou… Era o sobrinho Unsseteum de Oliveira e Silva! E o moço foi logo se desmanchando em mesuras, até jogar o laço!
– Oi tia! Lembra de mim? Como vai a senhora? Mamãe mandou lembranças…! Olha, eu estava indo para Pouso Alegre fazer uma visitinha pra senhora, mas aconteceu uma coisa muito desagradável! Meu carro quebrou! Eu estou numa oficina na beira da estrada perto de Cambui… O mecânico cobra R$ 1.500 reais para consertar, só que ele não aceita meu cartão e nem cheque! Tia, a senhora não pode me ajudar? Será que a senhora não pode depositar esse dinheiro na conta do mecânico? Chegando aí eu já passo no banco e transfiro o dinheiro pra senhora…?!
… E a boa dona Asbelita,68 anos, desceu do Colinas de Santa Barbara e foi até o banco do Brasil depositar os R$ 1,5 mil na conta do mecânico, para salvar o sobrinho que não via há muito tempo…
E nem verá! Muito menos os seus mil e quinhentos reais!
Logo depois de transferir o dim-dim para conta do mecânico dona Asbelita ligou para o filho Danilo e contou sua ‘boa ação’… E tomou uma ‘bronca’ do filho, do tamanho de um caminhão!
– Oh, mãe! Isso é golpe… É conto do vigário!
Ambos rapidamente fizeram contato com o banco na tentativa de bloquear a transferência do dinheiro. Mas já era tarde… O querido sobrinho do ‘carro quebrado’ já havia conseguido sacar da conta R$ 1.060.
Voce também tem um sobrinho que mora longe e está vindo te visitar…???

Policia evita roubo de malote em Santa Rita

O cidadão Rafael Lima de Oliveira ganhou da policia militar de Santa Rita do Sapucaí, o apelido de 150! Dizem que foi pela sua proeza ímpar de fazer sua moto Honda 150 dar tiros com o escapamento…! Por isso também Rafael figura do álbum da policia há mais de 10 anos. Cento e Cinquenta há muito tempo adquiriu idade para trabalhar, mas gosta mesmo é de enchada de cabo longo… Para ficar mais longe do trabalho! Mas, como todo cidadão brasileiro, de algum modo ele precisa auferir algum tipo de renda. Consta em sua qualificação policial que sua profissão é ‘fretista’… Que faz fretes! Por isso, vez por outra, leva umas barangas de farinha do capeta de um lado a outro da cidade e, as vezes, também passa as mãos leves em bens alheios!
Visando uma renda maior, esta semana, Cento e Cinquenta resolveu montar uma empreitada mais lucrativa…! Convidou os amigos Guilherme Marcos Ribeiro e Guilherme Augusto Ribeiro e decidiram tomar um malote recheado de dimdim do Supermercado Alvorada! Para isso usariam uma moto Honda XRE 300, um Uno Mille e um revolver Taurus calibre 38! Planejaram tudo direitinho. Cento e Cinquenta ficou com pinta de somongó nas imediações do supermercado e acompanhou o carro do malote em direção ao banco do Brasil. No semáforo da Praça Santa Rita ele apontou o dedo indicador para os ‘sócios’ que esperavam na moto preta e seguiu na frente, para espera-los atrás da rodoviária onde trocariam de veiculo para dobrar a serra do cajuru…! Quando o ‘carro forte’ do supermercado estacionou ao lado do BB, a dupla de Guilhermes saltou da moto, sacou o trabuco e…!
O sucesso de toda operação policial, por mais singela que seja, depende sempre de informações & planejamento! Se a policia tem informação sobre um crime acontecido ou na iminência de acontecer, ela poderá esclarecê-lo, ou no caso, evita-lo! As informações, quando não vazam dos próprios bandidos, vem de terceiros, os quais a policia chama de informante, os bandidos de chamam de “cagueta” ou “Xis 9” e o Blog do Airton Chips chama de “Amigos Ocultos da Lei”…! Voce leitor, pode escolher o nome que você quiser. O fato é que a empreitada do Cento e Cinquenta e seus ‘socios’ vazou! Horas antes da realização do roubo os homens da lei já sabiam do veneno e prepararam o antídoto…!
Por isso, quando os dois Guilhermes saltaram da moto e apontaram o trezoitão com três azeitonas para o ‘carro forte’ do supermercado, ouviram aquela frase de filmes de Clint Eastwood nas ruas de São Francisco na California…
– “Mãos ao alto… É a policia”!
No instante em que Guilherme Dedinho e Guilherme Augusto recebiam as pulseiras de prata da lei, há poucos metros dali, ao lado da rodoviária, Rafael Cento e Cinquenta era abordado por outra equipe da policia militar! E lá foi o trio sentar ao piano do delegado Mario Martins para assinar o 157!
A recém criada ‘firma’ de Rafael Cento e Cinquenta, 31 anos, abriu falência… E mais uma vez ele se mudou da Rua Adolfo Carneiro para a Rua das Rosas… Mais precisamente para o Hotel Recanto das Margaridas!