Motoqueiro Fantasma em Pouso Alegre

 

Com a crise financeira fazendo o brasileiro médio vender o almoço para comprar o jantar, os meliantes de plantão também estão apelando para os bens alheios… E estão fazendo até plantão noturno!

Perambulam por aí noite adentro à procura de alguém que esteja dando sopa para malandro em prato fundo…! Onde veem um carro ou uma moto quietinha e sem companhia, eles a levam para casa… Ou para o desmanche mais próximo!

Foi assim que a motoca Yamaha YBR vermelha do jovem Adriano da Silva Domingos trocou de mão…! Adriano estacionou sua motoca na frente da funerária Santa Edwiges no final da noite de quinta e foi cuidar da vida… Ou será que foi cuidar da morte!?

Enquanto isso um rato de madrugada ou um fantasma cuidou de sua moto. Às cinco da manha quando Adriano foi pegar a moto, só o pó! Ela havia ido embora nos braços de outro!

Na porta da funerária…! Seria um fantasma?

Roubo na entrada da garage no Fatima

 

Adriano Velozo: O assaltante do portão da garage" caiu...!

Adriano Velozo: O assaltante do portão da garage” caiu…! Ele ficou pouco mais de um mês em liberdade!

Depois da onda do “crime das ‘michas’” – onda que durou pouco mais de um mês e passou sem ninguém ter sido preso! – agora é a vez da onda do “roubo na entrada da garage”!

É aquela em que você chega em casa depois do trabalho ou da balada, aciona o controle do portão e quando vai entrar… Um guampudo encosta um trabuco na janela, faz cara feia e manda você abrir a porta…!

Essa abordagem pode acontecer a qualquer momento! Pode ser no inicio da noite, no meio da noite ou de madrugada!

Se o guampudo levar apenas o carro, você ainda sai no lucro… Às vezes ele se convida e entra para tomar um cafezinho!!!

Mas dá pra evitar esse tipo de roubo sem passar sufoco… Basta ficar atento e não ter pressa em entrar em casa!

O “roubo na entrada da garage” tem acontecido com certa frequência nas ultimas semanas em Pouso Alegre!

Na ultima quinta feira, 02, foi a vez da minha amiga Cristina ver a coisa preta… Ou pelo menos morena!!

Ela chegava em casa, no Fatima I, na noite ainda criança e quando apontou o carro na porta de casa, um sujeito moreno alto e… feio, deu a ordem para ela descer  do carro e deixar a chave na ignição!

Apesar da cara feia, o assaltante até que foi delicado… Não disse nenhum palavrão! Antes de descer do carro Cristina meteu a mão na buzina! Sem saber que era ela, seu sobrinho saiu para atender…! E sem saber a reação do jovem, o assaltante desistiu do roubo e dobrou a serra do cajuru!

Vinte e duas horas depois, no mesmo bairro, foi a vez da minha outra amiga S.C. sentir o frio na espinha…!

     A noite mal havia estendido seu negro véu quando ela encostou no portão de casa. Antes de o portão abrir, um sujeito moreno alto e… feio, encostou do outro lado da porta e mandou ela descer!

     Stela pensou e agiu rápido…! Engatou primeira, acelerou e se afastou do portão… Deixando o ladrão com a calça na mão!

     Com a calça na mão mesmo o assaltante ficou minutos depois quando os homens da lei chegaram… Ele foi abordado há poucos quarteirões do local do frustrado assalto e recebeu as pulseiras de prata!

      Adriano Donizete Velozo,  ‘cadeieiro véio’ foi levado no taxi do contribuinte para a DP, sentou ao piano e assinou o 157.

    Como no Hotel do Juquinha em Pouso Alegre, há varias semanas ostenta plaquinha na portaria com os dizeres: “ Não há vagas”, Adriano foi se hospedar no Hotel do Contribuinte de… Alfenas!

      Adriano Donizete Velozo, 39 anos está na estrada do crime desde 1995. Seu currículo é bastante versátil… Tem 147, 155, 157, 168, 180 do código penal e o 10 da extinta 9437! Ele deixou o lar-doce-lar do Hotel do Juquinha no dia 25 de abril de 2015! Foi matar a saudade dos companheiros de caminhada…!

 

Drogas no Apice em Extrema

& Bruno: Os formiguinhas do Posto Apice!

& Bruno: Os formiguinhas do Posto Apice!

Rana...

Rana…

Há tempos os homens da lei de Extrema andam filmando os passos do cidadão Raniel Aparecido da Silva Barbosa… Segundo denuncias de amigos ocultos da lei, ele costuma marcar ponto do Posto Apice, onde, em parceria com o gerente Bruno Rodrigo Perez Alberti, distribui cocaína no varejo.

No final da noite desta quinta, 02, os homens da lei resolveram ficar na moita nas imediações, a espera de um possível cliente. Não tardou encostou o VW Gol vermelho ocupado por duas pessoas e “Rana” se aproximou. Ti-ti-ti daqui, ti-ti-ti dali, Rana pegou uma cédula de cinquenta, se afastou, foi até a loja de conveniência e voltou com duas latas de loira gelada pra disfarçar…! No instante seguinte os homens da lei saíram da moita e deram o pulo… Pegaram formiguinhas e nóias com a mão na massa! Na verdade o cliente Valdeci, do gol vermelho, estava com a baranga de farinha do capeta no bolso… Havia acabado de compra-la de Rana! A cédula de cinquenta reais estava no caixa de Bruno!

A viagem para Hotel do Contribuinte foi no Taxi do Robertão...!

A viagem para Hotel do Contribuinte foi no Taxi do Robertão…!

Desceram todos, formiguinhas e nóias no taxi do contribuinte para Delegacia Regional de Pouso Alegre.

Valdeci e o companheiro Marcos Paulo admitiram que são usuários de cocaína e contaram com detalhes que costumam comprar a droga de Rana e Bruno em outras ocasiões.

– Eu entreguei uma nota de cinquenta para Rana, ele foi lá dentro da loja de conveniência onde estava Bruno e voltou com a baranga de farinha…! – Contou Valdeci.

– Eu comprei duas latas de cerveja e paguei com duas notas de cinco – contou Marcos Paulo

Essa foi fácil para o delegado de plantão! Nem ficou com remorso! Enquadrou Valdeci e Marcos Paulo no 28 e Rana e Bruno no 33.

No final da manha desta sexta, 03, o gerente do Posto Apice, Bruno Rodrigo e seu fiel escudeiro Rana, comerciante de farinha, pegaram o Taxi do Magaiver e voltaram para Extrema… Mas foram direto para o Hotel do Contribuinte!

Amigo entrega assaltantes da lotérica pra policia

Wesley  e a  mesma blusa azul usada no assalto à casa lotérica da Rua Comendador Jose Garcia no Dia dos Namorados!

Wesley & Falcão: Os assaltantes de casas lotéricas apostaram no crime… Mas deram azar!

Apesar do diminuto quadro de pessoal para investigar tantos furtos e roubos na cidade, sempre que acontece um novo crime os detetives mudam o foco, arregaçam as mangas e vão à luta!

Depois do assalto desta quarta na Lotérica Central, a mesma que havia sido assaltada na ultima sexta, 26, os pupilos de delegado Gilson Baldassaris fizeram uma pausa na investigação de trafico de drogas para seguir uma pista dos roubos da lotérica.

Na manhã desta quinta, enquanto juntavam e analisavam imagens dos assaltantes gravadas pelas câmeras de segurança, chegou a informação fatal!  Um amigo oculto da lei dizia com todas as letras o nome e endereço dos dois assaltantes que roubaram na sexta! Mesmo sem um mandado de busca ou de prisão, os detetives Teobaldo e André resolveram fazer uma visita ao suspeito Wesley Roberto Marcondes Mina. Ao chegar ao local esbarraram numa equipe da policia militar com o mesmo objetivo… Eles haviam recebido a mesma informação!

Wesley foi abordado na porta da casa da namorada, na Rua 15, no Bairro Jatobá. Sem querer o suspeito acabou se delatando… No momento da abordagem ele vestia a mesma roupa usada no roubo da casa lotérica da Afonso Pena na sexta feira quando foi pilhado na fuga pela câmera de uma residência vizinha. Convidado a explicar a coincidência do traje, Wesley acabou confessando o crime e levou os policiais à sua residência no Cidade Jardim. Lá, policia civil e militar apreenderam mais evidencias do crime. E Wesley confessou mais… O assalto à casa lotérica “Loteria da Sorte”, na Rua Com. Jose Garcia, no dia 12 de junho também foi obra sua. No assalto no dia dos namorados Wesley agiu sozinho. Na ultima sexta, na Afonso Pena, contou com ajuda do ‘parca’ Antônio Falcão da Cunha para ‘acertar na loteria’ e fugir levando R$ 1.635.

Com a casa derrubada, o craque Falcão, quero dizer, o assaltante Falcão, também residente no Cidade Jardim, recebeu as pulseiras de prata e admitiu o crime.

As imagens gravadas pelas câmeras próximas aos locais dos roubos são as provas indubitáveis da autoria dos crimes. Foram estas provas – calças, blusas, tênis, bonés – que convenceram o homem da capa preta a aceitar o pedido do delegado Clauber Moura e decretar a prisão preventiva da dupla “Wesley & Falcão”. Os assaltantes de primeira viagem ambos com apenas 18 anos de idade, estão agora por conta do Homem da Capa em algum Hotel do Contribuinte da região!

As detenções provisórias que viraram prisão preventiva dos ‘apostadores’ da casa lotérica contaram com a sintonia perfeita entre as duas equipes da Policia Civil e Policia Militar!

Wesley Roberto e o boné que o levou em cana...!

Wesley Roberto e o boné que o levou em cana…!

O amigo oculto da lei que passou a informação precisa e preciosa para as duas policias, certamente tinha um motivo muito forte para querer encerrar precocemente a carreira criminosa da jovem dupla…! Quem será!?

Falta agora outro amigo oculto da lei caguetar a dupla que assaltou a lotérica central nesta quarta primeiro de julho! Você sabe quem foi? Ligue 181 ou 190…! A sociedade agradece!

 

PM acaba com a farra do assaltante dos celulares

Allan Machado ja conhece o Hotel do Contribuinte!

Allan Machado ja conhece o Hotel do Contribuinte!

Passava a garotinha P.M.J., 14 anos, pela João Beraldo no final da tarde desta terça, distraída pensando na morte da cabritinha, quando de repente um guampudo saltou de uma bicicleta, se aproximou, levou a mão à cintura sugerindo estar armado e anunciou o roubo…

– Passa o celular e fique quieta!

Que azar do assaltante!

Apesar da pouca idade a garotinha além de arretada, tem muita estima pelo seu aparelho Sony Xperia Ultraduo… Não tanto pelo seu valor que oscila na casa dos dois mil reais! Mas pelos segredos que ele guarda! Por isso ela disse ‘na-na-nin-na-não’ ao jovem assaltante de cara limpa.

O assaltante, no entanto, não aceitou o ‘não’ como resposta! Pulou sobre ela e tomou-lhe o aparelho celular.

Quando ele se afastou para montar na bicicleta, a garotinha pulou sobre ele tentando recuperar seu aparelhinho confidente… Mas levou a pior! Na luta para recuperar seu aparelho, P.M.J. recebeu um empurrão, caiu ao chão e ainda recebeu um chute no rosto!

Quando transeuntes tentaram segurar o agressor de adolescentes indefesas, ele montou a magrela e dobrou a serra do cajuru! Não foi longe… Na Vereador Antônio Costa Rios, no velho Aterrado, antes de entrar na quebrada da Sapucaí onde mora, ele caiu nas malhas da lei.

Embora tenha sido reconhecido pela vitima e testemunhas do roubo, ao sentar ao piano do delegado Clauber Moura, o assaltante Allan Machado dos Santos, 19, negou o obvio…

Observe a falha na sobrancelha do moço...!

Observe a falha na sobrancelha do moço…!

– Que nada, doutor… Eu achei o celular na rua!

… E o jovem delegado achou um artigo para enquadrar o meliante! O 157 do Código Penal! Artigo que Allan Machado já conhece… Ele já foi enquadrado neste mesmo artigo anteriormente e passou uma temporada vendo o sol nascer quadrado. Saiu recentemente de uma prisão em Uberaba, segundo ele!

Mas o I.P. não para por aí.  Nas ultimas semanas, roubos a transeuntes como esse tem se repetido na região central de Pouso Alegre. O modus operandi e a fisionomia do assaltante são as mesmas de Allan Machado. As vitimas também são sempre as mesmas… Garotinhos e garotinhas indefesas! Pelo menos dois casos semelhantes já foram identificados.

O delegado de Furtos & Roubos da área da Aisp 109 sugere que as vitimas procurem a DP para formalizar queixas e fazer o reconhecimento do assaltante!  Quanto mais BOs ele responder, mais tempo as adolescentes e mulheres indefesas ficarão livres do assaltante dos celulares!

Motoqueiros acertam na loteria…

 

O arriscado jogo de ganhar na lotyeria sem jogar, garante pelo menos 1.825... Dias atras das grades!

O arriscado jogo de ganhar na loteria sem jogar, garante pelo menos 1.825… Dias atras das grades!

O jogo perigoso aconteceu às quatro da tarde desta quarta, 01, dia se sorteio de Mega Sena… A dupla no entanto não precisou preencher e registrar nenhuma cartela para ganhar R$ 15 mil! Bastou entrar na loja de jogos, pular o guichê e recolher o dim-dim nos caixas!

Neste arriscado tipo de jogo é preciso pelo menos dois apostadores para tentar a sorte…! Enquanto o primeiro pula os guichês, o segundo fica na porta apontando um trabuco para manter funcionários e clientes com as mãos à vista. Se alguém se mexer… Deu azar!

É necessário também uma motoca que deve ficar ligeiramente afastada da casa lotérica, para que as testemunhas não vejam a placa… Senão também dá azar!

Os dois moços que acertaram na loteria Central, na Afonso Pena, no centro de Pouso Alegre, ganharam um premio razoável: R$15 mil! E dobraram a serra do cajuru virando a esquina da João Beraldo numa motoca – talvez Honda Titan – preta!

Mas coloquem as barbas de molho, pois quem tem sorte no jogo geralmente tem azar no amor ou… Com a lei!

 

A mesma casa lotérica Central da Afonso Pena foi assaltada na sexta feira, 26, a menos de uma semana. O assalto aconteceu de manhazinha, logo que a casa abriu. Por isso os apostadores levaram um premio insignificante! R$ 1.635.

Oito da manha é hora de assaltar casa lotérica? O único estabelecimento que tem dinheiro a essa hora da manhã é padaria!!!

Os ‘apostadores’ da sexta feira, além de não ter logística, não tem sorte! Eles acabam de ser presos pela policia civil. Os detalhes desta investigação você vai saber logo mais aqui no blog…!

Só para lembrar… A dupla – Adriano & Handerson – que ‘ganhou’ quase quinze mil na Lotérica dos Milhões, no dia 14 de março do ano passado e acabou matando o policial Gabriel Alvarenga, já gastou todo o dinheiro do premio e agora ganhou 22… Vinte e dois anos de cadeia cada um!

 

Farinha no saco e maconha na sacola

Farinha e erva marvada... e cheirosa!

Farinha e erva marvada… e cheirosa!

A caguetagem de amigos ocultos da lei da pequenina Córrego do Bom Jesus – cidade com superpopulação de delegados de policia e do – quase – santo padre Afonsinho – na escarpa da Serra da Mantiqueira, ao pé da noite desta terça era um pouco vaga…

– Eles foram buscar a droga em Cambuí… O Nei e o Sujeira! Eles foram num Uno Mille cinza! Não sei quando voltam! Mas vão trazer drogas…! – dizia o amigo oculto através do 190.

Desde então os policiais de Córrego e de Cambuí passaram a sentir o cheiro dos traficantes. Sentiram primeiro o cheiro da erva marvada… Ela estava em uma sacolinha de plástico enrolada em uma camiseta que os meliantes tentaram dispensar na beira da Rodovia MG 295 quando avistaram a ‘arca de noé’…! Depois de perseguidos e presos, Claudinei e Paulo Roberto passaram por uma revista minuciosa. Foi aí que os policiais encontraram o resto do cheiro… Quinze barangas de farinha do capeta no saco, quero dizer, na cueca de Nei!

Saco...

& Sacola…

...& Sacola!

Saco …

Paulo Roberto “Testudo” “Sujeira” da Silva, 29 e ClaudiNei Raimundo, 35, pilhados com a droga na sacola e no saco, nem tentaram tapar o sol com a peneira. Aliás, falaram apenas que não tinham nada a dizer! E em silencio assinaram o 33.

Com os presídios da região de Pouso Alegre parcialmente interditados pela justiça, só Deus sabe onde Sujeira e Nei foram se hospedar!

 

89 anos e meio de cadeia para assassinos do policial

O policial Gabriel morreu pouco antes de se aposentar...

O policial Gabriel estava prestes a se aposentar…

O assalto à casa lotérica “Loteria dos Milhões” aconteceu no meio da tarde do dia 14 de março de 2014 na Praça Garcia Coutinho, atrás da Catedral em Pouso Alegre. Dois motoqueiros saltaram de uma Honda Bros – que se apurou depois, era roubada – entraram na lotérica e estabanados anunciaram o roubo. Enquanto um deles ficou na porta brandindo o trabuco Taurus 38, aterrorizando os clientes e funcionários da lotérica, o outro se serviu nos caixas. Em menos de um minuto, sob o olhar estupefato e amedrontado das pessoas colocou tudo que pode carregar numa mochila… Cerca de R$ 14 mil.

Dentre os clientes da casa lotérica estava o policial militar Gabriel Machado Alvarenga, lotado no destacamento policial da vizinha Silvianópolis, à paisana.

Consumado o crime de roubo a dupla montou na motocicleta a fim de dobrar a serra do cajuru. Neste momento a moto roubada, com ligação direta, ‘engasgou’ e por alguns segundos os assaltantes ficaram no mato sem cachorro! Aproveitando esta deixa, o policial Gabriel que, embora à paisana, levava sua arma, tentou impedir a fuga. E foi alvejado pelo assaltante com um tiro na região abdominal! Contou uma testemunha, que o experiente policial assumiu postura de defesa, apoiou um joelho no chão para reduzir seu próprio alvo, apontou sua arma e ordenou que parassem. O assaltante que ficara o tempo todo brandindo o trabuco desobedeceu e atirou. O projétil atingiu a região abdominal de cima para baixo, caminhado para a região femural, riquíssima em vasos sanguíneos, o que causou a hemorragia fatal! O subtenente Gabriel Alvarenga, 47, prestes a se aposentar, morreu no inicio de madrugada de sábado no Hospital Regional!

 

Adriano Vieira  além de fazer a coleta na casa lotérica pilotou a moto roubada na fuga...

Adriano Vieira além de fazer a coleta na casa lotérica pilotou a moto roubada na fuga…

Após atirar no policial a dupla de assaltantes conseguiu fugir subindo a avenida na moto roubada para tal. Um velho Passat com um comparsa os esperava a poucos quarteirões dali numa viela do Bairro Saúde. Pouco tempo depois seguindo os rastros do Passat a policia militar chegou ao Jardim São João e o encontrou numa oficina mecânica, ainda com sangue fresco de um dos assaltantes que havia sido ferido de raspão pelo policial.

Próximo da oficina onde o Passat foi localizado, os homens da lei prenderam Ângelo Gabriel Francisco Costa da Silva e sua esposa Thamires Danielle Ferreira, dona do Passat usado para dar fuga aos ladrões. Em sua casa os policiais surpreenderam os assaltantes fazendo a partilha da res furtiva. Os executores do roubo na lotérica, Handerson e Adriano, conseguiram fugir da investida policial, mas acabaram sendo presos horas mais tarde.

O mecânico Jean Felipe Mendes de Oliveira também foi preso suspeito de pertencer à quadrilha. Quando foi abordado na oficina onde foi encontrado o Passat com o motor ainda quente e marcas de sangue, ele teria dito aos policiais que o carro estava ali há três dias para conserto.

Clayton Augusto providenciou a arma para o assalto...

Clayton Augusto providenciou a arma para o assalto…

No decorrer das investigações a policia civil descobriu um ‘terceiro’ envolvido no assalto à lotérica e consequente assassinato do policial. Nos celulares dos latrocidas Handerson e Adriano, havia ligações e mensagens de Clayton Augusto de Souza nas quais ele perguntava sobre o andamento do assalto, pois precisava devolver a arma usada no crime para o seu dono. Com isso a policia descobriu que ele, além de um dos mentores do malfadado roubo à lotérica, havia fornecido o trezoitão para o roubo!

 

Handerson Gonçalo Evangelista: Ele atirou no policial...

Handerson Gonçalo Evangelista: Ele atirou no policial…

As audiências dos envolvidos no roubo à lotérica e assassinato do policial no ano passado foram tensas e tumultuadas. Familiares do policial assassinado pressionavam por justiça. Familiares do mecânico Jean Felipe pressionavam pela sua absolvição, alegando sua inocência!

E a justiça se fez!

A sentença do Juiz Tulio Marcio Lemos Mota Naves saiu no dia 03 de junho. O total da pena imposta à quatro dos envolvidos no latrocínio soma 89 anos e meio de cadeia!

 

*Clayton Augusto de Souza, participou do planejamento e forneceu a arma usada no crime: 22 anos.

*Adriano Viana de Oliveira, entrou na casa lotérica, pegou o dinheiro e conduziu a moto roubada: 23 anos e 6 meses.

*Handerson Gonçalo Evangelista, ficou na porta da lotérica ameaçando as pessoas e atirou no policial: 23 anos;

*Angelo Gabriel Francisco Costa da Silva, participou do planejamento, pegou o carro da mulher, foi buscar a dupla no bairro da Saúde e os levou para sua casa: 21 anos.

 

o "Anjo" Gabriel usou o Passat da esposa para dar fuga à dupla...

o “Anjo” Gabriel usou o Passat da esposa para dar fuga à dupla…

Por se tratar de crime hediondo, os quatro condenados deverão cumprir ao menos dois terços de suas penas no regime fechado, em uma penitenciaria qualquer do Estado.

O douto magistrado entendeu que Thamires Danielle, esposa de Angelo Gabriel, não sabia dos planos e do crime cometido pelo marido…

Entendeu também que o mecânico Jean Felipe, embora tenha dado a resposta errada, na hora errada aos policiais, também não teve nenhuma participação no hediondo crime.

Portanto, Thamires Danielle Ferreira e Jean Felipe Mendes de Oliveira foram absolvidos e retomaram a liberdade.

 

Tentativa de Homicídio no São João

Marcelo Aparecido Rodrigues tentou matar a esposa... De novo!

Marcelo Aparecido Rodrigues tentou matar a esposa… De novo!

Ao pezinho da noite de sábado, 27, a policia militar foi chamada ao Jardim São João, onde segundo populares havia uma mulher agonizando em via publica! Quando chegou ao local, os policiais encontraram apenas as marcas de sangue na calçada da Rua Curruira. A mulher havia sido socorrida por uma equipe do Samu e levada para o Hospital Regional com ferimentos aparentes na cabeça.

Após ser medicada e internada no nosocômio  para observação Geovana Maris da Silva concedeu entrevista ao policiais…

– Foi o meu marido…! o Marcelo Aparecido Rodrigues… Nós brigamos e ele me expulsou de casa. Eu falei pra ele que não tenho para onde ir, por isso ele tentou me matar… Ele me bateu na cabeça com uma enxada!

No final da manhã ensolarada do domingo dia 04 de março de 2012, quando voltava da missa, ao passar pela Rua Cel. Campos do Amaral, o jovem Paulo Roberto Bernardes Neto ouviu uma discussão de casal. Como manda o velho ditado, P.R. não meteu a colher na briga de ‘marido & mulher’. Antes que ele virasse a esquina, no entanto, ouviu gritos de desespero e de dor. Ao olhar para trás viu o tal marido à cavalo na mulher com uma faca de cozinha no seu pescoço! Agora já não era mais briga de marido e mulher… Era tentativa de homicídio! E ele entrou em cena. Desarmou o valentão, tomou-lhe a faca, segurou-o pelos colarinhos e o entregou aos homens da lei!

Sabe quem era o ‘marido’ que o jovem desarmou e prendeu? Marcelo Aparecido Rodrigues…!

Sabe quem era a mulher que foi salva pelo jovem das garras do marido desvairado? Geovana Maris da Silva…!

Por causa dessa tentativa de homicídio contra a esposa, Marcelo, que já figurava no álbum da policia por furtos e roubos, passou uma temporada de férias no Hotel do Juquinha. Saiu um ano depois, em condicional! No sábado depois de tentar matar a esposa com golpes de enxada, quando a policia chegou, Marcelo Aparecido não apareceu para dar entrevistas… Ele já havia dobrado a serra do cajuru! Mas a batata está assando pra ele!

Geovana sobreviveu a mais uma investida homicida do marido! E Agora? Pra aonde ela vai?

 

Comerciante prende assaltante em Camanducaia

Camanducvai IIQuatro horas da manhã na gelada Camanducaia. A alguns quilômetros dali, no jovem Distrito de Monte Verde, que sustenta a velha cidade com o dinheiro do turismo, a temperatura já havia chegado a zero.

Na bi-centenaria cidade às margens da Fernão Dias a temperatura estava prestes a subir! Kilder, Danilo e suas namoradas Camila e Tatiane estavam jogando conversa fora e suco de cevada para dentro, no Bar do Ze Flor…! Para se proteger do frio, baixaram as portas! De repente uma das  portas se levantou de supetão e dois novos clientes entraram… Não eram clientes comuns. Não queriam loiras geladas, suco de gerereba petiscos ou caldinho de feijão! Queriam dim-dim!

Cada um brandia uma ‘lapiana’. O primeiro sacou uma faca de açougue, encostou no pescoço de um cliente e o outro que levava uma faca de cozinha passou a fazer a coleta… Dinheiro, celular…! Quando o mais novo, o da faca de cozinha foi para trás do balcão recolher a bufunfa do caixa, o outro resolveu baixar a porta do bar por onde entraram, para ficarem mais à vontade!

Foi neste momento de distração que perderam o controle da situação…! Aproveitando a deixa o medico que estava com o pescoço perto da facona branca agarrou o braço do primeiro assaltante, lutaram e o desarmou! No mesmo instante os demais dominaram o segundo assaltante e tomaram sua faca de cozinha! O da faca de açougue, vendo-se desarmado, conseguiu passar sebo nas canelas e dobrar a serra do cajuru. O ‘auxiliar’ de cozinha foi desarmado, dominado e entregue de mãos beijadas aos homens da lei.

Ao receber as pulseiras de prata o jovem assaltante Gabriel Heleno da Silva, morador da vizinha Itapeva, ainda tentou tapar o sol com a peneira para fugir das malhas da lei…

– Eu sou ‘dimenor’, ou sou ‘dimenor’… – choramingava ele!

Teria consegui se não fosse a boa memoria e os arquivos da policia de Camanducaia. Apesar da pouca idade a foto do artista está no álbum da policia há anos… Furtos, roubos e uso de drogas. Gabriel havia completado 18 aninhos na quarta feira dia de São Joao, três dias antes do malfadado assalto no Bar do Zé Flor. Que aliás, para os assaltantes não é flor que se cheire!

Uma façanha no entanto, Gabriel conseguiu… Manter o código dos ‘parças’ incólume! Não dedurou o parceiro da faca grande!

– Eu nem conheço o cara… Eu ia passando na rua, ele me chamou para fazer a fita. Nunca vi o cara mais gordo! – Contou o fracassado assaltante, sem ficar vermelho!

Depois de assinar o 157 na Delegacia Regional de Pouso Alegre, Gabriel Heleno pegou o Taxi do Magaiver e voltou pela Fernão Dias… Mas passou direto por Camanducaia, por Itapeva e foi se hospedar no velho Hotel de Extrema!