Caçadores de Pokémon viram caça em Ouro Fino

A febre da caça aos Pokemons tem levado adolescentes e adultos a situações delicadas nas ultimas semanas! Tem gente que deixa de comer para caçar os bichinhos virtuais! Outro dia havia dois marmanjos se rastejando pelo chão como se estivessem tentando surpreender o inimigo num campo de batalha, na porta de uma delegacia de polícia da capital… Acabaram tomando uma tremenda bronca – e uns puxões de cabelos – dos policiais de plantão.
A caça aos bichinhos faz as pessoas perderem totalmente a noção do perigo. Se roubar celular do bolso da bermuda ou da blusa já era mamão com açúcar, agora então, pegar os celulares da ponta do braço de jovens incautos tornou-se brincadeira de criança…!
Lucas, Daniel e Mateus são as mais novas vítimas dos ladrões de celulares – e de Pokemons!
Ao pé da noite desta quarta feira o trio de adolescentes, moradores de Inconfidentes, foi caçar Pokémon em Ouro Fino. Estavam nas imediações da E.E. Cel. Paiva prestes a capturar os bichinhos quando de repente… Foram capturados! Dois malacos de caras feias surgiram do nada! Um deles exibiu uma faca de cozinha e capturou seus aparelhinhos de caçar Pokemons!
Nem os nomes bíblicos dos três estudantes de agronomia conseguiram salvar seus celulares! Além de os meliantes terem se misturado rapidamente na penumbra da noite fria da cidade abençoada por São Francisco de Paula, quase todos os policias da cidade estavam empenhados com roubo de padaria e tráfico de drogas e não puderam caçar os ‘caçadores’ dos caçadores de Pokemons! O máximo que os garotos Lucas, Daniel e Mateus conseguiram foi uma carona no taxi do contribuinte de volta para a Escola Federal de Inconfidentes… De onde não deveriam ter saído para caçar Pokémon!

Policia Militar prende “Granfino” em Ouro Fino

A prisão do traficante aconteceu ao pé da noite desta quarta feira.

A policia militar da terra do “Menino da Porteira” chegou até a residência do cidadão Luiz Fernando Silva dos Reis, no bairro Contenario, através de denuncias anônimas de amigos ocultos da lei. Depois de conseguir o ‘mandamus’ do Homem da Capa Preta, os policiais fizeram uma breve campana nas imediações da casa do investigado observando o movimento. Constatando que na casa do moço entrava e saia mais gente do que formiga em galinheiro, os policiais deram o bote. Apreenderam dinheiro de ‘porta de igreja’, varios celulares e 35 pedras de crack embaladas em plástico de ‘chupa-chupa’, prontas para comercio.
Luiz Fernando, o “Granfino”, 39 anos, tentou tapar o sol com a peneira…
– Essa droga é do meu irmão! – disse ele. Mas não colou.Além de as denuncias apontarem Granfino como dono da ‘biqueira’, as barangas estavam mocosadas entre suas roupas, no seu armario!
Desde a manha desta quinta feira, “Granfino” está hospedado no velho Hotel Menino da Porteira!

Assaltante escapa de linchamento em Ouro Fino

Em busca de dinheiro para pagar divida de drogas, o meliante passou pelo buraco da agulha depois de assaltar uma padaria no centro… E levou com ele seu fornecedor de ‘pedra’!
Eram cerca de oito da noite desta quarta quando o cliente entrou na Lanchonete e Padaria Rainha, pediu três pães, pagou e, aproveitando que estava na frente do caixa, resolveu fazer uma retirada! De repente o moço fez cara de mau, levou a mão por baixo da blusa de ‘mano’ sugerindo estar armado e mudou o discurso…
– Perdeu ‘Mané’… Isso é um assalto! Me passa todo dim-dim do caixa senão mando bala!
A jovem balconista Ana Paula levou um susto tão grande que ao invés abrir o caixa e entregar o dinheiro ou simplesmente ficar petrificada, ela saiu correndo gritando para os fundos da padaria! Sem ninguém para serví-lo, e tendo poucos minutos para realizar a proeza, o assaltante Adolfo Leite Neto, o “Flamel”, pegou o caixa e saiu correndo com ele pela rua em direção ao Jardim da Luz. E fez muito bem em correr, pois logo atrás dele veio a dona da padaria com a boca no trombone.
Ao ouvir seus gritos de pega ladrão, transeuntes que passavam também passaram a perseguir o assaltante pelas ruas, até que ele abandonou a caixa registradora no meio da rua e embrenhou-se num matagal nas proximidades. Quando os homens da lei chegaram encontraram Flamel dentro de um buraco, encoberto por galhos e folhas para se esconder dos populares… e de um possível linchamento!
Já com as pulseiras de prata da lei nos pulsos, Flamel, figurinha fácil no álbum da policia, deu uma justificativa bem original para seu ato criminoso:
– Eu fiz a fita na padaria para pagar uma divida de droga! O Danilton falou que vai me matar se eu não pagar ele hoje! Ele inclusive estava perto da padaria me dando cobertura…– choramingou o assaltante pé-de-couve!
Diante da argumentação de Flamel, os homens da lei foram fazer uma visita surpresa ao cidadão Danilton dos Reis Vitorino, na rua Dona Bina. Durante buscas em sua residência os policiais encontraram 16 barangas de pedra bege fedorenta mocosadas nos caibros do teto do banheiro!
Segundo o BO, não ficou comprovada a participação de Danilton no roubo à padaria. Mesmo assim ele também recebeu as pulseiras de prata e desceu no taxi do contribuinte para a delegacia regional de Pouso Alegre onde sentou ao piano e assinou o 33.
Ao pé da manha desta quinta o assaltante drogadito e seu fornecedor pegaram o taxi do Magaiver e voltaram juntos para Ouro Fino… Mas foram direto para o velho Hotel Menino da Porteira!

Estupro de incapaz em Extrema…

Garotinho de 13 vinha sendo abusado pelo irmão desde os 6 anos de idade!
O caso só veio à tona porque uma irmã dos envolvidos chegou em casa e surpreendeu os irmão nús, no cometimento do coito anal!
O fato se deu no inicio da tarde desta terça feira. Ao chegar em casa a jovem pegou os irmãos A.B.S. e Laudiel com as calças na mãos. Os pais dos meninos foram informados do caso, chamaram Laudiel na chincha e chamaram a polícia.
Submetido a exames médicos no IML de Pouso Alegre, acompanhado de uma conselheira tutelar, o menor A.B.S. contou que o abuso vinha acontecendo desde que ele tinha 6 anos de idade!
– Meu irmão falava que se eu contasse para alguém, ele seria preso, e depois que saísse da cadeia me matava…! – disse o garoto agora com 13 anos.
Antes que os homens da lei chegassem para registrar o BO na residência dos pais, Laudiel dobrou a serra do cajuru. Embora tenha fugido do flagrante, a batata está assando pra ele! Laudiel vai responder por estupro de incapaz!

PM prende traficante no Fórum Orvietto Butti

O moço foi sentar ao piano do Homem da Capa Preta para tentar se explicar sobre um BO de trafico, mas já estava condenado em outro!

Tem meliante por aí respondendo a tantos processos em liberdade que nem sabem o andamento deles… De repente, quando comparecem ao Forum para mais uma audiência, saem de lá com as pulseiras de prata, condenado por outro crime!
Esse foi o caso do cidadão Diego Lima Anselmo dos Santos, o vulgarmente conhecido por “Digão” e “Mano do Chá”!
Diego “Mano do Chá” foi preso pela PM no meio da tarde do dia 2 de abril no velho Aterrado. Na ocasião, quando os homens da lei deram o bote certeiro, ele estava na garupa do parça Jeferson Ricardo Lopes Pegoraro levando capsulas vazias e barangas cheias de farinha do capeta. Antes disso, em 2014 e 2015 ele já havia caído nas malhas da lei em São Gonçalo do Sapucaí, também com cocaína, dirigindo motocicleta roubada.
Nesta terça feira quando compareceu ao Forum da Comarca de Pouso Alegre, atendendo intimação judicial, descobriu-se que ele já estava com mandado de prisão decretada.
O mandado de prisão foi descoberto pela Policia Militar, que o reconheceu no álbum dos meliantes e consultou sua capivara.
Digão “Mano do Chá” pegou o taxi do contribuinte no Forum e seguiu direto para o Hotel do Juquinha!

Roubo na Camara Municipal de Pouso Alegre

Meliantes mantiveram o vigia como refém durante três horas e levaram toda aparelhagem de informática em um carro oficial da própria câmara!

IMG_1098[1]

O roubo aconteceu na hora da assombração: meia noite desta terça feira, 09! Estava o vigia Jose Donizete Marciano na solidão da guarita da Rua Luiz Carlos dos Reis, quando três meliantes encapuzados chegaram à pé. Um deles sacou o trabuco e limitou sua ação à entrega das chaves da Casa de Leis. Obrigado a usar as próprias pulseiras de prata nos pulsos, além de pulseiras de plástico nas pernas, o vigia ficou durante cerca de três horas sob a mira do trabuco do assaltante, ouvindo ameaças de morte. Enquanto isso os dois assaltantes assumiram o plenário e demais dependências do Palacio dos Edis. O discurso inicial eram os cofres: da Camara e do caixa eletrônico ca CEF… Para isso usaram um maçarico! Apesar de trem todo o tempo do mundo para usufruir de suas proprias leis, os meliantes não conseguiram romper a oposição, quero dizer, não conseguiram arrombar os cofres!
Para não perderem a viagem, depois da baderna geral na Casa de Leis, levaram tudo que puderam carregar: Uma mesa de som, um projetor de imagens, uma furadeira elétrica, três computadores, quatro televisores e uma mesa de som! Como estavam à pé, os ratões da Câmara tomaram emprestado o Fiat Uno oficial da casa… O carro foi encontrado algumas horas depois na Rua Graciema de Paula Rios, na divisa do bairro Foch com o velho Aterrado!
Ah, se você for à câmara nesta quarta feira, 10, não vai poder tomar aquele delicioso café por conta do contribuinte… Os ladrões levaram também a máquina de cafezinho!

Eletricista estupra ‘ficante’ de 14 anos em Pouso Alegre

O abuso aconteceu durante a madrugada deste domingo na casa do eletricista.
No inicio da madrugada de domingo, a senhorita G. de 27 anos, saiu para a balada na companhia do amigo T.A.M., 24 e levaram com eles a amiguinha L.A.P., 14 anos. A mãe da garotinha permitiu que a filhinha fosse pra balada, desde que fosse e voltasse com a amiga G.
E lá foram as duas curtir a ‘naite’! Foram a uma danceteria em frente o cemitério e lá abraçaram dona Severina do Popote. Mas abraçaram tão forte que passaram mal! Na volta para casa, o amigo T. foi dirigindo o carro de G. Mal entraram no carro as duas mulheres caíram nos braços de Morfeu. G. só acordou quando o carro parou na sua garagem e não viu a amiguinha L., filha da sua amiga.
– Ué, cadê a L. – perguntou ela ao amigo T.
– Eu já deixei ela em casa… – respondeu ele.
As oito da manha dona G. acordou com o telefone tocando… Era a mãe da sua amiguinha L., arrancando os cabelos!
– Bom dia G, cadê minha menina?
– Como assim? Eu deixei ela na sua casa de madrugada! Ela não está aí?
– Não…!
Massageando a cabeça por causa da ressaca, G. ligou para o amigo T. Ele então disse que a garotinha havia dormido na sua casa!
Imediatamente G. pegou o carro e foi buscar a amiguinha na casa de T. e a entregou à sua mãe.
Ao receber a filhinha ainda zonza por causa do suco de gerereba consumido de madrugada até passar mal, dona AN percebeu que ela estava sem calcinha, sem sutiã e com marcas de baton e manchas roxas pelo corpo, especialmente nas regiões pudendas!
Questionada a garotinha contou que havia sido estuprada pelo ‘ficante’ T.C.A.
– Nós saímos da danceteria de madrugada, entramos no carro e eu dormi… Quando acordei estava na cama da casa dele. Eu chamei pela minha amiga G. mas ela não estava lá! Eu não queria fazer sexo com ele, mas ele me pegou à força e estuprou…!
T.C.A., 24, admitiu que ao invés de levar a garotinha para casa dela ou da amiga dela, levou para sua própria casa e fez sexo com ela…
– Ela deixou… Eu não sabia que ela era menor de idade… Achei que ela tinha 18 anos! – disse ele.
De acordo com o paragrafo 1º do artigo 217-A, por saber que a garotinha, estava sob efeitos e bebida alcoólica e portanto não poderia oferecer resistência à sua investida, o eletricista poderá pegar de 8 a 15 anos de choque, quero dizer, de cana!

Execução em Santa Rita do Sapucaí

A vitima tinha 18 anos e varias passagens pela polícia por trafico de drogas!

O sinistro aconteceu no final da noite de domingo, no bairro Recanto das Margaridas, o bairro mais violento da cidade!
Gabriel Otavio Pedroso da Silva estava sentado na sarjeta ao lado de um amigo quando o assassino chegou, sacou um trabuco e atirou.
Segundo o amigo Alysom, que presenciou o crime, Gabriel ainda tentou se defender entrando em luta corporal com o assassino, mas acabou sendo atingido pelas balas.
– Quando eu escutei o primeiro disparo eu saí correndo… Quando olhei pra trás vi ele atirando de novo no corpo caído no chão – relatou Alysom!
Ainda segundo a testemunha, o atirador era baixo, usava uma mascara branca para cobrir o rosto e chegou e fugiu provavelmente numa motocicleta que deixou antes da esquina do local do sinistro!
O garoto executado na sarjeta, há poucos metros de sua casa, tinha 18 anos. Mas era figurinha fácil no álbum da policia por trafico de drogas. No inicio do ano passado, quando ainda tinha 17 anos, foi apreendido dois dias seguidos – dias 04 e 5 de janeiro – portando drogas diversas para venda.
O corpo de Gabriel passou por necropsia na IML de Pouso Alegre e foi entregue à família no final da manha desta segunda.

Drogas e celulares na Sapucaí

A polícia militar prendeu ao pé da manha deste domingo, 07, varias porções de maconha, crack e cocaína na famosa Rua Sapucaí, na Baixada do Mandu. As drogas estavam no interior da residência de numero 50 e eram comercializadas no varejo no interior e na porta do Bar da Francis. Pequenas barangas de farinha, pedra bege fedorenta e erva ‘marvada’ eram mantidas sobe a roda de um Fiat Bravo estacionado na porta do citado bar. Quando acabavam, os formiguinhas buscavam mais no interior da casa 50.
Os homens da lei deram o bote certeiro, depois de observar, à distancia, a movimentação nas biqueiras! Além das drogas diversas, os policiais apreenderam 15 aparelhos celulares – isso mesmo 15 aparelhos celulares, haja Pokemom! – 7 chips para celulares, um notebook e pequenas quantidades de dinheiro trocado, próprio de pequenas vendas no varejo.
Giovani Coutinho Aleixo, 20 e o casal de adolescentes ICM e RAT, 16 e 17 anos, envolvidos no comercio ilegal de drogas ilícitas receberam as pulseiras de prata da lei e desceram para DP onde sentaram ao piano e assinaram o 33…! Porém, apenas Giovani Aleixo subiu para o Hotel do Juquinha, pois o casal ICM & RAT é ‘dimenor’, portanto não comete nenhum tipo de crime!

Socos, pontapés, golpes de jiu-jítsu e tiros em Santa Rita!

Era para ser só mais um daqueles entreveros entre motoristas apressados e estressados no transito… Mas um dos envolvidos era policial! E estava armado…!
O imbróglio aconteceu no final da noite de sábado, na praça Delfim Moreira, na Capital do vale da Eletrônica…! Segundo o BO que narra os fatos, ao fazer uma manobra para deixar o local, o motorista de um veiculo Peugeot teria atropelado varias pessoas, entre elas o cidadão Thiago Jose Rodrigues, sargento da policia militar de Minas Gerais, que também estava deixando o local. Durante a tentativa de abordagem aos ocupantes do veiculo Peugeot, o sargento teria sido agredido pelo motorista e seus tres colegas que estavam no mesmo carro, com socos, pontapés e golpes de Jiu-jitsu! Em meio à confusão, e já caído ao chão, o policial sacou a pistola que levava consigo e efetuou quatro disparos em direção aos agressores. O professor de Jiu-Jitsu, piloto do Peugeot e pivô da discórdia, foi atingido por um tiro na perna. O motoboy Adilson da Cunha Mata levou dois tiros. Um no ombro e outro no abdome. Ambos foram inicialmente atendidos no Hospital Antônio Moreira da Costa, mas, devido à gravidade da lesão, o motoboy foi transferido para o Hospital Regional Samuel Libânio!
Mesmo após os tiros, o clima continuou tenso na praça da Festa do “Cardume” em Santa Rita e o policial à paisana, debaixo de ameaças, deixou o local do conflito e seguiu pela rodovia BR 459 em direção à Pouso Alegre. Na fuga ainda teve o carro apedrejado por populares!

Depois de passar por atendimento médico no Hospital Regional Samuel Libânio, com luxação no ombro e escoriações generalizadas pelo corpo, o sargento Tiago Rodrigues, de 32 anos, foi conduzido para a DPC onde sentou ao piano do paladino da lei, e em seguida foi recolhido ao quartel do 20º Batalhão da PM. Sua versão dos fatos é semelhante à das testemunhas arroladas no local da confusão em Santa Rita.
O motoboy Adilson da Cunha Mata, o professor de Jiu-jítsu Victor William Duarte Silva e demais testemunhas e pessoas envolvidas no imbróglio da “Festa do Cardume” ainda terão que sentar ao piano do paladino da lei para contar suas versões dos fatos!
Apesar das circunstâncias e depoimentos que evidenciam uma típica situação de legitima defesa, o sargento deverá responder pelo crime de tentativa de homicídio!
Pelo tremular das ondas, ainda tem muito peixe para nadar neste cardume da festa da festa de Santa Rita…!