Trezeguê” desta vez se deu mal…

Ele invadiu a residência de um aposentado para roubar e saiu de lá direto para o pronto socorro, com pancadas na cabeça!

Faltavam poucos minutos para a ‘hora da mula manca’ desta terça-feira,12, quando o aposentado Darcy Raimundo da Silva foi lentamente despertado dos braços de Morfeu! Apesar da penumbra sonolenta do seu quarto ele pode perceber que havia um vulto soturno revirando seu guarda roupa! Ao tentar entender o que estava acontecendo, ouviu a voz cavernosa da assombração:
– Fica na sua aí coroa, senão te mato! – Ameaçou o assaltante, levando a mão à cintura, sugerindo estar armado.
Depois de pegar um relógio que estava em uma caixinha de madeira, a assombração da meia noite continuou vasculhando o quarto na presença da vitima, como se estivesse na sua própria casa.
Foi aí que o borracheiro aposentado resolveu reagir; pulou sobre o assaltante, rolou com ele na poeira, recebeu e distribuiu socos & pontapés e… levou a melhor:
– Eu consegui pegar um pedaço de madeira no chão da borracharia e dei uma paulada na cabeça dele – contou o aposentado de 73 anos.
Com a cabeça sangrando, o assaltante resolveu bater em retirada. Pulou a janela da cozinha, por onde entrara, passou pelo quintal da vizinha e ganhou a rua. Mas não foi longe! Sentou na porta da casa da vitima e ficou ali, sentindo as pernas bambas – com o relógio roubado na algibeira – esperando a chegada dos ‘anjos do Samu’. E com eles vieram também os homens da lei.
Luiz Guilherme Luciano de Souza Carimba, o “Trezeguê”, 23 anos, figurinha fácil no álbum da policia, foi levado para o nosocômio municipal. A medica que o atendeu, aconselhou ‘observância’ durante 24 horas para avaliação de danos neurológicos. Por isso o assaltante permanece internado no nosocômio sob escolta policial. Somente depois disso ele poderá ser levado para a DP, onde sentará ao piano do paladino da lei para assinar o 157.
O borracheiro aposentado, de 73 anos, que foi surpreendido na penumbra do seu quarto, também sentou ao piano e será processado pelas pauladas que desferiu na cabeça do soturno assaltante!
O frustrado assalto aconteceu no bairro Quenta Sol, na – quase – tricentenária São Gonçalo do Sapucaí, a 70 quilômetros de Poso Alegre!

Anúncios

Tentativa de homicídio no Aterrado

Garoto de 12 atira no desafeto de 14 anos!

(I.i.)

O crime aconteceu por volta de oito da noite desta terça-feira-12, na rua Oscar Dantas, na ‘baixada do Mandu’. A vitima do sinistro é um garoto de 14 anos! Seu algoz é mais novo… tem apenas 12 anos.
Ao ser localizado no interior de sua residência onde se enfurnou depois de atirar no desafeto, J.V.S.M.S., alegou que fora ameaçado de morte pelo vizinho por isso se antecipou e atirou nele…
– Ele falou que ia me matar… Aí quando eu sai na rua e vi ele, eu voltei pra casa, peguei o revolver, voltei pra rua e atirei nele… – contou o garotão de 12 anos de idade!
O tiro disparado do revólver Taurus calibre 38, atingiu a coxa do adolescente M.R.R., 14 anos, morador da rua paralela – a Padre Natalino. Mesmo ferido ele conseguiu correr para sua casa onde foi socorrido e levado para o PS do Hospital Regional Samuel Libânio, e não corre risco de sucumbir!
O delinquente apreendido junto com o trezoitão, disse que que foi influenciado a matar o vizinho, depois da ameaça, pelo amigo I.L.S.J. de 17 anos.
O ‘encorajador’ não foi localizado para dar entrevista.
Neste momento o pretenso assassino de 12 anos, está sentando ao piano do paladino da lei na Delegacia de Policia de Pouso Alegre. Dada sua inimputabilidade pela sua idade, ainda impúbere, seu destino será decidido nesta quarta- feira, pelo Juizado da Infância e da Juventude da Comarca.

Lipa & Grilo, os formiguinhas da Sapucaí

IMG_3217[1]

Eles protagonizaram uma das mais agitadas perseguições policiais do ano na Baixada do Mandú nesta segunda…

A velha Sapucaí começa a um quarteirão da avenida principal e vai se abrindo para o sudeste da Baixada do Mandú

Pense numa cena de filme de chanchada-policial com dois bandidos sendo perseguidos por vários mocinhos tentando, prendê-los com droga, na quebrada mais quente da cidade! Ao serem perseguidos eles pulam muros & quintais, sobem em telhados, caem de telhados, invadem residência, são descobertos debaixo da cama, encaram policiais, rolam com eles na poeira, recebem pulseiras de prata, tentam dobrar a serra do cajuru mesmo algemados até que finalmente sentam ao piano do paladino da lei… e acusam a policia de agressão e de forjar provas!
Pois sim! Agito muito maior do que eu reproduzi nestas singelas linhas aconteceu no meio da tarde desta segunda-feira, 11, nos quarteirões limítrofes das ruas Juruá com Sapucaí! Na Baixada do Mandu, claro!
Tudo começou às três e meia da tarde quando amigos ocultos da lei avisaram que os irmãos Bruno “Grilo” e Nailton “Lipe” Coutinho estavam distribuindo pedra bege fedorenta e farinha do capeta à preços módicos numa quebrada da Sapucaí.
Segundo a PM, Bruno atendia o cliente na rua, recebia a ‘ararinha’, se dirigia ao portão de um terreno murado ali perto, batia levemente no portão, recebia um pequeno volume das mãos de Nailton e levava até o cliente. Era o legitimo trafico formiguinha!
Depois de observar por alguns minutos o modus operandi dos irmãos e ver que eles saíram do local e entraram em Fiat Uno azul, os homens da lei deram o bote… E começou a chanchada policial!
Ao ver seu veiculo cercado por varias viaturas, o piloto abandonou o veículo e passou sebo nas canelas. Tropeçou na pressa e rolou na poeira duas vezes, mas levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima! Por cima mesmo… Galgou um muro, pulou no telhado, passou para o outro, passou para o terceiro e desceu no quintal da quinta casa! Parecia ter despistado a policia. Até que uma criança saiu gritando no portão:
– Tem um moço feio no meu quarto…!!!
Mesmo encurralado dentro de casa, Nailton não se rendeu. Somente com a ajuda da sisuda senhora “Tonfa” os policiais conseguiram dominá-lo e presentear-lhe as pulseiras de prata!
Dominada a situação, os policiais refizeram parte do trajeto do fujão – menos subir nos telhados, é claro – e apreenderam uma sacola plástica deixada pelo caminho, contendo R$1.700 reais, além de ouros R$ 172 na algibeira do moço.
Mas as cenas de cinema de quinta – para preencher madrugadas de Natal, quando todo mundo já foi dormir empanturrado de vinho tinto com leitoa e peru – ainda não tinha acabado! Ao ver o comboio se aproximando do formigueiro, quero dizer, do terreno murado, onde os irmão imitavam formiguinhas saúvas, Bruno passou sebo nas canelas, pulou o muro, saiu pelos fundos, passou como um corisco pelo acampamento cigano e dobrou a serra do cajuru!
No formigueiro abandonado às pressas, os policiais encontraram uma balança de precisão e demais petrechos comumente usados para dolagem de drogas tais como rolos de fita, pinos vazios, faca, lamina e o característico cheiro de drogas diversas. Havia maconha até dentro de garrafa pet… com agua!
A ultima cena do agitado imbróglio protagonizado por mocinhos & bandidos, já no inicio da noite do inesquecível 11 de setembro, aconteceu distante da Baixada do Mandú. Ao ser levado do quartel da PM, onde se redigiu o BO de sua prisão, para o taxi do contribuinte que o levaria para a delegacia de policia, Nailton tentou nova fuga, debaixo das barbas dos policiais! E novamente sucumbiu com a força da maré contraria. Sucumbiu mas fez barulho, gritando aos quatro ventos que estava sendo agredido pelos policiais! Mas neste momento ele já estava sendo assistido pelo seu causídico que presenciou toda a cena!
E lá foi o formiguinha Nailton “Lipe” Raimundo Coutinho, 30, sentar ao piano do paladino da lei na DP. O mano Bruno “Grilo” de Jesus Coutinho, 20, que recentemente deixou a hospedagem gratuita do Hotel do Juquinha, ainda não recebeu a ‘estatueta’ pela sua atuação na ‘chanchada’ de ontem… Mas a batalha está assando pra ele!

PM fecha ‘biqueira’ do “Geléia”

Juliano Monteiro foi preso minutos depois de um nóia sair de sua casa com as narinas esbranquiçadas de farinha do capeta!

Denuncias de amigos ocultos da lei levaram a polícia às proximidades da biqueira do cidadão conhecido pela alcunha de “Ju Geleia”, no bairro Alto da Aparecida, em São Gonçalo do Sapucaí nesta segunda-feira, 11. Os policiais chegaram na noite ainda criança e ficaram à distância, filmando o movimento, até que um nóia se aproximou, fez a transação comercial, consumiu imediatamente o ‘produto’ e se afastou do local com as narinas esbranquiçadas pela farinha do capeta! Abordado e interpelado, ele não teve como tapar a luz da lua com a peneira… e deu com a língua nos dentes!
– Eu comprei a farinha do “Ju Geléia” por dez reais! – disse ele se encolhendo de medo do… traficante.
Juliano Monteiro, o “Ju Geleia”, 35, foi preso no minuto seguinte, perto de sua casa. Os dez reais do nóia ainda estava em sua algibeira. Na sua casa havia mais, muito mais. R$ 3.688 em dinheiro de porta de igreja! Droga mesmo havia pouca coisa: apenas 9 barangas de farinha do capeta, mocosada num buraco do muro do quintal. Havia também na cozinha, um rádio HT, ligado e sintonizado na frequência da policia. Se ele estivesse em casa, saberia que os homens da lei estavam na sua sombra!
Diante dos indícios e provas da traficância, “Ju Geléia” derreteu, quero dizer, desceu para a Delegacia Regional de Policia Civil de Pouso Alegre, na companhia da amasia Rafaela Isabel Garcia, que disse que não sabia de nada sobre as atividades do amasio!

PM prende estelionatário no Chapadão

Ele é ‘vendedor’ de carteira de motorista… Mas não possui habilitação!

Foto de 171 atrás das grades é tão difícil de se encontrar, que tive que desenhar este aqui!


A prisão do 171 aconteceu casualmente, durante patrulhamento de rotina pelas ruas do bairro São Cristovão, ao pé da noite desta segunda-feira, 11. Ao tentar sair “à francesa” do bairro, conduzindo um BMW preto, Paulo Ricardo Costa de Moraes, foi abordado e encostado na parede. Entre seus pertences a policia encontrou anotações que sugerem encomenda de carteira de motorista, de vários clientes, com variados preços, entre dois e três mil reais.
No momento da abordagem Paulo Ricardo – que não é o famoso cantor ex-integrante do conjunto RMP – levava na algibeira mais de mil reais em dimdim.
Segundo informou o Banco Nacional de Mandados de Prisão, Paulo Ricardo possui três mandados de prisão expedidos pela justiça paulista em seu desfavor. Diante da esclarecida situação, o BMW preto, ano 92, com pneus carecas, parou de rodar… Foi rebocado pelo guincho do São Luiz. Paulo Ricardo, 30 anos, recebeu carona no Taxi do Contribuinte e foi se hospedar no Hotel do Juquinha.
Ah, o vendedor de carteira de motorista ‘fria’, não possui a própria carteira de motorista!

Assalto violento na madrugada

A vitima foi ferida com um golpe de faca e corre risco de vida!


Passava pouco das quatro da manhã deste domingo, 10, quando um cidadão chegou ao terminal rodoviário de Pouso Alegre, com o abdome sangrando, pedindo ajuda. Ao ser socorrido pela PM e levado para o P.S. do Hospital Regional Samuel Libanio, ele contou que havia sido assaltado e, na tentativa de evitar o roubo, acabou sendo esfaqueado pelo assaltante:
– Ele conseguiu pegar o meu dinheiro e quando tentou pegar o celular eu reagi. Aí ele me acertou um golpe de faca no umbigo… – contou o cidadão Cassiano Fabricio Ferreira, 30, sentindo a fraqueza devido a grande perda de sangue! Ainda segundo o jovem, o ladrão levou cerca de R$125 de sua algibeira, mas não conseguiu tomar seu celular.
O roubo aconteceu na Rua São Jose, a dois quarteirões do terminal rodoviário de Pouso Alegre onde se realiza a tradicional Feira das Nações!
O assaltante negro, de estatura mediana, usando calça jeans e jaqueta preta, deve ser morador da Baixada do Mandu pois, um minuto antes de a vitima chegar quase desfalecendo no terminal rodoviário, ele passou correndo pelo local em direção à ‘baixada’…!
Até o momento desta publicação, não tínhamos notícias sobre a gravidade do ferimento sofrido por Cassiano Fabricio e seu estado de saúde.

Arrastão em Estiva

Assaltantes atacam salão de beleza e roubam cabeleireira e suas clientes. Depois de quatro horas de caçada atravessando arranha-gatos, cerca de arame farpado, córregos e ribeirões, eles tropeçam e caem nas malhas da lei!

O roubo aconteceu no meio da tarde quente deste sábado,09, na capital do morango. O salão da Rose estava lotado quando o Fiat Uno Mille com três ocupantes parou na porta. Nenhum deles queria se embonecar para a noite de sábado… Queriam dim-dim e celulares. O dim-dim era pouco, pois a seleta clientela da Rose, incluindo professoras, agricultoras e aposentadas tem credito na praça. Não precisam carregar dinheiro. Mas quase todas carregavam celulares! E ficaram sem a ‘menina dos olhos’!

Tão logo as profissionais da beleza viram o Fiat Uno cinza sumir na primeira esquina, chamaram o homens da lei. Os assaltantes foram abordados na entrada do bairro da Lagoa. Sentindo o cerco se fechar, o motorista do Fiat jogou o carro no mato e fugiu à pé, levando com ele um comparsa. O terceiro, no entanto, não teve tempo de fugir e tentou tapar o sol com a peneira, dizendo que também era vitima da dupla que fugira.
– Eu fui tomado de assalto na cidade de Bom Repouso e trazido no meu carro para Estiva, onde eles fizeram o roubo – disse Lupércio Santos Izidoro, 46, morador de Cambui.
Enquanto fugiam da patrulha da policia, os dois assaltantes tomaram um VW Fox da senhora Maria Rosa e levaram também seu aparelho celular. Mas se apavoraram e derrubaram o Fox numa vala na beira da estrada… e mais uma vez fugiram à pé.

Com apoio de outras viaturas e policiais, os homens da lei continuaram na sombra dos dois fujões. Depois de mais de quatro horas de perseguição pelas matas no entorno do local onde os dois se enfurnaram, finalmente a fuga chegou ao fim. Cansados, arranhados e molhados de tanto correr pelo mato e atravessar arranha-gatos, cerca de arame farpado, córregos e ribeirões, P.H.R.A., 16, e Jucimar Pereira dos Santos, 30, receberam as pulseiras de prata.
No final da “operação salão de beleza”, a PM recuperou todo do dinheiro roubado, cerca de cinquenta reais, e os seis celulares, além da arma usada no crime.
Segundo a PM, Lupercio Santos Izidoro, o cidadão de barba e cabelos grisalhos e camisa roxa, que não teve tempo de saltar do Fiat Uno cinza, era membro do trio de ladrões do salão!
Tanto Lupercio quanto Jucimar, o “Gigante”, não registram antecedentes criminais. Já o garotão P.H.R.A., 16 conhecido pela alcunha de “Patati” é mais conhecido do que ‘sanduiche de pão com carne e guaraná’ no meio policial. Ele aparece em vários BOs de roubos na cidade de Cambui!
Ah, a pistola que fez todo esse ‘estrago’… Era de brinquedo!

Assaltante leva R$1.800 da padaria…

… E usa um Celta preto para fugir!

O roubo aconteceu ao pezinho da manhã desta sexta-feira,08, no bairro Cidade Jardim, a oito quilômetros do centro de Pouso Alegre.
Segundo o proprietário da Padaria Paneto, na Rua 24, o freguês usou um revolver preto, possivelmente 38, para ‘fazer o pedido’! E levou R$1,8 mil do caixa.
Segundo testemunhas que viram a saída do assaltante, ele embarcou em um Chevrolet Celta preto, placas de Três Corações, para dobrar a serra do cajuru.

Quem tem emprego para o Michael?

Ele tem 23, é pau-pra-toda-obra e está ‘trabalhando’ para arrumar emprego!

“Me chamo Michael Marcelino, tenho 23 anos, estou desempregado, já enviei currículos para diversos lugares, já fui em agencias e tudo mais, como não obtive resultado, resolvi tomar essa atitude, mandei fazer uma camiseta, e mandei fazer 2500 panfletos em forma de currículo, contendo meu telefone, e explicando um pouco da minha situação, estou entregando eles no farol aqui da minha cidade, pouso alegre MG, peço com toda a humildade do mundo a meus amigos e familiares que puderem compartilhar este post para que possa chegar a pessoa certa, desejo muito trabalhar pra poder ter uma vida melhor e dar o sustento pra minha família, desejo um salário justo e honesto, agradeço a quem puder me ajudar.”

Se você precisa de uma pessoa jovem disposta a trabalhar, dê uma chance ao Michael! Entre em contato com ele!

Professora é vitima de “furto tapão”

Mas seu anjo da guarda estava por perto e evitou que o larapio levasse seu celular!

O crime aconteceu debaixo do sol quente do meio dia desta quarta,06, na lateral do prédio do Conservatório Estadual de Musica Juscelino Kubitscheck de Oliveira, no coração de Pouso Alegre. Passava por ali a professora A.H.R.R., bela e formosa, e ‘distante’ dali, falando ao celular, quando o guampudo se aproximou por trás pedalando uma bicicleta, deu-lhe um tapa na mão, tomou-lhe o celular e continuou pedalando a magrela na direção norte da cidade.
Mas era dia de sorte da jovem professora de 28 anos, moradora de São Gonçalo do Sapucaí! No momento do furto passava por ali um motoqueiro, o qual presenciou a cena e resolveu fazer sua boa ação do dia. Aproveitando que motocas andam mais ligeiro que bicicletas, ele foi atrás do larapio e minutos depois voltou com o celular da professora. Ela não sabe quem é ele e nem como ele tomou o celular do ladrãozinho pé-de-couve, mas ficou agradecida.
A cidade ficaria bem melhor se houvesse por aí mais anjos da guarda como esse motoqueiro, dispostos a ‘fazer o bem sem olhar a quem’!