Desafio do desodorante: o novo perigo virtual

Sábado, dia 03 de fevereiro, Adrielly Gonçalves, uma linda menina de apenas 7 anos, moradora de São Bernardo do Campo, São Paulo, resolveu imitar um vídeo que circula pela internet chamado “desafio do desodorante”.

A história jamais ganharia destaque na internet, se a linda garotinha não tivesse morrido após tentar vencer o “desafio do desodorante”. Ocorre que ao colocar o frasco com o produto na boca, Adrielly acabou inalando grande quantidade de desodorante aerossol, e teve uma parada cardíaca. A família da criança chegou a levá-la para um Pronto Atendimento, onde os médicos tentaram de tudo, mas não foi possível reanima-la.

O chamado “desafio do desodorante” tem variações de vídeos que mostram pessoas inalando o produto, e outras congelando partes do corpo com o uso do aerossol.

O que os vídeos não mostram são os males que decorrem destes atos, que podem ir desde uma geladura (espécie de queimadura por baixas temperaturas) com necrose e consequente perda de tecido no local, intoxicações, lesões cerebrais e até a morte.

Na primeira foto, um “desafiado” aplica o aerossol sobre a perna. Na segunda foto, a lesão causada na mão de uma criança que cumpriu seu “desafio”.

Casos de “desafios” vem se propagando na internet.

Lembram-se do “Desafio da Baleia Azul” em 2017? Do “desafio da asfixia”, onde jovens se asfixiavam em vídeos, levando a morte de jovens em 2016? “Desafio Planking” em 2011, onde pessoas deviam ficar com corpo reto, suspensas, em superfícies altas? “Desafio da Canela em pó” em 2016, onde crianças aspiravam canela? “Desafio do gás Hélio” onde pessoas aspiravam o gás para falar fino… Entre outros vários e perigosos “Desafios”…

Todos estes “desafios” só nos mostram o verdadeiro desafio que é manter nossos filhos seguros diante de tantas informações que são veiculadas na internet. Afinal, o mundo hoje é totalmente “conectado”. Natural que as crianças e jovens também sejam!

Então fiquem atentos às dicas que seguem:

1 – Dê mais atenção ao seu filho: Parece uma dica boba, mas… onde está seu filho neste momento enquanto você lê esta matéria? Que tipo de site ele está acessando?

2- Instale um programa de controle parental: Não sabe do que se trata? Deixe seu comentário que podemos abordar este tema em um próximo post.

3- Limite o tempo de conexão: A vida virtual é muito sedutora. Mas existem muitas atividades “off-line”. Que tal convidar a garotada para um tradicional pic-nic?

4- Limite acesso a aplicativos de mensagens que permitam conexão com desconhecidos: Aplicativos tipo chats, messager, etc, podem conectar seu filho a pessoas não tão bem intencionadas.

5- O principal:  Abrace seu filho… antes que os perigos o abracem.

Ano novo, blog novo!

2018 começou com modificações em nosso blog…

Você que é leitor assíduo pôde perceber a ausência temporária do Blog do Airton Chips, e as modificações que ocorreram por aqui…

Isto porque estamos sempre atentos às modificações da tecnologia, e às solicitações dos leitores, e por isto, incorporamos mais tecnologia em nossa plataforma.

Acompanhe as modificações e fique sempre bem informado:

Foi criado um canal no youtube, onde os leitores inscritos poderão assistir em primeira mão aos vídeos que serão publicados no blog. Inscreva-se em https://www.youtube.com/c/AirtonChipsBlog

O blog agora está em plataforma própria! (E daí? Você deve estar pensando)… Daí que agora poderemos garantir maior velocidade de carregamento, para que você possa ler suas notícias preferidas em segundos!

Os anúncios serão gerenciados respeitando o perfil do leitor. Assim, você só visualizará assuntos do seu interesse.

Diminuímos o volume de dados das imagens (para economizar seu 3G!!!). Assim você poderá carregar o blog mais vezes!

Estaremos atualizando o facebook do blog e respondendo as mensagens com maior frequência! Não deixe de seguir https://www.facebook.com/blogdoairtonchips

O livro “Meninos que vi crescer” cresceu!!! E agora está à disposição para compra em dois canais: http://www.meninosquevicrescer.com.br/ e https://www.amazon.com.br/ !!!

E você pode solicitar a sua edição autografada sem custo adicional. Basta informar o nome para o qual será feita a dedicatória por mensagem no facebook, e-mail ou mensagem ao vendedor no site. Não deixe de adquirir o seu!

Gostou das novidades? Então não deixe de interagir conosco! Queremos saber a sua opinião!

Desabafo de uma médica

Quando criança todos me perguntavam o que eu ia ser quando crescesse. E advinha? Eu dizia que iria ser médica! Na adolescência passava as minha férias fazendo cursinhos de primeiros socorros, anatomia, etc. Engravidei e tive uma filha aos 15 anos. Ainda assim, fiz instrumentação cirúrgica e estagiei no Hospital do Andaraí-RJ aos 16 anos! Fiz um vestibular concorridíssimo e aos 17 anos, passei na faculdade de medicina.
Mudei para uma cidade 400 Km longe da minha atrás dos meus sonhos. Estudei enquanto minha filha ficava em escolinhas integrais, e depois que ela foi para o ensino fundamental, várias vezes tive de leva-la a aula porque a empregada faltou. Ela foi cuidada até pelo meu professor de anatomia enquanto eu debruçava sobre cadáveres estudando!

Dia das mães e eu estudante de plantão na faculdade levando minha filha para conhecer os bombeiros.

Dia das mães e eu estudante de plantão na faculdade levando minha filha para conhecer os bombeiros.

Formei, e comecei nos plantões da vida para sustentar minha casa. Não tinha condições de fazer uma residência, entrei no PSF. Me apaixonei pela medicina comunitária! Lindo poder ter vínculo com os pacientes. Ir nas suas casas, conhecer suas famílias! Ter a permissão deles para ser tão íntimos e ouvir todos os seus segredos. Descobri que não queria mais outra coisa! Jamais atendi uma consulta particular!

Colação de grau em medicina

Colação de grau em medicina

Fiz pós-graduações (sim, bem mais que uma), tirei título de especialista na área e gostava muito do que fazia (apesar de meus colegas ganharem bem mais do que eu). Era feliz.

Foto-0060
De repente começou o furacão! Notícias de uma perseguição medonha à classe médica, e principalmente aos atuantes do SUS: “Vamos trazer médicos estrangeiros para atuar no SUS”, “Vamos colocar estudantes em atendimento obrigatório no SUS por 2 anos”, “Ato médico aprovado com veto”, e por aí vai… Agora eu realmente pergunto: Para onde vai a minha profissão ao qual eu estudei tanto? Como ter vínculo com alguém que não fala a minha língua, ou que está me atendendo por obrigação, louco para acabarem seus dois anos de escravidão? Estes são os “mais médicos” que queremos???? Não! Isso é o que o governo quer vender para a população!

DSC07734
Estou cansada! Por favor, parem o mundo que eu quero descer! Estou caçando a porta de saída deste sistema que está sendo brutalmente assassinado por pessoas que insistem em dizer que querem o melhor para o povo (a morte?). E assim que encontrar, não tenham dúvidas: eu vou sair! E vocês terão perdido alguém que realmente acreditava na saúde pública e a fazia com muito amor!

Hoje é um dia muito especial!!!

Hoje é o aniversário de uma pessoa muito querida, muito amada… Hoje comemoramos o qüinquagésimo quarto aniversário de Airton Chips.

DSC01292

 

Homem integro, exímio pai, marido dedicado, enfim, uma pessoa que tem tantos predicados que seria impossível de expressá-los.


23-09-12 (11)

 

Obrigada, Airton, por iluminar nossos dias nesta passagem terrena, e nos trazer tantas alegrias.

DSC02723

 

Que possamos estar juntos para comemorar mais e mais datas como esta, sempre rodeados de amigos, familiares, que te amam e te querem bem.

DSC01308

Você é uma pessoa muito especial.

Family 3

Que Deus continue sempre te cobrindo de maravilhosas energias e inspirações…  Te amamos!

Atividade física: fazer ou não fazer… eis a questão!

Todos nós escutamos que atividade física faz bem para a saúde, mas realmente sabemos o quanto faz bem e como a prática de exercícios físicos pode nos ajudar? Ou será que existem contraindicações para a prática destas atividades para certas pessoas? Afinal, exercício físico alivia a dor crônica ou piora a dor?

Muitos pacientes vão ao consultório com estas questões sobre a prática de atividades físicas, e é para acabar de vez com esta celeuma que vamos destrinchar estas questões:

Atividade física faz bem para a saúde?

A resposta é SIM, faz muito bem para a saude física e mental. Quando nos exercitamos liberamos endorfinas, que são hormônios naturais produzidos em resposta à atividade física, visando relaxar e dar prazer, despertando uma sensação de euforia e bem-estar.

Todas as pessoas podem praticar atividades físicas?

Há tempos atráz, acreditava-se que praticar esportes era coisa de crianças e adolescentes. Homens e mulheres logo que se casavam abandonavam suas atividades esportivas. Pessoas mais velhas, então, nem pensar.

Os médicos recomendavam que os idosos evitassem esforços físicos e fizessem repouso. Essa recomendação foi extinta, e  descobriu-se que a atividade física faz bem para a saúde desde o nascimento até o fim da vida.

Existem apenas recomendações especiais para alguns pacientes que são portadores de certas patologias. Na dúvida, sempre consulte seu médico.

Exercício físico alivia a dor ou a piora?

Estudos recentes apontam que a endorfina, liberada pelo exercício físico,  pode ter tanto um efeito sobre áreas cerebrais responsáveis pela modulação da dor, do humor, depressão, ansiedade como pela inibição do sistema responsável pela modulação de diversos órgãos como coração, intestino etc… Elas podem também regular a liberação de outros hormônios. Elas tem um efeito analgésico, portanto, aliviam a dor.

Mas respeite sempre seu ritmo, e a recomendação de seu médico ou educador físico.