Ecstasy e furtos na festa do Urso

A maior festa carnavalesca fechada do Sul Minas de Minas é a que gera também o maior número de ocorrências policiais na cidade que a hospeda.

Na primeira noite foram registrados trinta BOs, sendo que oito se relacionam a drogas e crimes contra o patrimônio. Há desde tráfico de drogas no interior da Cidade do Urso até furtos de carros e furtos à republicas onde os foliões ficam hospedados!

O empresário Rafael Carlos Soria Souza, de Alfenas foi levado para a delegacia de policia com 30 comprimidos de ecstasy. Segundo o segurança que o abordou, ele tentou dispensar a prova do crime e depois jurou de pés juntos para os policiais que a droga não era dele!

No bairro Inatel os larápios furtaram o carro do empresário Marcelo Camargo Ribeiro. O veiculo VW Polo Sedan DHW-7510, preto estava dormindo na rua enquanto seu dono brincava o carnaval. O furto foi percebido às três da manhã quando ele voltou para a ‘republica’.

No bairro Santa Felicidade, não muito longe da Cidade do Urso, dois meliantes foram surpreendidos em plena ação delituosa. RTF, 15 e RAMM, também 15 anos foram pegos em cima do telhado da casa tentando fugir. Dentro da casa onde estavam hospedados estudantes foliões de todo canto do país, os pequenos larápios já haviam ensacado tudo que poderiam carregar se não tivessem sido descobertos. Com eles os policiais apreenderam dinheiro, joias e celulares. Outros quatro comparsas conseguiram dobrar a serra do cajuru antes da chegada da polícia.

No Jardim dos Estados, o furto foi descoberto às cinco da manhã. Quando os primeiros foliões voltaram para a república encontraram a casa toda revirada. O ‘bando do João Ratão’ teve a noite toda para roubar. E roubaram notebooks, celulares, joias, dinheiro, cartões bancários e até o VW Polo Sedan preto, placa HHB-8120 pertencente ao advogado Paulo Henrique da Silva, residente em Bom Repouso.

Farra maior os ratões de carnaval fizeram no bairro Juquita, onde estavam instalados 11 foliões fluminenses oriundos de Barra Mansa. Os ladrões agiram cedo, antes da meia noite e levaram mochilas, tênis, roupas em geral, perfumes, celulares, notebooks, tv, e cerca de 2600 reais em dinheiro. Além de roubar, os meliantes danificaram moveis e eletrodomésticos no interior da “república”. Vizinhos perceberam as luzes acesas e movimentação no interior do prédio durante o furto, mas pensaram que eram os próprios foliões. Quando a policia foi acionada e chegou ao local… só o pó!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *