Lipa & Grilo, os formiguinhas da Sapucaí

IMG_3217[1]

Eles protagonizaram uma das mais agitadas perseguições policiais do ano na Baixada do Mandú nesta segunda…

A velha Sapucaí começa a um quarteirão da avenida principal e vai se abrindo para o sudeste da Baixada do Mandú

Pense numa cena de filme de chanchada-policial com dois bandidos sendo perseguidos por vários mocinhos tentando, prendê-los com droga, na quebrada mais quente da cidade! Ao serem perseguidos eles pulam muros & quintais, sobem em telhados, caem de telhados, invadem residência, são descobertos debaixo da cama, encaram policiais, rolam com eles na poeira, recebem pulseiras de prata, tentam dobrar a serra do cajuru mesmo algemados até que finalmente sentam ao piano do paladino da lei… e acusam a policia de agressão e de forjar provas!
Pois sim! Agito muito maior do que eu reproduzi nestas singelas linhas aconteceu no meio da tarde desta segunda-feira, 11, nos quarteirões limítrofes das ruas Juruá com Sapucaí! Na Baixada do Mandu, claro!
Tudo começou às três e meia da tarde quando amigos ocultos da lei avisaram que os irmãos Bruno “Grilo” e Nailton “Lipe” Coutinho estavam distribuindo pedra bege fedorenta e farinha do capeta à preços módicos numa quebrada da Sapucaí.
Segundo a PM, Bruno atendia o cliente na rua, recebia a ‘ararinha’, se dirigia ao portão de um terreno murado ali perto, batia levemente no portão, recebia um pequeno volume das mãos de Nailton e levava até o cliente. Era o legitimo trafico formiguinha!
Depois de observar por alguns minutos o modus operandi dos irmãos e ver que eles saíram do local e entraram em Fiat Uno azul, os homens da lei deram o bote… E começou a chanchada policial!
Ao ver seu veiculo cercado por varias viaturas, o piloto abandonou o veículo e passou sebo nas canelas. Tropeçou na pressa e rolou na poeira duas vezes, mas levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima! Por cima mesmo… Galgou um muro, pulou no telhado, passou para o outro, passou para o terceiro e desceu no quintal da quinta casa! Parecia ter despistado a policia. Até que uma criança saiu gritando no portão:
– Tem um moço feio no meu quarto…!!!
Mesmo encurralado dentro de casa, Nailton não se rendeu. Somente com a ajuda da sisuda senhora “Tonfa” os policiais conseguiram dominá-lo e presentear-lhe as pulseiras de prata!
Dominada a situação, os policiais refizeram parte do trajeto do fujão – menos subir nos telhados, é claro – e apreenderam uma sacola plástica deixada pelo caminho, contendo R$1.700 reais, além de ouros R$ 172 na algibeira do moço.
Mas as cenas de cinema de quinta – para preencher madrugadas de Natal, quando todo mundo já foi dormir empanturrado de vinho tinto com leitoa e peru – ainda não tinha acabado! Ao ver o comboio se aproximando do formigueiro, quero dizer, do terreno murado, onde os irmão imitavam formiguinhas saúvas, Bruno passou sebo nas canelas, pulou o muro, saiu pelos fundos, passou como um corisco pelo acampamento cigano e dobrou a serra do cajuru!
No formigueiro abandonado às pressas, os policiais encontraram uma balança de precisão e demais petrechos comumente usados para dolagem de drogas tais como rolos de fita, pinos vazios, faca, lamina e o característico cheiro de drogas diversas. Havia maconha até dentro de garrafa pet… com agua!
A ultima cena do agitado imbróglio protagonizado por mocinhos & bandidos, já no inicio da noite do inesquecível 11 de setembro, aconteceu distante da Baixada do Mandú. Ao ser levado do quartel da PM, onde se redigiu o BO de sua prisão, para o taxi do contribuinte que o levaria para a delegacia de policia, Nailton tentou nova fuga, debaixo das barbas dos policiais! E novamente sucumbiu com a força da maré contraria. Sucumbiu mas fez barulho, gritando aos quatro ventos que estava sendo agredido pelos policiais! Mas neste momento ele já estava sendo assistido pelo seu causídico que presenciou toda a cena!
E lá foi o formiguinha Nailton “Lipe” Raimundo Coutinho, 30, sentar ao piano do paladino da lei na DP. O mano Bruno “Grilo” de Jesus Coutinho, 20, que recentemente deixou a hospedagem gratuita do Hotel do Juquinha, ainda não recebeu a ‘estatueta’ pela sua atuação na ‘chanchada’ de ontem… Mas a batalha está assando pra ele!

Anúncios

4 respostas em “Lipa & Grilo, os formiguinhas da Sapucaí

  1. Suas histórias são as melhores Chips! Por isso procuro por notícias no seu blog todos os dias, mesmo que já as tenha lido em outro lugar. Esse jeito diferente de narrar as coisas é o que atrai a maioria! Parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s