Ladrões ‘desmatam’ escritório do IEF em Pouso Alegre

A dupla de larápios não precisou fazer força para entrar no prédio… Bastou retirar a massa do vidro da porta! Uma vez lá dentro fizeram um ‘desmatamento ilegal’ no Instituto Estadual de Florestas…! Furtaram dois GPS, maquina fotográfica, um Datashow, um modem, uma impressora, dois telefones fixos ainda na caixa, um tablet, três motosserras apreendidas pelo órgão e uma mochila da funcionaria contendo uma trena e um celular Sony Ericson.

O abusado furto aconteceu ao pé da noite deste domingo, 01. No momento em que colocavam a res furtiva no interior de um Ford Escort prata, estacionado na porta do órgão, passava por ali um funcionário do Ibama, cujo órgão funciona no mesmo prédio na Francisco Sales. Intrigado ele ligou para a colega do IEF para tirar as duvidas:

– Boa noite V…. Por acaso você fez alguma apreensão de motosserra ou está dando plantão na repartição neste momento?

– Não…!!!

– Então chama a policia por que estão roubando nosso escritório!!!

A policia militar foi comunicada e entrou rapidamente em ação. Meia hora depois abordou o Ford Escort prata na Rua Roberto Ramos de Oliveira, a famosa “boca de fumo” no velho Aterrado, na posse do cidadão Ellerson Jorge de Souza Gerônimo. Pilhado em flagrante com o celular Sony Ericson furtado na mão, Ellerson ainda tentou tapar o sol com a peneira…

– Eu não roubei nada, não sargento… Mas eu fiz um carreto para um amigo! Ele me pagou oitenta reais para ir com ele na cidade buscar umas ferramentas de trabalho. Chegando lá eu fiquei no carro esperando enquanto ele entrou na casa, pegou as ferramentas e colocou no porta malas do meu Escort… O celular deve ser dele! Ele deixou cair no banco meu carro…

Apesar da estorinha bem contada, o boi não dormiu! E nem o paladino da lei! Até porque, o funcionário do Ibama guardou muito bem a indumentária dos ladrões: Um deles usava bermuda e camiseta amarela, a mesma que Ellerson estava usando no momento em que foi detido perto do campo do Bangu!

Ellerson Jorge sentou ao piano, assinou o 155 qualificado e foi se hospedar no Hotel do Juquinha.  A Policia Civil, responsável pelas investigações, está agora à procura do comparsa de Ellerson. Por enquanto sabe apenas que ele atende pela alcunha de “Bofinho”!

A batata está assando pra ele…!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s