Cabeleireira de Pouso Alegre ganha Gol Flex e 35 mil por telefone…

No final da manhã deste domingo 24, a cabeleireira M.L.M.S, 52 anos recebeu uma mensagem em seu celular informando que ela havia sido contemplada em um sorteio e tinha ganhado R$ 35 mil e um VW Gol flex. Tudo que ela tinha a fazer era retornar a ligação de um aparelho fixo para o numero (85) xxxx-yyyy para receber as instruções de como retirar seu premio.

Ao ligar para ao referido numero – cujo DDD é do Ceará e região – o promotor do sorteio disse que ela teria que fazer a transferência de R$ 780 para a conta de M.W.F.Silva numa agencia da Caixa Econômica Federal. Tão logo fez a transferência do numerário e voltou a ligar para o mesmo numero, o “sr.Marcio” – percebendo que estava fácil! – mandou que ela fosse à agencia do Santander e depositasse mais R$ 1,20 mil para a mesma conta! Neste momento ‘a ficha caiu’…! A euforia da cabeleireira se apagou… Ela se deu conta de que havia caído no hilário “conto do vigário” via celular! Seu rico dinheiro já havia mudado para o Ceará!

A historia da dona Maria me fez lembrar o primeiro carro que ganhei por telefone, no final de 2006… Foi divertidíssimo. Aliás, foi um espetáculo digno de plateia!

Descíamos – eu e os inseparáveis parceiros Benicio e Cleber – a Rua das Hortências no bairro Recanto das Margaridas, quando o celular vibrou na cintura. Ao abrí-lo vi a mensagem:

– “Voce foi escolhido pelo Programa “Faça uma pessoa feliz” do SBT. Voce foi sorteado com um Honda Civic completo e mais um bônus de R$ 5 mil para documentação e seguro. Ligue de um aparelho fixo para o numero abaixo para confirmar seus dados e receber seu premio”. A central de sorteios do SBT o parabeniza e aguarda seu contato”.

Nós havíamos acabado de prender um cidadão por inadimplência alimentícia e como estávamos no velho golzinho quadrado sem ‘forninho’, ele estava no banco de trás ao lado do Clebinho. Mostrei para o três a mensagem, pulando de alegria no banco da frente!

– Vejam… Acabei de ganhar um carrão zero e mais cinco mil reais!!! Que maravilha! E olha que eu nem vejo o SBT em casa…!

Chegando na Delegacia da Quintino Bocaiuva fui direto para trás do balcão, peguei o telefone e liguei para o numero indicado na mensagem.

– Alô, foi vocês que me enviaram uma mensagem sobre o sorteio de um Honda Civic…?- falei eufórico.

– Um instante… Qual é o numero do téléfone fixo do sr. mesmo? – Perguntou uma voz com sotaque nordestino. Após ouvir o numero que eu disse o dono da voz fingindo desinteresse acrescentou…

– Estou anotando o numero aqui… Vou passar o sr. para o sr. Givanildo, da  ‘Central de Sorteios’. Um instante… – disse a voz.

Enquanto aguardava quatro ou cinco segundos, dava para ouvir uns cochichos do outro lado da linha que dizia… “… é um dos nossos clientes!”

A mesma pessoa deu uma limpada na garganta, impostou um pouco a voz e iniciou o diálogo tentando imitar ao menos a alegria do patrão Silvio Santos.

– Quem é o felizardo que acaba de ganhar um belo Honda Civic…?

A cada resposta que eu dava ele emendava uma nova pergunta ou uma interjeição do tipo;

– Mas que sorte a do sr.! senhor Airton! O sr. certamente vai fazer uma festa para comemorar, não é? Imagine ganhar um carro e mais cinco mil reais… – E sem dar tempo para qualquer interpelação, o cidadão com sotaque nordestino foi me enchendo de pergunta e foi esquecendo as ‘formalidades’. Logo estava me chamando pelo nome como se fossemos velhos amigos ou vizinhos!

– Acho que eu mesmo vou levar este carro aí para o sr. e participar deste churrasco, seu Airton!

Sabendo muito bem com quem eu estava falando e que tipo de carro eu havia ganho, dei corda para o moço da ‘central de sorteios’. A cada pergunta dele eu interrompia eufórico, querendo saber detalhes sobre meu carrão novo!

– Mas quando vocês vão me entregar o carro…!

– Amanha mesmo, seu Airton. Mas o dinheiro vai estar depositado na sua conta hoje mesmo, seu Airton…

– Mas que horas vocês chegam com o carro? Quero marcar o churrasco e desfilar com ele pelas ruas, posso?

– Mas claro, seu Airton! O carro é seu… – emendava no mesmo ritmo e euforia o moço da central de sorteios, cada vez mais à vontade, cada vez mais nordestino…!

A esta altura do nosso dialogo no hall do velho predio da esquina da Quintino Bocaiúva, Benicio e Cleber já haviam recolhido o preso da Pensão Alimentícia no ‘corro’ e já havia se juntado a meia dúzia de pessoas em volta do balcão para ouvir a conversa… Afinal, não era todo dia que viam um colega de trabalho ganhar assim um carro de sessenta e cinco mil num sorteio. Quanto mais eu me empolgava de cá com meu Honda Civic, mais o moço da ‘central de sorteio’ se empolgava de lá com minha empolgação…

– Mas me diga, em qual banco mesmo o sr. tem conta, seu Airton? Itaú, é? Tem conta em outro banco também? O sr. trabalha com que mesmo, seu Airton. O sr. já tem carro seu Airton? Que bom sr. Airton, agora o sr. pode dar o carro velho pra esposa e ficar com o carrão zero, né, seu Airton. Isso é que é sorte né, seu Airton? Como é que o sr. quer receber estes cinco mil, seu Airton? Através de boleto ou direto na conta, seu Airton? Qual é mesmo numero da conta seu Airton? Quanto o sr. tem na conta do Itau, seu Airton? E na conta da Caixa seu Airton?

Depois de uns quatro ou cinco minutos de animada conversa, decidi ‘apertar’ o cinto do ‘moço da central’;

– Mas de onde mesmo o sr. está falando, Givanildo?

– Da ‘central de sorteio’ do SBT…

– Eu pensei que o sr. estivesse falando de Fortaleza… Seu sotaque é bem nordestino!

Após uma pigarreada ele emendou…

– Mas eu sou do Ceará mesmo, é que eu não perdi o sotaque da terrinha, inda não!

– E há quanto tempo você trabalha em São Paulo, Givanildo?

– Já tem uns doze anos, oxente!

A esta altura da conversa, no entorno do balcão já não cabia mas ninguém! Funcionários, despachantes, pessoas que estavam na delegacia por algum motivo queriam ouvir de perto minha conversa com o ‘moço da central de sorteios’. E eu dando corda…! E ele querendo saber tudo e mais um pouco a meu respeito! O que eu fazia,quanto eu ganhava, em que banco eu tinha conta, quanto eu tinha na conta… Até que eu fiz a clássica pergunta!

– Mas o que eu tenho que fazer para receber este maravilhoso Honda Civic e os cinco mil, Givanildo…?

– É muito simples seu Airton, o sr. só precisa fazer um pequeno deposito na conta do SBT para ‘reativar’ a conta…! De quanto o sr. dispõe no momento no banco, seu Airton?

– Devo ter uns … quatro mil no banco Itaú, Givanildo – menti descaradamente abrindo um sorriso para as pessoas à minha frente no saguão da delegacia. Minha conta estava mais vermelha do que uniforme de bombeiro! Se eu de fato recebesse um Honda Civic de 65 mil e vendesse para pagar minhas contas em 2006, acho que mal sobraria para comprar uma bicicleta! A esta altura até o delegado Jose Walter, ao ouvir a conversa, desceu do seu gabinete no andar superior e parou na escada de madeira para ver e ouvir a encenação…! Percebendo pela minha euforia que eu já estava quase ‘fisgado’, o ‘moço da central de sorteios’ aumentou a pressão psicológica.

– Mas o sr. não tem dinheiro na poupança no outro banco que o sr. falou não, sr. Airton?

– Devo ter uns três mil e pouco na Caixa, mas eu vou precisar dele para pagar a escola dos meninos…

– ‘Ara’ sr. Airton, o sr., não pode dispor de 7 mil não, sr. Airton? O sr. vai receber totalmente de graça um premio de 70 mil, sr. Airton! Dá para colocar todas sua contas em dia…

– Tudo bem… sete mil! E o que que eu tenho que fazer?

– Fala o numero da sua conta para eu mandar depositar os 5 mil hoje mesmo, seu Airton… Agora anota aí o numero da minha, quer dizer, da conta do SBT para o sr. fazer a transferência dos 7 mil sr. Airton… – derrapou ele.

Bem, depois de uns seus ou sete minutos de encenação com Givanildo, o ‘moço da central de sorteios’ do SBT, diante de calorosa plateia querendo saber o desfecho, era hora de terminar o espetáculo e descer do palco. Levantei da cadeira com o telefone colado no ouvido e fiz a pergunta que todo cidadão que ganha carros e outros prêmios através de celular deveria fazer…!

– Sr. Givanildo… De qual penitenciária do Ceará o sr. está falando, mesmo!!!

– …………….

Após alguns segundos de silencio, engasgos e pigarros, o ‘moço da central de sorteios’ fingindo de desentendido soltou uma pergunta. Sua palidez do outro lado da linha podia se pegar com a mão…

– Não estou entendendo… Do que o sr. está falando, seu Airton..!

– Sr. Givanildo, pelo DDD da mensagem no meu celular, pelo seu sotaque e por mais alguns ‘detalhes’ eu sei que o sr. é um picareta falando de uma penitenciaria qualquer do nordeste do Brasil… Este numero de conta bancaria que você anotou aí é tão verdadeiro quanto você é funcionário do SBT! Eu estou falando da delegacia de policia onde eu trabalho, maaaannnnéééé!

Com o rosto pegando fogo de raiva, o ‘moço da central de sorteios’ do SBT, a dois mil e setecentos quilômetros de Santa Rita do Sapucaí, soltou um palavrão e desligou o celular.

No saguão da DP eu e a plateia soltamos uma gostosa gargalhada…

Para lidar com vigaristas de todo tipo, que te oferece prêmios e bilhetes premiados, não precisa ser policial e nem ter qualquer tipo de experiência… Basta lembrar que para ganhar alguma coisa… É preciso suar a camisa! É preciso trabalhar!!!

 

Anúncios

21 respostas em “Cabeleireira de Pouso Alegre ganha Gol Flex e 35 mil por telefone…

  1. Airton venho sempre recebendo mensagens q ganhei,que fui sorteada. Rsrs tem que rir pra acreditar.
    Tenho dó desta moça q luta pra ganhar seu dinheiro,vem uns idiotas faz as pessoas cair num trote deste. Gente hoje em dia e difícil ganhar um real,imagina uma bolada de dinheiro,como está moça caio vc também pode cair nun trote. Fique esperto,qualquer um pode ganhar um prêmio deste!

    Curtir

    • Olá “Depressão”,
      E quando alguém receber a tal mensagem, para não cair no golpe, basta usar a tecla “””Excluir””” e mandar o “premio” para o lixo…!
      Abraços

      Curtir

  2. Sensacional, eu dei boas risadas.

    Me desculpe a falta de criatividade, mas no próximo carro que eu ganhar, eu vou ser obrigado a ocultar meu ID e fazer o mesmo rsrsrsrsrsrsrsrsrs.

    Sinceramente, tenho dó das pessoas mais velhas, que acreditam nisso. Infelizmente não são todas pessoas de idade que tem noção do que está acontecendo.
    Por isso é bom ser noticiado tais golpes!

    abs

    Curtir

  3. Ainda a pessoas desprevenidas que dão ouvidos a estas coisas de premio cuidado muito cuidado gente ninguém da nada pra ninguém. si trabalhar fica para traz.
    Abraços

    Curtir

  4. Isso chama-se: falta do q fazer!!!
    Vivo recebendo mensagens, ligações…mais cá entre nós, nem participo de nda, como posso ganhar??
    kkkkk…Mais enfim, são coisas da vida, ter q conviver com pessoas assim. Tenho dó de pessoas leigas neste assunto, pq labia esse povo tem…
    Airton, abraços e parabens pelo blog

    Curtir

  5. EU TENHO DÓ SIM …. MAS FALA VERDADE, AGENTE ESCUTA FALAR SOBRE ESSE NEGÓCIO DE GOLPE QUASE TODO DIA, NA TV, OS COMENTÁRIOS E A PESSOA AINDA NÃO APRENDE !!!! É “INOCÊNCIA” DE + … FALA SÉRIO.

    Curtir

  6. Chips eu me lembro bem desse dia,demos muitas risadas, foi muito divertido mesmo!!! no meu celular sempre recebo essas mensagens e todas de presídios do nordeste! Um forte abraço pra voce e qualquer hora a gente se encontra, não te vejo mais meu amigo!!!

    Curtir

    • Grande companheiro Benício… Sua benção padrinho! Voce “não me deixa mentir sozinho”!
      Saudade de voce, do companheiro Cléber! Fiéis companheiros…
      O ano e meio que trabalhamos juntos em Santa Rita ficarão marcados pelo resto da vida. Foi um período de muito trabalho, de muita produtividade, de muita amizade… Voce e o amigo Cleber e depois a Tatiana, a doutorinha g… me fizeram tomar gosto por Santa Rita do Sapucaí! Bons e inesquecíveis tempos!
      Meu telefone e o dela é o mesmo. Ligue, convide a comadre Rose e venha ‘tomar uma especial’ com a gente…! Tenho uma “Velho Pescador” gaucha esperando para abrir.
      Abraços meu amigo Benício…!

      Curtir

  7. hahaha Adorei. eu tbm ja recebi a mensagem e retornei bati uns papos com eles, e dps dei muitas risadas. Uma pena que existe pessoas que ainda confia nesse tipo de mensagem. As coisas não caí do céu, tem que Trabalhar para ter algo!

    Curtir

  8. Meu pai aqui em MG recebeu a mesma mensagem na mesma data, na hora falei p/ ele e malandragem, ninguém ganha nada fácil assim não, e outra coisa ele não estava participando de nenhuma promoção como que ia ganhar carro dinheiro, exclui na hora a mensagem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s