Vidraceiro morre na BR 459

O acidente fatal foi causado por uma mula que desfilava solta na pita de rolamento!

O sinistro aconteceu às 04:20h da madrugada gelada desta sexta feira, 28, no KM 78 da rodovia Juscelino Kubitschek de Oliveira, em Congonhal. O cidadão P.C.P., 50 anos, seguia para Senador Jose Bento conduzindo a caminhonete Ford Curier de placas HDF-0247, quando o equino que desfilava pela pista de rolamento entrou na sua frente causando o acidente. Com o inesperado choque frontal, ele perdeu o controle direcional da caminhonete, saiu da pista e morreu no local.

A perita da Policia Civil esteve no local fazendo os levantamentos de praxe e liberou o corpo do vidraceiro para o IML de Pouso Alegre.
A mula branca, sem identificação, também morreu no momento do choque. O desavisado animal causador do acidente, foi retirado do local. Seu dono, responsável pelo homicídio culposo, ainda não apareceu para reclamar o animal!

Financeira toma – fácil! – mais de R$2 mil da empresaria

Ela fez um empréstimo de R$10 mil pela internet e pagou ‘taxas preliminares’… antes de receber o empréstimo contratado!

(I.i.)


Você já viu aqueles folhetos oferecendo “dinheiro fácil”? Tem tantos por aí sendo distribuídos nas esquinas, nos calçadões, oferecendo empréstimos sem burocracia e sem fiador…
Mas nos folhetos falta uma palavrinha. Na verdade um verbo indispensável ao propósito da suposta financeira; “tomo”! O correto seria:
‘“Tomo” seu dinheiro fácil”!
Nesta terça uma microempresária de Camanducaia foi vítima deste engodo. Para expandir seus negócios a vendedora M.M. contatou a empresa que atende pelo nome de “Inove Credito Assessoria e Investimento S/A” e solicitou o empréstimo de R$10 mil. Seria fácil! Ela só precisava fazer uma transferência bancaria de 10% do valor do empréstimo… para as despesas de fiador, etc…!
Faturado os mil reais, e sentindo que poderia faturar mais ‘algum’, a ‘financeira’ começou colocar empecilhos, alegando que havia surgido mais despesas, taxas daqui, taxas dali, e precisava de novos depósitos para liberar o empréstimo! E arrancou mais R$1.422,58 da jovem vendedora.
Depois de pagar todas as taxas ‘preliminares’, M.M. tentou novo contato com a empresa para enfim receber o empréstimo. Mas só o pó…! A financeira pirata, ou picareta, como era de se esperar, evaporou da internet!
E a pequena vendedora do bairro Nova Jaguari, em Camanducaia, agora ainda mais descapitalizada, ficou só com o cabo do guarda-chuva na mão!
Empréstimo, meu estimado leitor, só se faz em casos de vida ou morte – de pessoa muito querida – e em bancos!

Os “Meninos” ganharam mais uma fã

Ela tem 12 anos e além de seguir o Blog do Airton Chips, é apaixonada por leitura e quer conhecer mais das história da sua cidade!

O exemplar do livro “Meninos que vi crescer” foi adquirido via telefone celular. Com dificuldade para adquiri-lo via ‘pag-Seguro’, ou nas bancas de jornais, o pai da garotinha acabou encontrando o contato do escritor e adquiriu a obra que conta, além de histórias de jovens que experimentaram droga e se perderam no crime, – algumas tragicômicas – histórias de superação, e histórias que marcaram épocas em Pouso Alegre e região. Estão entre elas “Pouso Alegre da minha infância”; “Assim nasceu o Ribeirão das Mortes”, e os clássicos “O Mistério do Coisa Ruim da Borda”; e “A verdadeira história do Beco do Crime”, esta, que lembra muito “Romeu & Julieta”, que, em 1955 ainda não havia sido filmada por Franco Zefirelli.

O sobfrenome da leitora Cristieli também tem uma historia… bem interessante!


Filha de um corretor de imóveis e de uma professora, a mais jovem leitora do livro “Meninos que vi crescer”, Cristieli Tres, tem 12 anos de idade e estuda na E.E.Mons. Jose Paulino em Pouso Alegre. Coincidentemente escola de saudosas lembranças do autor do livro, cujos bancos ‘alisou’ no início dos anos 1970.
Cristieli, de sobrenome diferente, é apaixonada por livros. “Ela adora ler” – dizem os pais. Com esse perfil diferente para estudantes da sua idade, ela se interessa por histórias… histórias de “Meninos que vi crescer”. E fez questão de posar com o autor do livro e seu ‘presente’!

‘Morador’ de rua…

O que leva um cidadão com casa, comida e roupa lavada desistir de tudo pra ‘morar’ na rua?

(I.i.)

O furto da mala da professora de Pedralva, como furto simplesmente, não mereceria espaço nem mesmo num cantinho de uma página policial, nem mesmo para ocupar o espaço do obituário semanal. No entanto, tem um detalhe interessante: foi cometido por um morador de rua! E um ‘sub-detalhe’… Um morador de rua que tem família e tem residência fixa. Humilde, mas tem.
Vando Rodrigues, 48, sem profissão definida, mas pau para toda obra, já foi servente, ‘chapa’, carroceiro e catador de recicláveis. Já foi até jogador de futebol amador! – Tomei muitas bicudas dele na canela quando ele jogava pelo Juventus do Fatima ou pelo Flamengo do cascalho.
Não se sabe ao certo o que o levou para as ‘marquises’. Talvez tenha sido a paixão pela estonteante Severina do Popote! Talvez as agruras da vida…!
Outro dia peguei meu carro e saí pela cidade procurando minha cadela que havia fugido de casa. Parei defronte um estacionamento na Perimetral ao ver um animal que julguei ser minha “Puma”. Havia dez moradores – e moradoras – de rua estendidos sobre papelões e trapos sob a marquise, se preparando para dormir, no inicio da madrugada. Dentre eles o antigo zagueiro central do Juventus! Para puxar prosa me propus comprar o robusto e fiel animal marrom que cochilava aos pés do dono. Ele até se prontificou a vender-me seu animal de estimação.
– Uai, quanté que o ocê dá nele? – Perguntou Vando sentando na ‘cama’ de papelão.
Quando reconheceu-me, levantou-se e veio até a porta da caminhonete cumprimentar-me com efusão, dizendo aos demais ‘moradores de rua’ que era meu amigo!
E somos mesmo… apesar das bicudas que recebi nas canelas! Mais de uma vez ajudei-o a comprar o almoço, ou o jantar… ou uma dose de suco de gerereba!
Quanto ao fiel amigo… Não deu negocio! Quando vi os ‘documentos’ do robusto cão marrom do Vando, constatei que não era o meu. A Puma é femea!
Mas voltemos ao furto cometido pelo ex-zaqueiro do Juventus…
O furto da mala da professora de Pedralva na virada da noite deste domingo, como tantos outros que tem tirado o sono de tantos cidadãos, vai muito além de um reles caso de polícia…! É no mínimo um caso de exclusão social. Ou quem sabe, um caso para Freud explicar…!

Morador de rua furta mala da viajante

No penúltimo final de semana de julho, os meliantes colocaram as asinhas de fora… Cometeram 11 furtos em Pouso Alegre! Excetuando o furto de um carro ‘velhinho’ e o de uma moto Twister, todos os demais foram de pequena monta. O mais insignificante foi o de uma mala, de uma viajante que ‘cochilou’ no terminal rodoviário!

(I.i)


O furto foi descoberto casualmente pela polícia militar. Quando passava pela Dr. Lisboa no início da madrugada, os homens da lei avistaram o cidadão Vando Rodrigues, com pinta de somongó, carregando um saco preto nas costas. Ao verificar o conteúdo do saco preto, encontraram uma mala de viagem com roupas femininas. Como é étero e velho conhecido da policia, por pequenos delitos, Vando não tentou tapar o sol com a peneira… preferiu abrir logo o livro, e contou que havia surrupiado tal mala no terminal rodoviário minutos antes. De volta ao local do crime a res furtiva foi devolvida à vitima Raquel Marques Guimaraes Simão, moradora de Pedralva.
Mesmo sem a materialidade do crime e sem o depoimento da professora, – requisitos importantes, mas não indispensáveis na autuação – pois ela precisou seguir viagem com a mala, já que não havia outro ônibus para Pedralva àquela hora, Vando Rodrigues sentou ao piano e assinou o 155.

Mais um acidente fatal na BR 459…

A vitima é uma sobrinha do vice-prefeito de Pouso Alegre.

A bruxa anda solta na BR 459 no trecho próximo a Pouso Alegre. Seja por imprudência, negligencia ou imperícia… ou simples fatalidade, vidas tem sido ceifadas neste trecho recentemente.
O sinistro aconteceu no final da tarde ensolarada deste domingo, 23, entre Pouso Alegre e Congonhal. O veiculo VW Golf, conduzido pela jovem Adriele Soares, sentido Pouso Alegre, bateu de frente em outro veiculo VW Gol, que seguia para Ipuiuna. O Golf capotou e saiu da pista.

Ambos tinham três ocupantes. Adriele morreu no local. Os demais ocupantes dos dois veículos foram socorridos e levados para o Hospital Regional Samuel Libânio com ferimentos generalizados.
Adrielle Soares Ferreira, 23, filha de Luiz “Gonza”ga, era sobrinha do vice-prefeito de Pouso Alegre, Dr. Paulo Valdir Ferreira. Era também neta de Vilma Del Greco Soares, uma das primeiras moradoras do bairro São Cristóvão em Pouso Alegre.
O corpo da jovem passou por necropsia no IML de Pouso Alegre na manhã desta segunda,24, e foi liberado para a família.

AMO realiza faxina ambiental

oi a primeira ação pratica da recém- criada Associação de Moradores do bairro Fatima I.


“ Indignados com os políticos, que usam o dinheiro dos impostos para comprarem e se perpetuarem no poder, e acumular fortunas nos paraísos fiscais, o cidadão já não varre a própria calçada, porque isso é obrigação da prefeitura!”

A ensolarada manhã de sábado ficou menos fria! Pelo menos para um grupo de moradores do bairro Fatima I, em Pouso Alegre. Às nove o grupo se reuniu na “praça da academia” do bairro, para o primeiro “mutirão de limpeza”, especialmente da área verde, que corta, de leste a oeste todo bairro formando um ‘l’. Não eram muitos. Além dos diretores e seus familiares, menos de meia dúzia de moradores participaram da faxina ambiental. Mas foi bom. Foi saudável, prazeroso e gratificante. Dá gosto ver o bairro que você escolheu para morar, todo limpo, com a grama aparada, arvores floridas e o cheiro do mato verde. Participar dessa limpeza, dessa tarefa, dá uma sensação de dever cumprido… Uma sensação de ‘cidadania’!


No meio da semana a prefeitura já havia feito sua parte. Depois de roçar o matagal que havia se formado nos últimos três meses e meio, com homens e maquinas retiraram vários caminhões de grama, mato, galhos, entulhos e lixo de toda espécie. Ainda assim o mutirão de limpeza deste sábado recolheu uma caçamba de caminhonete cheia de sacos de lixo. Havia desde bitucas de droga e ‘marikas’, até preservativos usados. E já havia também alguns montes de podas de jardim, o que mostra que a associação terá muito trabalho para conscientizar alguns moradores de que:

“Ambiente limpo não é o que mais se limpa… mas o que menos se suja”!

Este lixo de jardim foi colocado na área verde depois da limpeza feita pela prefeitura!

Os que não foram ao mutirão, porque não sabiam, ou porque tinham outros compromissos, continuam naturalmente inseridos no ‘projeto’ da Associação, que busca, através da integração dos moradores, melhorar a segurança, a higiene e a consequente qualidade de vida no bairro.

Outros mutirões serão necessários, outras atividades serão promovidas pela AMO-Fatima visando o bem comum… É só o começo!

A difícil conscientização…:

Nesta segunda, pela manhã, caminhando pelo bairro, ja encontramos lixo de vizinho, descartado na área recém-limpa, ironicamente ou desafiadoramente, ao lado da placa que avisa expressamente para não fazê-lo!

Idosa morre afogada em piscina em Pouso Alegre

Ela tinha Alzheimer e estava sozinha em casa!

(I.i.)

A tragédia aconteceu no início da tarde deste sábado,22, no Jardim Canadá, a sudoeste de Pouso Alegre. O fato foi descoberto por um vizinho, que, da sua janela, viu o corpo boiando na piscina. Quando os Bombeiros chegaram ao local, a vitima não respirava mais.
Maria de Lourdes do Prado tinha 78 anos e sofria do mal de Alzheimer. Ela fora deixada em casa na companhia apenas de uma sobrinha, de 45 anos, com diagnostico de paralisia infantil. No momento do acidente fatal a cuidadora das doentes havia saído para almoçar a alguns quarteirões dali, no bairro Foch. Quando voltou para casa, a policia e os Bombeiros já estavam no local.
O corpo da idosa com Alzheimer foi encaminhado ao IMl de Pouso Alegre onde passou por exames de necropsia e foi liberado para a família.
Heloisa Helena Vicente do Prado, 49, nora de Maria de Lourdes, foi levada para a delegacia de policia para prestar depoimento. O delegado de plantão indiciou a cuidadora das duas doentes, pelos crimes de Abandono de Incapaz e homicídio culposo.

21 de julho… Uma data especial!

Devia ser duas e meia da manhã quando sua mãe falou:
– Temos que ir para o hospital!
Corri à casa do vizinho, peguei a Brasília amarela emprestada e saímos apreensivos na madrugada! Antes de o dia clarear você já estava enrolado na mantinha chita, no seu bercinho… Havia acabado de nascer! Veio fazer companhia para o irmãozinho, que ainda engatinhava e o chamaria de “Peto”. E encheu de luz nossas.
Numa época de muitas carências materiais nunca lhe faltou carinho, afeto, orientação e muito amor e, é claro, as bênçãos de Deus.

Acho que a data merece uma destas, hein…?


Você cresceu forte, saudável, decidido…! Ganhou uma camiseta do Flamengo… e virou vascaíno! Fez suas escolhas, acertou todas e hoje completa 35 anos cercado de amigos, uma linda namorada, realizado profissionalmente, estimado socialmente e buscando cada vez mais luz…!
O aniversário é seu… O presente em nossas vidas é você, Diego!
Me orgulho muito de você meu filho.
Parabéns… Deus o abençoe sempre, meu filho.
Te amo.

Jonathan & Jony… os assaltantes intermunicipais!

Em pouco mais de 24 horas eles conseguiram assaltar estabelecimentos comerciais em tres cidades da região!Dois num mesmo dia!

Jonathan admitiu os 4 roubos mas livrou a cara do parça Jony…
A mesma pistola preta, o mesmo ‘modus operandi’, até as mesmas roupas usadas no três assaltos. Foram estes detalhes que levaram os homens da lei a seguir a sombra da dupla Jonathan e Jony.
A dupla, que até ontem cantava de galos no crime na região, foi abordada pela policia militar em um boteco da Rua Roberto Ramos de Oliveira na ‘baixada do Mandu’, ao pé da noite desta quarta,19. Na ocasião Jonathan usava roupas semelhantes à usada nos roubos da segunda-feira. No celular deles havia provas cabais do crime: o meliante Jony exibia a ‘pacoteira’ roubada, como troféu! Depois de um tete-a-tete com os homens da lei, Jonathan confessou os três roubos, dois cometidos na segunda-feira, 17, e outro na terça. E confessou mais…
O primeiro roubo do dia aconteceu na pequenina Congonhal, 16 quilômetros a nordeste de Pouso Alegre às quatro e meia da tarde. Do mercadinho Souza & Souza a dupla da pistola preta levou R$700.
Duas horas depois, enquanto a policia militar tentava prender a dupla nas cercanias, aconteceu o segundo roubo, na cidade de Cachoeira de Minas, a trinta e dois quilômetros ao sul de Pouso Alegre. A vitima da terra do biscoito foi também um mercadinho. E o prejuízo foi maior: atrás da ameaçadora pistola preta, numa ação que durou 44 segundos, os assaltantes levaram cerca de mil reais.
O terceiro roubo em vinte e quatro horas aconteceu no bairro Boa Vista, ao norte de Pouso Alegre. Brandindo a mesma pistola preta o assaltante fez o dono da mercearia e seus clientes se fecharem no banheiro enquanto ele limpava o caixa. Levaram da mercearia cerca de 800 reais e dois celulares.
Diante do detalhado relatório da policia militar narrando o que havia apurado, a jovem delegada de plantão Hipólita Brun, solicitou, e o homem da capa preta expediu o ‘mandamus’. Desde o final da noite desta quarta-feira, 19, Jonathan e Jony estão à disposição da justiça na DP, contando todo tipo de estória ao delegado Gavião e sua ‘pupila’. Jonathan Wesley Gomes de Oliveira, 25, confessou os dois roubos da segunda e o da terça-feira e confessou também o roubo ao posto do “Macaco” na tarde do dia 04 de julho. Mas diz que seu ‘parça’ nestes crimes é um tal de “R…”, dono da pistola preta. Ambos foram reconhecidos pelas vitimas dos três roubos.

Jony fez selfie com o dim-dim mas jura de pés juntos que não participou dos roubos…

Apesar de exibir em selfies parte do dinheiro roubado das mercearias, e do reconhecimento das vitimas, Jony da Silva, 25, sem registros policiais, jura de pés juntos que não participou dos roubos.
Nos próximos dias, o delegado Renato Gavião, responsável pela Delegacia de Furtos & Roubos da delegacia regional, deverá colocar tudo em pratos limpos.

 

  • Atualização: Em depoimento ao delegado Gavião na tarde desta quinta-feira,20, Jonathan confessou também o roubo ao Posto Santa Maria, ocorrido na noite do dia 08 de julho. Será que tem mais?