Policia prende travesti na madrugada

“Karol” foi surpreendido em cima do telhado de um ‘pet shop’!

A noticia que chegou até a policia militar, via 190, dava conta de que havia uma mulher no telhado de um pet shop da rua Dr. Samuel Libanio, tentando entrar na loja.
– O que você está fazendo aí? Perguntou o vigilante.
– Estou dando uma volta… – respondeu a figura com voz cantada.
– Quando eu disse que iria chamar a policia, ela começou arrancar telhas do telhado e jogar na minha direção… – contou o vigilante noturno da firma de segurança eletrônica.
Só faltou molhar a ponta do dedo indicador e dizer que iria me afogar..!!! – deve ter pensado o vigilante.
Quando a PM chegou ao pet shop, a ladra, quero dizer, o ladrão, ou talvez o ladra-ão, já havia dobrado a serra do cajuru. É que se tratava de um homem, que às vezes age como mulher, ou seja: um travesti! O moço, que se veste como moça, é Normando Ferreira Santos, também conhecido por “Karol”, 36, morador do Cidade Jardim.
Após atirar telhas no vigilante, Normando desceu do telhado do pet shop e passou sebo nas canelas, sendo seguido de perto até pular o muro de um quintal na rua Antonio Caixeta, onde finalmente recebeu as pulseiras de prata dos homens da lei.
Para entrar no pet shop, além de pular o muro e subir no telhado, “Norma” quebrou o vidro da janela dos fundos. Depois de danificar três sensores de segurança e revirar tudo sem encontrar nada de interessante, ele resolveu ir embora de mãos abanando, quando então foi surpreendido no telhado pelo vigilante e tentou mata-lo com uma telha. – Ou afogado em cuspe!
Embora não tenha levado nada, a cachorrada, desculpe, o arrombamento ao pet shop no meio da madrugada, rendeu ao travesti um 155 triplamente qualificado, portanto, sem direito à fiança! E lá foi Karol, mais uma vez, para o Hotel do Juquinha!

Oreia & Pigmeu caíram nas malhas da lei

Eles haviam acabado de assaltar um mercadinho na rua São Pedro!

Bruno “Oreia” Wood…

Passava pouco das sete e meia da noite quando a dupla entrou no mercadinho Ponto Alto, no inicio da rua São Pedro, no bairro São Antonio. Enquanto o baixinho exibia um trabuco 32, o mais alto fez a limpeza do caixa. Não havia muito o que roubar, apenas setenta e poucos reais. Para não perder a viagem levaram também alguns mações de cigarros.
Tão logo tomou conhecimento do roubo e a descrição dos assaltantes, os homens da lei saíram fungando nos seu cangotes. E foram direto para o mocó. Bruno Silva Wood, o mais alto, e Luiz Henrique Pereira, o baixinho, estavam mocosados numa casa no Jardim Noronha. Pegos ainda com os corações disparados devido à fuga do Santo Antônio ao Noronha, a dupla não conseguiu tapar o sol com a peneira… e confessaram o roubo! O revolver calibre 32 com seis munições intactas e as roupas usadas no crime ainda estavam com eles.
Bruno Silva Wood, 25, o “Oreia”, e Luiz Henrique Pereira, 39, o “Pigmeu” são figurinhas fáceis no álbum da policia. Pigmeu é o que pode chamar de “cadeieiro velho”. Ambos, sós ou em parceria, são suspeitos de quase uma dúzia de roubos ocorridos na cidade nas últimas semanas.
“Oreia” assumiu os roubos do mercadinho “Le Baron” na Com. Jose Garcia, e da Auto Center Daniel, na avenida Moises Lopes.
O velho “Pigmeu” assumiu o roubo da loja de celulares na Duque de Caxias, e, pelas contas da PM, ele e Oreia estavam em dois assaltos na Farma Foch.
Se a policia civil puxar fio da meada, poderá encontrar as digitais da dupla em mais pelo menos meia dúzia de roubos nos quatro cantos da cidade nas ultimas semanas.
Por enquanto a “Oreia” & Pigmeu ficarão hospedados no Hotel do Juquinha por conta do roubo de R$ 70 e três maços de cigarros no mercadinho da rua São Pedro!

Oi primo… Meu carro quebrou!

Eu estava indo te visitar. Agora preciso de R$ 1 mil para pagar o mecânico. Você me empresta os mil reais?

Foi assim que o cidadão V.R.M. morador do velho Aterrado viu seu rico dinheirinho ir embora… sem ver a cara do primo!

Estava o cidadão V.R. quieto no seu canto, curtindo o fim do feriadão no aconchego do seu lar, no meio da tarde desta segunda quando o telefone tocou! Era o primo Bruno Pereira, que mora em Jundiaí-SP.
– Fala aí primo, tudo bem? Cara, você não acredita o que aconteceu! Eu estava indo aí pra Pouso Alegre te visitar, mas meu carro quebrou. Estou num galpão aqui perto de Estiva. O mecânico já consertou, mas estou precisando de R$ 1 mil reais para liberar o carro… Me ajuda aí primo! Me empresta a grana que quando chegar em sua casa eu te pago! Anota aí o número da conta do mecânico pra você fazer o deposito direto na conta dele…! – disse o suposto primo, atropelando as palavras para que o interlocutor não tivesse tempo de ordenar as ideias.
Depois de depositar os mil reais na conta indicada, V.R. ligou para o primo para saber se havia dado certo…! E descobriu que o primo Bruno estava ‘muito bem, obrigado’, na sua casa na cidade de Jundiaí!
Esse foi mais um “golpe do primo e o carro quebrado”! Mas poderia ser também o golpe do ‘sobrinho’, do ‘netinho’, da ‘tia’, da ‘vovozinha’…!
Conte este caso em sua casa, na escola, no trabalho, no boteco, no motel, no WhatsApp… Isso poderá evitar que um amigo seu “socorra um primo com o carro quebrado”!

Preso durante entrevista de trabalho…

Ele não é meliante… mas tem um débito com a justiça!

A prisão do inadimplente aconteceu na recepção da empresa Delft no trevo da MG 179 às oito e meia da manhã desta segunda, 02 de maio. A polícia chegou até o procurado através de denúncias de amigos ocultos da lei, informando que ele estaria naquele local naquele horário.
Ao receber as pulseiras de prata da lei, Pedro Henrique se assustou e argumentou que não sabia porque estava sendo preso.
– Não tenho nenhuma pendência judicial. Eu tive um processo na justiça por causa de pensão, mas isso já foi acertado há quatro anos.
Bom, se foi acertado o processo quanto ao debito da pensão, faltou acertar com a justiça, pois o nome de Pedro Henrique da Silva, 64, continua na lista negra! Havia em seu desfavor, um mandado de prisão cívil, por causa de ‘pensão alimentícia’!
Por ironia do destino, o inadimplente foi preso justamente no momento em que foi fazer entrevista de emprego na construtora!
Se a falta de quitação do debito alimentar foi por causa de recurso financeiro, o credor continuará sem receber, pois o devedor perdeu o futuro emprego! E foi morar temporariamente no Hotel do Juquinha…!

Maio começa com suicídio

O sinistro aconteceu no bairro São Cristóvão em Pouso Alegre nesta segunda 1º de maio. E, estatisticamente, preocupa. Nos últimos doze meses, em Pouso Alegre e região, aconteceram mais suicídios do que homicídios!

A vítima da vez é o jovem David, 27, morador do Bairro Jardim Aureliano. O corpo foi descoberto por um morador da vizinhança da praça que chegava em casa com a família no início da madrugada. O jovem estava pendurado por uma corda no galho de uma arvore. No bolso de David, a polícia encontrou um bilhete com um número de celular e uma frase romântica, talvez a causa da morte: “Eu te amo”!
Segundo um irmão de David, dias atrás ele havia manifestado a intenção de pôr fim à própria vida.
David era neto do saudoso Rancheiro, cantor e compositor sertanejo morto no ano passado!
Estatisticamente a morte do jovem é preocupante. Nos últimos doze meses Pouso Alegre e região sepultou mais pessoas

Abril se encerra com roubos de velhinhos

Abril se foi… E não deixará saudades! Não no que tange a criminalidade, pelos menos! Afinal, apesar das lições que ficam, ninguém quer lembrar coisas ruins!

Em Pouso Alegre e micro região, abril de 2017 deixou um rastro de – felizmente – pequenos crimes contra o patrimônio. A menina dos olhos dos ‘mãos leves’ – e alguns mãos pesadas, que tiveram que segurar um trabuco, – foi o cobiçado celular. Muitos, dezenas deles mudaram de mãos neste primeiro quarto de ano.
Furtos mixas não foram muitos nestes primeiros quatro meses do ano, mas aconteceram!
O crime contra o patrimônio mais praticado pelos meliantes nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril, foi o furto a residência. Pior, furtos praticados na periferia da cidade, onde as vítimas são mais carentes! Nestes primeiros meses do ano, muita gente simples da periferia acordou de madrugada com um gatuno sorrateiro dentro de casa. Outros tiveram o desprazer de voltar do trabalho ou da viagem e encontrar portas e janelas arrombadas.
Além dos furtos de celulares e residências, cuja res furtiva mal dá para adquirir uma bicicleta, teve também o furto de velhinhos… de carros velhinhos! Carros com mais de vinte anos de uso foram o prato predileto dos ladrões. Principalmente gols e unos.
E pra fechar o mês de abril, mais dois ‘gols contra’.
O primeiro foi percebido no inicio da madrugada de domingo, 30, na praça central de Congonhal. Wellington Pereira da Silva, morador do Cervo, estava ‘festando’ na cidade quando o furto aconteceu. Mas Wellington estava com sorte. Seu gol branco, ano 1993, placas de Borda da Mata foi encontrado por volta de dez da manhã de domingo. O carro estava num desvio deserto da Via Oeste, no Bairro Recanto das Andorinhas, em Pouso Alegre… Sem a bateria e sem as quatro rodas!
O segundo ‘gol contra’ da madrugada aconteceu no bairro Fatima III em Pouso Alegre. Diego Duarte estacionou o possante branco, ano 1993 e foi ao Saideira… tomar a saideira! O ladrão foi rápido. Dez minutos depois, quando Diego foi pegar o carro, só o pó… O possante havia ido embora nos braços de outro! Até o momento o carro não foi encontrado. Nem mesmo depenado!

E teve mais carro mudando de mãos no fim de abril… e de maneira mais tensa!
O casal Igor e Sabrina passava próximo à igreja de Santo Antonio, no Alto das Cruzes, no inicio da madrugada de domingo conduzindo o Honda Civic dourado, quando de repente dois guampudos pularam – literalmente – na frente do carro. Quando parou para evitar o choque, Igor viu o cano negro de um trezoitão bem pertinho dos seus olhos. E a dupla de lombrosianos não queria apenas a carteira e os celulares! Queriam o carro, mesmo. E para mostrar que falava sério, o assaltante deu um tiro no chão. Para evitar incomodar a vizinhança com mais tiros o casal desceu do carro e ficou à pé, no meio da madrugada.
O Honda Civic dourado, ano 2008, foi encontrado ao pé da manhã de domingo. Ele estava abandonado numa quebrada do bairro Jardim Brasil II… Dentro de um buraco!

Mais um tarado em cana

Ele foi preso ao pé da noite desta quinta-feira dentro de um Renault Sandero preto na Vicente Simões!

Segundo a jovem vendedora RSB, que passava pelo local, o tarado estava no interior de um veículo Renault Sandero preto. Segundo ela, com uma mão o tarado segurava um celular e com a outra ‘ressuscitava’ o morto! A vendedora contou ainda, que dois dias antes o mesmo tarado estava no mesmo local na mesma atitude.
Chamada pelo jovem indignada, a policia foi até o local e prendeu o tarado. Ele bem que tentou dobrar a serra do cajuru, mas foi abordado a poucos quarteirões do local.
Ao ser abordado pelos homens da lei, já com o ‘morto’ devidamente recolhido na cueca, João Mariosa Filho, 42, negou de pés juntos que estivesse se masturbando no local.
Embora não haja registros policiais, circula nas redes sociais informações de que um suposto tarado tenha sido visto em atitude semelhante em vários pontos da cidade, especialmente na Com. Jose Garcia próximo ao Carmelo, nas ultimas semanas. Sobredito tarado também estaria em um veiculo semelhante ao apreendido em poder de Joao Mariosa.
O delito pelo qual João Mariosa Filho foi acusado nesta quinta-feira se enquadra no artigo 233 do CP – Ato Obsceno -, cuja reprimenda prevê de 3 meses a um ano de cana. Pena que, na pratica, deixou de existir com a Lei 9.099/95. Logo, como manda a malfadada lei, o tarado da Vicente Simões, e suposto tarado da Com. Jose Garcia, assinou o correspondente TCO, e voltou pra casa. Voltou a pé, pois o Renault Sandero preto, placa EYI-7012, em nome de terceiro, ficou preso… quero dizer, apreendido!

Vô Zete… Exemplo de cidadania

Agora ele está precisando do seu espirito de cidadania!

Lembram do Vô Zete?
Eu postei uma pequena reportagem com ele aqui no blog no dia 14 de agosto de 2015.

“Assim é Donizete, o Vô Zete, avô dos netinhos biológicos e das demais crianças da rua Ten. Callai, no Chapadão III, em Pouso Alegre, onde mora com a filha.
Vô Zete tem 60 anos e precisa contribuir mais alguns anos para se aposentar. O coração, apesar de doce e bondoso, não o deixa pegar no pesado. Por isso ele busca ganhar uns trocados catando latinhas e recicláveis para vender. Levanta alguns trocados também fazendo pequenas capinas de quintal na vizinhança. No entanto, o que mais lhe da prazer, além do carinho da criançada, é fazer pequenos trabalhos comunitários na rua… Sem remuneração!
– O ponto de ônibus ali na esquina estava uma vergonha… Cheio de mato, entulhos e sujeira! Cansamos de pedir para a prefeitura, mas ninguém deu atenção! Então Vô Zete pegou sua enxadinha, foi lá, carpiu, limpou, tirou a sujeira e até plantou uns pés de flores que ele mesmo rega todo dia. – contou enternecida uma vizinha e usuária do ponto de ônibus.
– Ele construiu também um coletor de lixo de madeira, suspenso, para evitar o lixo no chão. E se alguém insiste em jogar lixo no terreno baldio, ele vai lá, recolhe e coloca no coletor… Sem reclamar de ninguém!
– Vô Zete fez até um banquinho de madeira para as pessoas sentarem enquanto esperam o ônibus… – mostrou empolgada outra vizinha.

Vô Zete e as vizinhas que entraram em contato com o Blog, não pediram nada. Elas queriam apenas mostrar o exemplo de cidadania do querido vizinho, que, apesar da saúde debilitada, não mede esforços para fazer o bem sem olhar a quem!
Nossas ruas, nossos bairros, nossas cidades precisam de mais cidadãos com o espirito saudável como o de Vô Zete…!

Donizete Barbosa Lima, o “Vô Zete”, passou por uma cirurgia e está precisando urgentemente de sangue. Pode ser qualquer tipo de sangue. Se você é doador, entre em contato com a família, ou vá direto ao Hemocentro de Pouso Alegre e diga que é doador do Donizete Barbosa Lima.
Deus o abençoe!

Assaltante troca bicicleta por moto…

… E rouba posto de gasolina!

Passava o frentista L.V.C, pela João Basílio, no início da madrugada desta quarta-feira, 26, montando sua Honda Titan vermelha, quando de repente dois ciclistas entraram na sua frente obrigando-o a parar. Tão logo parou na frente dos bikers, um deles saltou da magrela, sacou uma garrucha, apontou para o frentista e tomou-lhe a moto. E desceram a João Basilio em direção à Vicente Simões…!
Oito minutos depois do assalto da esquina da João Basilio, um guampudo chegou pela contramão ao posto Tiger, na rotatória da Perimetral, foi direto ao caixa, fez cara feia, levou a mão na cintura, e fez a proposta indecente de sempre:
– Perdeu mané… Passa o dim-dim na boa que dói menos!
Sem opções, o caixa do posto entregou o que havia na gaveta: cerca de R$300 em cédulas diversas.
Segundo o caixa do posto, o assaltante usando capuz e capacete, montava uma Honda Titan vermelha, a mesma que havia sido roubada na esquina da Herculano Cobra com João Basílio oito minutos atrás.
A PM registrou fato, rastreou madrugada afora, mas não encontrou a ‘moto assaltante’!
A estória da Titan vermelha promete outros capítulos…!

Policia prende mula com 4 toneladas de maconha em Pouso Alegre

A droga seguia em um caminhão do Paraná para o Rio de Janeiro.

A apreensão do caminhão com a droga aconteceu no final da tarde desta terça, 25, na rodovia BR 459, na altura do bairro Ipiranga em Pouso Alegre.
Tudo começou com uma investigação do GAECO, grupo de investigação do Ministério Publico estadual que engloba policiais civis, militares e patrulheiros federal no Estado.
Após receber informações de Poços de Caldas, dando conta de que um caminhão Ford Cargo Cinza passaria por Pouso Alegre levando a droga, os policiais militares passaram a monitorar o “mula”, até que, em local seguro, no bairro Ipiranga foi feita a abordagem. O caminhão Ford Cargo cinza, placas BAF-2422, continha mais de quatro toneladas de maconha.
Inicialmente o “mula” Ailton Santos de Souza disse que estava levando caixas vazias e traria verduras do Rio se Janeiro. Na verdade ele não mentiu muito, pois a ‘erva marvada’ um dia foi ‘verde’! Depois que a casa caiu, ele admitiu que receberia R$ 5 mil para levar o caminhão de Guaíra-PR até a cidade serrana de Terezopolis no Rio de Janeiro, onde então entregaria a carga a uma pessoa que faria contato com ele quando chegasse ao destino! Antes mesmo de checar a carga e leva-la para local seguro, no pátio do guincho credenciado pela policia, cães farejadores da PM detectaram a presença da droga no caminhão.
Antes da abordagem segura do caminhão a policiais militares de Congonhal abordaram dois veículos suspeitos de estarem fazendo a escolta da valiosa carga. Porém não encontraram elo entre eles.
Ailton Santos de Souza, 39 anos sentou ao piano do paladino da lei, assinou o 33 e terminou a viagem no Hotel do Juquinha.
Essa foi a segunda maior apreensão de maconha no Sul de Minas nos últimos dez anos. Em 2007 a polícia civil de Pouso Alegre investigou e apreendeu cinco toneladas da erva na BR 267, no município de Caxambu. A carga ilícita seguia camuflada numa carreta de arroz, direto do Parará para o Rio de Janeiro. Na ocasião a PC prendeu três mulas e matou o traficante conhecido pela alcunha de “Gô”, – dono de parte da droga – numa troca de tiros.
Os quatro mil cento e trinta quilos de cannabis sativa de Linneu apreendidos nesta terça-feira dormirão no 20º BPM e virarão fumaça nesta quarta-feira.