Cai o número de homicídios em Pouso Alegre

Mas estatística ainda é maior do que a divulgada pela Seds.

O assaltante que atirou no jovem estudante Obadias, ainda não sentiu o frio das pulseiras de prata…!


De todos os sete anos da atual década, apenas os anos de 2015 e 2016 foram atípicos, fugiram da curva leve na estatística da criminalidade em Pouso Alegre. Em 2015 foram 17 assassinatos. Em 2016 foram assustadoramente 26 crimes capitais. Nos demais anos São Pedro não precisou fazer a triagem de mais do que 11 manduanos por ano.
Os números acima no entanto, são restritos do blog. A Secretaria de Estado de Defesa Social, por mascarar alguns crimes com o intuito de não alarmar a sociedade ou, por incompetência mesmo, costuma divulgar números sempre aquém do real. Segundo a Seds, no ano recém findo, apenas 08 manduanos foram assassinados na cidade. De acordo com o blog, que acompanha passo as criminalidade na cidade, o buraco é mais encima! Foram 11 casos de “morte matada” no município em 2017. Quatro resultantes de assaltos à mão armada, – numa delas a vítima, matou o assaltante! – três por de execuções, dois casos de vingança, um por motivos fúteis, e um caso passional.
O blog mata a cobra e mostra o pau!
1 – Obadias Rodrigues Faria foi baleado dentro do carro da namorada, durante um assalto no Alto Ibirá na noite de 25 de janeiro. Morreu no hospital no 12 de fevereiro em decorrência do ferimento.
2 – Bruno Alves “Lambari” dos Santos morreu no dia 11 de março no bairro do Algodão. Ele estava assaltando um bar quando o comerciante reagiu e o matou.
3 – Roger Chagas Basso foi executado por parceiros do crime de trafico na beira do Rio Sapucai, no Arvore Grande, no dia 12 de maio.
4 – Elias Catarino Junior morreu baleado pelo ex-empregado Paulo Henrique Elias Simões, no dia 18 de julho, por conta de discussões anteriores.
5 – Cassiano Fabricio Ferreira recebeu um golpe de faca no abdome na madrugada do dia 10 de setembro, na Rua São Jose, no centro. Segundo ele o agressor roubou seu celular. Depois de quatro dias no Hospital Regional Samuel Libanio ele recebeu alta e foi para casa, em Taubaté. Cinco dias depois foi novamente internado e morreu no dia 27, de infecção, em virtude do ferimento no abdome.
6 – Renato Nazareno de Souza foi morto a tiros durante assalto no Paraiso dos Pescadores no dia 29 de setembro – Ewerton Sanches e outros cinco assaltantes foram presos em flagrante.
7- Leonardo Leão de Melo morreu na manhã do dia 06 no Santa Luzia. O golpe fatal de uma faca de cozinha foi desferido pela namorada Olivia Magiotti Arruda Malaquias durante uma discussão rotineira.
8 – Max Duarte Moreira foi executado a tiros por desafetos do trafico na manhã do dia 16 de outubro, no Faisqueira.
9 – Wendel Keverson dos Reis Carvalho, o mais jovem dos assassinados, foi executado com um tiro na cabeça, na madrugada do dia 22 de outubro, na Baixada do Mandú.

Wendel Keverson foi a vitima de homicídio mais jovem do ano passado: 18 anos… Mas ja era figurinha fácil no álbum da policia !


10 – Gilberto Rodrigues de Oliveira foi morto a golpes de faca enquanto dormia sob uma marquise na Perimetral na madrugada do dia 29 de outubro. Denis “Dedé” Rodrigues de Souza, seu companheiro de copo e de sarjeta, disse que o matou porque estava recebendo ameaças dele.
11- Andre Luiz Ferreira de Pinho foi assassinado a golpes de faca na madrugada de 30 de outubro, no Lixão do Altidouro, entre a Baixada do Mandú e o Foch.
Oito dos 11 homicídios do ano de 2017 estão apurados. Quase metade dos crimes aconteceram no mês de outubro. Cinco dos mortos eram figurinhas fáceis no álbum da policia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s