Execução em Bom Repouso

Antes de atirar no desafeto, o assassino parou num barzinho próximo para beber uma dose de ‘suco de gerereba’!

O funesto crime aconteceu ao pé da noite desta segunda, 14, no interior de um boteco no bairro Nossa Senhora do Rosario, também conhecido por “Cuba”, zona rural de Bom Repouso. Passava pouco de sete da noite quando o sujeito alto, magro saltou da garupa da moto, entrou no bar do João Carlos, apontou os trabucos para Jiovani José Moreira, que estava ao lado do amigo Edmilsom Aparecido, fez uma pergunta e sem esperar resposta puxou o gatilho. Ao ver a morte pelos canos dos trabucos, Jiovani virou nos calcanhares e tentou correr para os fundos do bar. Não teve chance! Dois tiros fatais atingiram suas costas. Um terceiro já havia acertado o punho esquerdo.
Sem tirar o capacete branco da cabeça, pela mesma porta que entrou o assassino saiu, montou na garupa da moto do comparsa que o esperava com o motor ligado, e dobraram a serra do cajuru.
Uma testemunha contou aos policiais, que minutos antes dos tiros, um sujeito entrou no bar vizinho, tirou o capacete branco da cabeça, pediu uma dose de cachaça, sorveu o liquido estonteante, pagou e foi embora. Enquanto sorvia o suco de gerereba, o motoqueiro atendeu o celular e travou um curto dialogo, onde teria dito:
– “ Estou chegando para ‘passar’ ele”
Ainda segundo a mesma testemunha, o moço do capacete branco, o qual tomou a dose de suco de gerereba, talvez para criar coragem, é Mateus Expedito Damião Garcia, morador de Bom Repouso, o mesmo que entrou no bar do João Carlos e atirou no jovem Jiovani.
Tão logo recebeu tais informações a policia militar procurou Mateus Espedito. Procurou na sua casa, na casa do seu pai, na casa da sua mãe, e em todos os bairros do município, mas não o encontrou.
Jiovani Jose Moreira tinha 21 anos. Há pelo menos uma denúncia de envolvimento com drogas contra ele. No entanto, nunca foi preso. Até o momento a policia não sabe dizer o que motivou o crime. Mas sabe que o assassino queria ter certeza de que cumpriria a ‘missão’, pois no momento do crime ele portava dois revolveres e apontou ambos para a vítima!
Mateus Espedito Damião Garcia é figurinha fácil no álbum da policia de Bom Repouso e região, por trafico de drogas e outros crimes. Sua ultima prisão, por ordem da ‘Mulher’ da Capa Preta de Cambuí, aconteceu em junho do ano passado, mas ficou poucos meses vendo o sol nascer quadrado. Como não conseguirá tapar o sol com a peneira, nos próximos dias ele deverá se apresentar à Policia e confessar o crime, ou… apresentar seu álibi!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s