Kadet roubado no Medicina foi comprado por R$300 reais

Mas o intrujão quebrou a cara…! No momento em que saiu dirigindo o carro roubado em busca do dinheiro para pagá-lo, bateu num poste!

(I.L) O Kadet voltou para os braços do dono… mas voltou machucado!

O roubo do Chevrolet Kadet cinza, ano 1993, placas GPQ-4546 aconteceu no final da noite de sábado, 01 de julho. Estava o cidadão J.B.N. dentro do carro estacionado na avenida Alfredo Custodio de Paula, ao lado do trailer de lanches do Gomes, atendendo o celular, quando o assaltante chegou. O meliante de estatura mediana, magro, com uniforme de mano se aproximou da porta do veículo, apontou um aparelho de eletrochoque para o motorista e ameaçou usá-lo caso ele não entregasse o veículo. Não houve reação. E o assaltante esquentadinho foi embora levando o velho e conservado Kadet ‘93!
Vinte e quatro horas depois do roubo a polícia militar foi chamada ao Cidade Jardim para registrar um acidente de veículo. Ao chegar ao local deparou com o carro roubado na noite anterior, avariado, batido, de cara num poste! Os ocupantes do veículo roubado e sinistrado haviam dobrado a serra do cajuru.
Uma hora depois do acidente os homens da lei chegaram aos responsáveis pelo acidente com o carro roubado. Eram Gabriel Valdemar da Silva, 19, e M.A.L.17, ambos moradores do próprio bairro Cidade Jardim. Em virtude do acidente com o Kadet roubado, Gabriel havia sofrido lesões no rosto e na cabeça e fora medicado no Pronto Atendimento do bairro São João e em seguida liberado. Ao ser indagado a respeito do acidente com o veiculo roubado na noite anterior, Gabriel contou uma história curta e original…
– Eu estava no bar com o meu amigo M. quando o “Paulista” chegou e me ofereceu o Kadet por trezentos reais! Aí eu e o M. resolvemos compra-lo. Quando eu saí dirigindo para buscar o dinheiro acabei batendo o carro! – contou o jovem intrujão, sem nenhum rubor!
Gabriel Valdemar da Silva e o intrujão M.A.L. receberam as pulseiras de prata e foram sentar ao piano do paladino da lei na DP, onde assinaram o 180. Gabriel, que tem 19 anos subiu para o Hotel do Juquinha. M.A.L. que só tem 17 voltou para casa de braços dados com o pai, pois “dimenor” não comete crime!
“Paulista”, o sujeito que vendeu o Kadet roubado por R$300, – e nem recebeu – é Luciano Gonçalves de Souza. Ele atende também pelas alcunhas de “Magrão” e “Baiano”. Nascido em Vitoria da Conquista, na Bahia em 1976, o Baiano Paulista é
figurinha fácil no álbum da policia e nas ruas do bairro Cidade Jardim por crimes diversos. A PC vai agora investigar se a historia do intrujão barbeiro é verdadeira e se de fato foi o “Paulista Baiano” que apontou a pistola de choque para o motorista J.B. no sábado à noite e tomou seu Kadet cinza!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s