Tensão na “Baixada do Mandu”

O mês da primavera mal desabrochou e já tivemos uma tentativa e um homicídio em Pouso Alegre! Pra variar os sinistros aconteceram no velho Aterrado, também conhecido por ‘Baixada do Mandu’.

Um crime foi consequência do outro. No final da manha de sexta, 04, o ‘dimenor’ Leonardo Henrique Alves Pereira foi juntamente com o primo Juliano, acertar velhas contas com o desafeto Fabio Possidonio da Silva, o Gigante, na vargem de cima. Durante abordagem ainda na Rua Luiz Prudenciano Alves, Leonardo errou o alvo! Gigante conseguiu vazar e enfurnar-se na casa da Gina, mãe de Romarinho. Leonardo entrou atrás, de arma em punho, mandando bala, com o risco iminente de acertar crianças inocentes que vivem sob as saias de Gina. Acabou acertando apenas um tiro no traseiro de Romarinho!

Seguindo informações de populares e do próprio Gigante, a policia militar prendeu Juliano Alves. No momento de sua prisão chegou ao local, na Sapucaí, o primo Leonardo. Inconformado com a prisão do primo, pois sabia que o primo era inocente, Leonardo rodou a baiana e rolou na poeira com os policiais. Levado para a DP por obstruir o trabalho policial, Leonardo assinou um procedimento de menor e foi liberado… Para morrer meia hora depois na porta de sua casa, da mesma maneira que tentou matar Gigante no final da manhã!

Os Silva Alves, oriundos do Bairro do Sitio, pessoas corretas e de estopim curto, no Aterrado tem historia marcadas por crimes e tragédias. Em 2003 Flavio Silva Alves, também conhecido pela alcunha de “Cagão”, com ficha criminal recheada de roubos, atravessou a avenida que corta o bairro de Norte a Sul e foi acertar as contas com um irmãos ‘Mateus”, seu rival. Na porta do bar do cunhado dele descarregou o trabuco no desafeto que tombou sem vida! Antes que o trabuco esfriasse na sua mão, Flavio recebeu uma saraivada de balas do cunhado e do irmão de ‘Mateus’. Flavio morreu quase abraçado com o rival. E levou com ele o amigo André Cabinho que estava dando ‘uma força’!

Daniel Silva Alves, o “Dani Boy”, também começou a carreira criminosa no século passado. Furtos, trafico de drogas e finalmente homicídio. Atualmente está hospedado na Penitenciaria Nelson Hungria em Contagem, aguardando julgamento pelo assassinato de Rodolfo Ronivaldo Correia, ocorrido em junho de 2013.

Flavia de Fatima Alves, a Flavia Ruiva, mãe de Juliano, com infindáveis denuncias de trafico de drogas em sua residência, caiu no final de janeiro de 2014. Ficou três meses hospedada no Hotel do Juquinha. Saiu em maio passado em liberdade provisória!

Juliano Alves Silva, 19, figurinha fácil no álbum da policia por trafico de drogas, roubos e tentativa de homicídio enquanto menor, estava preso preventivamente desde o ano passado. Deixou o Hotel do Juquinha, absolvido da ultima acusação, no dia 18 de julho ultimo.

Segundo Flavia Ruiva, não foi seu filho quem atirou em Gigante e em Romarinho.

Duas pessoas tem certeza disso; o próprio Gigante e o primo Leonardo Henrique…! Gigante ainda não sentou ao piano, mas, ainda no hospital alegou que o seu algoz é Juliano. Leonardo, quando esteve sentado ao piano do delegado na sexta feira, fez de tudo, menos defender o primo… Agora é tarde!

Enquanto isso a tensão entre Capullettos & Montechios, desculpe, Possidonios & Silva Alves  só aumenta! A tendência de armistício é remota!

O assassinato de Leonardo Henrique Alves Pereira, no dia em que completava 17 anos, é o oitavo do ano em Pouso Alegre. Sétimo ocorrido na ‘baixada do Mandu’, sétimo envolvendo pessoas com passagens pela policia!

 

* Foi encontrado agora a pouco o corpo de um homem parcialmente carbonizado e putrefato debaixo da ponte do Rio Mandu, no Aterrado…!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s