Farinha na cueca… Na Perimetral

Luiz Felipe(de azul) pegou carona na bike do amigo Lucas para entregar cocaína para o cliente na rodoviaria...!

Luiz Felipe(de azul) pegou carona na bike do amigo Lucas para entregar cocaína para o cliente na rodoviaria…!

O termo “tirocínio policial” anda restrito aos dicionários e cursos acadêmicos, notadamente às academias de policia. Na pratica, o tirocínio  policial – que nada mais é do que a percepção que vai além dos 5 sentidos habituais, – vez por outra aflora no dia-a-dia de policiais comuns e trás bons resultados. É o caso do cabo Ferreira e seu parceiro soldado Alex Sander…

Passavam eles pela Perimetral no meio da tarde desta quinta, 09, quando avistaram dois guampudos engarupados numa bicicleta seguindo em direção ao terminal rodoviário de Pouso Alegre. O bom e zeloso tirocínio policial entrou em cena e disse:

– Abordem aqueles dois… Eles tem culpa no cartório!

E tinham mesmo! Atravessaram a avenida e tentaram dobrar a serra do cajuru pela contra mão dos policiais… Mas caíram nas malhas da lei!

A ‘culpa’ dos dois moços, Lucas Emanuel Beraldo Teixeira, que pilotava a bike e Luiz Felipe Máximo de Andrade, na garupa da magrela, estava na cueca! Cinquenta barangas de farinha do capeta.

Luiz Felipe, de 20 anos, o moço da farinha na cueca, até que foi original na sua versão…

– Foi um cara que encomendou. Ele está na rodoviária esperando a droga. Vai me dar 100 reais para entregar as barangas pra ele –  Contou o mula como se isso isentasse seu ato criminoso previsto no artigo 33 da Lei 11.343!

– E quanto ao seu parceiro Lucas! Qual a participação dele na entrega da droga? – Quis saber o delegado de plantão!

– Não doutor, o Lucas não tem nada a ver com a parada não! Eu só peguei uma carona com ele na bicicleta para chegar mais rápido na rodoviária!

A farinha dedurada pelo Sr. Tirocínio Policial...!

A farinha dedurada pelo Sr. Tirocínio Policial…!

Lucas Emanuel Beraldo Teixeira, 21, estava com sorte! O paladino da lei que o sentou ao piano era justamente o delegado de Tóxicos. Gilson Baldassaris também colocou seu tirocínio policial em pratica e concluiu que ele de fato era apenas um gaiato! O 33 da perimetral foi assinado apenas pelo mula da farinha na cueca.

Luiz Felipe Máximo de Andrade, morador da Sapucaí, deve seguir no final da tarde desta sexta,10, para o “Hotel do Contribuinte” de Itajubá ou de Alfenas! Graças ao velho e bom ‘tirocínio policial’…!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s