Crack no ferro velho

Breno disse que trabalha de servente com o proprio pai... E acabou tirando ferias forçadas!

Breno disse que trabalha de servente com o proprio pai… E acabou tirando ferias forçadas!

A informação do amigo oculto da lei chegou com detalhes aos policiais através do DD…

– Ele se chama Breno! Está usando bermuda escura, blusa de frio e boné azul! Enquanto espera pelos nóias ele guarda a droga dentro da carcaça de uma kombi perto do bar na rua Sapucaí!

Era verdade!

Quando os homens da lei chegaram perto do bar, por volta de dez e meia da noite estrelada e fria desta segunda, 22, lá estava o sujeito da bermuda escura e boné azul! Sua algibeira estava limpa. Apenas a merreca de trinta reais e o indispensável celular para se manter conectado com a clientela. Mas na velha carcaça da kombi tinha coisa valiosa! Oitenta e oito barangas de crack… Mais de meio salario mínimo em pedras beges fedorentas.

Breno da Costa Guimarães, 20 anos, morador da Rua Nova no velho Aterrado, jurou de pés juntos que a droga não era dele…

– Eu estava no bar tomando conhaque quando os ‘zomi’ me prenderam! – disse ele.

Mas não teve choro e nem vela e nem fita amarela… Breno sentou ao piano, assinou o 33 e foi se hospedar nalgum Hotel do Contribuinte da região, próximo de Pouso Alegre!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s