Assassino da Remonta… Morreu

Rafael Rodrigues: O assassino do aposentado e agressor da mãe não viveu para sentar-se no banco dos réus!

Rafael Rodrigues: O assassino do aposentado e agressor da mãe não viveu para sentar-se no banco dos réus!

Rafael Rodrigues da Silva, que no meio da tarde do sábado 04 d abril passado matou o aposentado Lazaro Sebastião de Faria nos terrenos do exercito, na Remonta, parou de respirar ao pé da manhã desta terça, 05. Ele estava em coma desde o dia 07 de abril, quando foi preso por amarrar e espancar a própria mãe a fim de roubar seu carro para trocar por drogas. Tão logo deu entrada no Hotel do Juquinha pelos crimes de lesões corporais e cárcere privado, agravados pela Lei Maria da Penha, cometidos contra a mãe, Rafael sofreu um acidente. Segundo os presos, que já esperavam seu ingresso no presidio, ele teria caído da cama.

A delegacia de homicídios de Pouso Alegre concluiu que Rafael Rodrigues, preso no dia 07, era o assassino de Lazaro Sebastião, morto no dia 04, depois de ouvir duas testemunhas que estavam próximas do local do crime e ouviram os gritos agonizantes da vitima e depois viram Rafael sair do mato com manchas de sangue na roupa. Ele foi reconhecido através d fotos aqui no blog. Desde então o delegado Renato Gavião aguardava o restabelecimento de Rafael para ouvir sua versão dos fatos. Não foi possível… Conforme já havíamos publicado na semana passada, ele não saiu do coma.

A morte, de ‘causas obscuras’, do assassino Rafael, além de não simplificar a tramitação do processo de homicídio contra ele, ainda criou outros dois processos:

Primeiro que a versão dos colegas de apartamento do Hotel do Juquinha de que ele “caiu da cama”! não cola! È sabido nos meios prisionais – conforme já comentamos na materia anterior – que certos crimes cometidos contra crianças, idosos e mulheres são sumariamente julgados pela “lei do cárcere”. É a centésima milésima vez que um agressor de mulheres sofre um acidente fatal no interior da cela nos presídios em qualquer lugar do planeta! Muito embora a justiça não vá conseguir colocar nenhum dos presos que podem ter “empurrado Rafael da cama”, atrás das grades – de novo – o delegado de homicídios terá que instaurar IP para tentar esclarecer seu acidente. É assim que funciona!

E não para por aí!

Como Rafael agonizou quase um mês no interior do hospital e veio a morrer, ainda que de infecção hospitalar, ele foi internado no dia 07 com lesões de “causas externas”! Logo, ele teria que passar por exames de necropsia no IML. Inclusive para investigar as lesões sofridas com a queda da cama! Mas isso não aconteceu. Um dos médicos que o tratou atestou o óbito e liberou seu corpo direto para a funerária!  Agora a delegacia de policia terá que investigar também por que o corpo do assassino foi liberado para a funerária sem passar pelo IML como manda a lei! É assim também que funciona!

A noticia da morte do preso Rafael Rodrigues da Silva, – custodiado pela justiça por crimes de lesões corporais e cárcere privado e investigado pela policia por crime de latrocínio, – que “deveria ser comunicada à policia pela direção do hospital”, chegou ao conhecimento da policia pela via mais improvável, quando o corpo já estava sendo preparado para o enterro: casualmente uma leitora do blog, acostumada a ver o nome de Rafael nas paginas policiais nas ultimas semanas, viu na rua um daqueles folhetos de funerária comunicando seu velório! Se não fosse a casualidade, a justiça somente ficaria sabendo da morte do seu custodiado e investigado, daqui a meses ou anos, quando ele fosse intimado para sentar no banco dos réus!

Não é assim que funciona…!

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s