Mais um golpe do empréstimo na praça

O jovem fez o empréstimo sem sair de trás do computador… E ficou R$ 870 mais pobre!

Com a crise batendo de porta em porta, tem muita gente por aí precisando tomar dinheiro à juros para acudir suas dividas. Como os bancos quase sempre puxam o laço dos clientes que já estão com a corda no pescoço, o cidadão tem apelado para as financeiras do tipo “empréstimo fácil”, sem consulta ao SPC/Serasa e sem avalista. Assim ninguém fica sabendo que ele está matando jacaré a beliscão!
Algumas dessas financeiras de fato tiram o cidadão da beira do abismo… E jogam no fundo do poço!
Foi o que aconteceu com meu conterrâneo RPB, 21, morador de Congonhal.
Outro dia ele fez um empréstimo numa dessas financeiras salvadoras da pátria… E acabou apertando ainda mais o nó da corda no pescoço. O motivo foi o juro. Na verdade as ‘juras’!
Os ‘agenciadores’ de clientes com a corda no pescoço ‘juraram’ que tão logo o negócio fosse fechado, eles depositariam o empréstimo solicitado na sua conta. Ele nem precisava sair de casa. Só que havia umas ‘taxinhas’ a serem pagas! Ele tinha que depositar R$ 620 para abertura de credito e mais R$ 250 para despesas de cartório. E ele depositooooou…
O jovem negociou com três pessoas pela internet. Depois que fez os depósitos, o site naturalmente saiu do ar. E RPB ficou só com o cabo do guarda-chuva na mão…!

Anúncios

2 respostas em “Mais um golpe do empréstimo na praça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s