Mulher é assaltada no Belo Horizonte

O discreto e silencioso crime aconteceu no início da tarde desta quarta,04.

Imagem ilustrativa.

Imagem ilustrativa.

Falando em assalto básico, este foi o básico do básico! Silencioso, eficiente e sem barulho. O assaltante nem precisou fazer cara feia. Foi mais fácil do que tomar doce de criança. A vítima não teve a menor culpa. A culpa toda foi da ousadia do meliante que não tem medo das consequências!
Estava dona M.P.B. sentada no passeio defronte uma casa no bairro Belo Horizonte ao lado do seu veículo Hyundai HB 20 branco quando um sujeito desconhecido chegou e sentou ao seu lado. O moço branco, magro, estatura mediana, aparentando entre 20 e 25 anos, barba rala e curta, usava camiseta branca, bermuda, tênis branco e boné. E era mal educado… Não pediu licença para sentar! Apenas levantou a fralda da camiseta, mostrou o cabo de um reluzente trabuco e disse:
– Me passa a chave do carro, levante e vá saindo de fininho, sem fazer barulho… Se olhar para trás eu te mato!
Apesar do susto e da indignação, dona M.P.B. entregou a chave do carro que estava em sua mão, levantou-se e obedeceu… Simples assim!
Antes de entrar no carro o ousado assaltante exigiu também o celular que estava na mão de M.P.B.. No interior do veículo havia uma bolsa de couro marrom com documentos pessoais e os documentos do mesmo. Quando o perigo se afastou, a fisioterapeuta virou-se e assistiu impotentemente ao seu HB20 branco se afastando passivamente nos braços do assaltante em direção à BR 459

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s