Estupro de paraplégica de 17 anos

O hediondo crime aconteceu na vizinha Ouro Fino, terra do Menino da Porteira!
Na verdade, o crime descoberto no final da tarde desta quarta, 03, vinha acontecendo há cerca de oito meses, desde que a jovem FISS, de 17 anos sofreu um acidente e foi se convalescer na casa do tio. Desde então, começaram os assédios que levaram à conjunção carnal.
O caso só veio à tona porque, instada por uma tia sobre seu estado depressivo, a menor, mergulhada em prantos, revelou os fatos!
Segundo F., desde que fora morar com o tio Aparecido Fernando Ramos Alves Corsi e sua amásia Laurinda Bernardina, ela passou a ser assediada.
– Ele não trabalha, fica em casa sozinho comigo. Ele cuidava de mim com carinho, com atenção, como se eu fosse sua filha… Até que começou mostrar vídeos pornográficos e exigir que eu fizesse sexo com ele… Ele me ameaçava se eu contasse para meus familiares…! Eu morria de medo dele… e de vergonha da família! – Contou a menor, que dependia do tio para se locomover.
A coação moral e ameaças levaram a adolescente a profunda tristeza e depressão, a ponto de ser percebida por uma tia que mora no estado de São Paulo, quando de sua visita. Ao contar os fatos à tia, F. contou também que a amásia do tio sabia do crime. Interrogada em casa onde os policiais militares foram procurar o estuprador, Laurinda admitiu que sabia do crime há cerca de cinco meses, mas não denunciou o amásio por medo de suas ameaças.
– Ele é muito agressivo… – alegou ela.
Aparecido Fernando Ramos Alves Corsi, 50 anos, sem ocupação, não esperou para dar entrevistas. Ao ver a cunhada saindo para levar a sobrinha ao hospital onde constataria seu crime, ele dobrou a serra do cajuru… Na verdade dobrou a Serra Negra, e foi se esconder na bela e aconchegante estância climática paulista!
… Mas já está com as barbas de molho, pois a batata está assando pra ele!

Anúncios

3 respostas em “Estupro de paraplégica de 17 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s