Moradores de rua assaltam cidadão no ponto de onibus

 

Carlos Augusro Cabarl é de Alta Floresta-MT e Delaini Cristina Gonzaga, der Diadema-SP.

Carlos Augusto Cabral é de Alta Floresta-MT. Delaini Cristina Gonzaga, de Diadema-SP.

Raspava onze da noite desta terça, 29, quando a policia militar foi chamada ao ponto de ônibus urbano do terminal rodoviário de Pouso Alegre para registrar um BO versando roubo a transeunte. Ainda com o pescoço dolorido pela gravata, o cidadão Anderson Maik contou como fora atacado por um casal o qual lhe roubou o celular.

– Eu estava no terminal esperando o ônibus quando o sujeito chegou por trás, me deu uma gravata e enquanto eu tentava me desvencilhar dele, a mulher retirou meu celular do bolso, e saíram correndo em direção ao Aterrado!

Antes mesmo de registrar o BO, a mensagem foi difundida e outra equipe que estava nas imediações do velho Aterrado saiu na sombra do casal de assaltantes pés de chinelos. Meia hora depois os dois receberam as pulseiras de prata da lei.

Inicialmente, sem a posse da res furtiva, Delaini Cristina Gonzaga se fez de durona…

– Sei de celular, não ‘seu puliça’…!

Levada à presença da vitima e reconhecida, ela deu o braço a torcer. No entanto, deu uma versão bem diferente para os fatos…

– O celular do ‘mané’ está escondido debaixo da ponte, onde eu moro! Eu fiz um “programa” com ele e ele me deu o celular em pagamento – Confessou ela, sem olhar para o dono do aparelho!

Já o assaltante que se diz marido de Delaini, admitiu ter dado uns pescoções no moço, mas contou uma versão ainda mais original…!

– Eu estava pedindo dinheiro no local e vi o sujeito “dando em cima da minha mulher”, por isso puxei ele pela camisa, peguei minha mulher e fomos embora para o Aterrado… – contou Carlos Augusto Cabral. Sem ficar vermelho!

Como a estória do casal de andantes/meliantes não tinha pé e nem cabeça, o delegado de plantão não teve dúvidas… Fritou ambos no 157.

Desde o pé da manha desta quarta, 30, Delaini Cristina & Carlos Augusto, o casal que vivia debaixo da ponte do Mandu, está morando no Hotel do Juquinha. Aliás, morando muito bem, em segurança, com direito a assistência judiciaria, assistência medica e odontológica, e três refeições balanceadas por dia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s