Incêndio no Aeroporto

casa VO sinistro – e que sinistro! – aconteceu no final da noite de sexta 31, na Rua 15 no Jardim Aeroporto em Pouso Alegre.

Raspava meia noite quando a policia militar foi chamada para registrar o sinistro devido o ‘clima quente’ em volta do prédio enegrecido pela fuligem. Quando chegaram ao local, os Bombeiros já haviam debelado o incêndio e não deixaram informações sobre as causas. O fato é que a residência da senhora Pipiane Gonçalves de Carvalho quase virou cinzas. Danos generalizados em quase todos os cômodos.

Pipiane, que não estava em casa, diz que não sabe como o incêndio começou, mas acusa o ex-marido Jose Ricardo de Souza de ter colocado fogo em sua casa.

– Nós separamos há pouco tempo e ele não se conforma. Ele deve ter colocado fogo na casa para me atingir, de pirraça!

– Desde que eles se separaram estão em constante atrito – corroborou Jennifer Amanda, filha de Pipiane.

Casa IVCasa IIIcasa IICasa I Quando os homens da lei registravam o BO, Jose Ricardo de Souza, 37, morador do Jatobá – ex-cliente do Hotel do Juquinha por homicídio e receptação – compareceu ao local e foi detido para entrevista. Mas jurou de pés juntos que nada tem a ver com incêndio na casa da ex. Na ausência de provas ele foi liberado pela PM no local.

O crime de incêndio está previsto no artigo 250 do CPB e prevê pena de 3 a 6 anos de cana!

Será que alguém vai sair chamuscado desse incendio?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s