Caso Larissa: assassinos sentam no “Banco dos Réus”

Começou nesta segunda, 04, o julgamento dos assassinos da jovem universitária Larissa Gonçalves de Souza. Inicialmente a previsão era de que o julgamento duraria três dias. No entanto, com a ausência de uma denunciada no hediondo no crime, esse prazo pode ser reduzido à metade ou talvez termine ainda na noite desta segunda.

Por determinação do TJ, visando preservar a ordem e a segurança dos envolvidos no crime, o julgamento foi transferido para a Comarca de Cambui, a 45 quilômetros de Extrema, onde o fato aconteceu a dois anos.
O assassinato de Larissa aconteceu no mesmo dia em que ela desapareceu, 23 de outubro de 2015. O corpo da jovem foi encontrado, casualmente, por um transeunte que passava pela Serra do Lopo, zona Rural de Extrema, no dia 03 de novembro, onze dias depois do sequestro e assassinato.

O encontro do corpo de Larissa, amarrada e amordaçada dentro de uma sacola, jogado numa ribanceira da Serra do Lopo, coincidiu com a expedição pela justiça da Comarca, do Mandado de Busca e apreensão na casa do suspeito Jose Roberto dos Santos Freire. Desde o sumiço da jovem no final da tarde do dia 23, quando embarcaria para a universidade em Bragança Paulista, a polícia civil já procurava desvendar o mistério. O fio da meada foi um telefonema de um amigo oculto da lei, avisando a policia que o namorado de Larissa, Lucas Gamero, tinha um ‘relacionamento amoroso’ com o patrão, o empresário Jose Roberto dos Santos Freire, o “Beto”. A partir daí a polícia passou a monitorar os passos de Beto e Lucas e constatou que ambos mantinham um relacionamento que ia além do ‘profissional’. Mensagens trocadas entre o agente e o modelo, fizeram de Beto Freire o suspeito número 01 do crime.

Sequestro e execução

Para tirar a rival Larissa do seu caminho, Beto contratou o amigo Valdeir Bispo, ‘garoto de programa’ na Praça da Sé, em São Paulo e sua amiga Rosiane Rosa da Silva, ex-candidata a vice-prefeita de Itapeva e enfermeira ‘freelance’ em Camanducaia e Extrema. Sequestrada pela dupla no estacionamento da rodoviária, Larissa foi levada imediatamente para a casa do empresário, onde foi morta.
Segundo a medica legista Tatiana Telles e Koeler de Matos, que fez a necropsia ‘in loco’, a jovem estudante de 21 anos foi torturada durante mais de uma hora, levou golpes de alteres no rosto e foi morta. Ela tinha também sinais de esganadura. Antes de ser morta, ela teve a boca amordaçada e as duas mãos amarradas aos tornozelos, pelas costas. Foi assim que seu corpo foi encontrado dentro de uma sacola de loja, numa ribanceira da Serra do Lopo, a cerca de 30 metros da estrada no final da manha do dia 03 de novembro.

Motivação do crime

Jose Roberto dos Santos Freire, o Beto tem passado… negro!

Beto Freire… Nos áureos tempos de agente de modelos!


Em 2012 ele induziu seu ex-companheiro “Tonio Chacon” a dar um golpe de R$60 mil nos cofres públicos da prefeitura de Avaré-SP. Ele é acusado também de ter planejado o assassinato do seu ‘marido’ e garoto de programa Alfredo Alderigi, em 2012 em São Paulo, para se beneficiar de um seguro de cerca de R$300 mil. Em 2014 Beto ressurgiu em Extrema, onde se estabeleceu como comerciante de moda e agente de modelos. Foi aí que o jovem aspirante a modelo, Lucas Gamero, cruzou seu caminho. Mas para fazer sucesso nas passarelas, ele tinha que se concentrar no seu trabalho, tinha que se afastar da namorada Larissa – segundo Beto. Para os amigos, inclusive de um show gay em São Paulo onde foram ao menos uma vez, Beto apresentava o jovem modelo como seu… namorado! No entanto, ao ser preso na manhã do encontro do cadáver da jovem universitária, Beto não hesitou em colocar o ‘namorado’ nas cenas do crime.
Lucas Gamero foi preso temporariamente no dia 04 de novembro. Jurou de pés juntos que as lagrimas que derramou junto com os pais de Larissa naquelas duas semanas eram verdadeiras. Na acareação com Beto uma semana depois, ficou claro que ele não teve participação no crime. Sequer sabia que seu empresário e ‘namorado’ estava por trás do crime. Para chegar a esta conclusão, os detetives de Extrema, chefiados pelo experiente e zeloso delegado Valdemar Lídio, buscaram incansavelmente as provas, as que pudessem incriminar ou as que pudessem inocentar o modelo.

Lucas Gamero: Embora tenha sido o ‘pivô’ do assassinato da namorada, ele é inocente.


A culpa de Lucas, segundo se conclui das investigações, foi se deixar enredar no imbróglio do agente, que prometia fazer dele um Brad Pitt… desde que ele se afastasse da sua Angelina Jolie! O erro lhe custou uma semana de hospedagem gratuita no Hotel do Juquinha em Pouso Alegre, e seu ‘banimento’ sumario da cidade de Extrema. Desde que deixou a prisão ele mudou-se para São Paulo.

Crimes & consequências

Roseane conseguiu desmembrar seu julgamento. Ela responde apenas pelo sequestro da jovem.


Beto & Bispo: Eles devem pegar pena acima de 30 anos.

Ao todo, cinco pessoas foram presas temporariamente pelo sequestro, tortura, assassinato e ocultação do cadáver da estudante universitária. Três foram pronunciadas. Rosiane Rosa da Silva, Jose Roberto dos Santos Freire e Valdeir Bispo dos Santos. Rosiane, que responderá apenas pelo sequestro, conseguiu ‘estrategicamente’ fugir do foco, adiando – alegando motivo de saúde – seu julgamento. Beto Freire o namorado ciumento, e seu ‘parça’ Valdeir Bispo, vão receber uma pena que pode ser superior a 30 anos de cana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s