Filho adotivo quebra perna do pai para roubá-lo

O crime aconteceu no crepúsculo do sábado, 16, no bairro São João

Excetuando o trafico formiguinha de drogas em todos os quadrantes da cidade, especialmente na Baixada do Mandu, onde cada esquina é uma biqueira, os demais crimes estão sob controle em Pouso Alegre. No terceiro final de semana de setembro a policia registrou apenas oito pequenos furtos,
um roubo cometido por um nóia contra o próprio pai e uma morte ainda misteriosa de um ex detento nas cercanias do Hotel do Juquinha.

Morte misteriosa

As duas da tarde de sábado, da guarita de onde fazia a vigilância externa do presidio, um agente avistou o vulto de um homem inerte a poucos metros da cerca de alambrado. Ao verificarem do que se tratava, encontraram o corpo sem vida do cidadão Marcio Jose Bento. Segundo policiais que estiveram no local, seu corpo não apresentava sinais de violência.
Marcio havia sido preso na quinta feira,14, no município de Bom Repouso, por conta do crime cívil de “pensão alimentícia”. Ao receber o Alvará de Soltura, no sábado, ele almoçou e deixou o presidio por volta do meio dia. Como ninguém esperava por ele, presume-se que ele tenha pego um atalho por trás do presidio para chegar à cidade e acabou se embrenhando no pasto de capim braquiária, onde foi encontrado sem vida.
Marcio Jose Bento, nascido à 23 de agosto de 1978 era alcoólatra e fora preso por debito alimentar pela 4ª vez em Bom Repouso. Seu corpo passou por exame de necropsia no IML de Pouso Alegre. O laudo com a causa mortis ainda não foi divulgado.

Filho desnaturado

O comerciante Benedito Paulino de castro, 71, estava quieto no interior do seu Bar & Mercearia Anita, na Rua trés Corações, no meio da tarde deste sábado, quando ali chegou seu filho adotivo Rafael Jose de Castro. O filho que mora no Chapadão, não viera fazer uma visita de cortesia, tomar a bênção e matar a saudade do pai. Muito pelo contrario… Ele queria dim-dim! E queria a qualquer custo, mesmo que tivesse que espancar o próprio pai. Como Rafael já é bem crescidinho e anda com as próprias pernas, do alto dos seus 26 anos, o pequeno comerciante se recusou a dar-lhe dinheiro. Mas Rafael não se fez de rogado… enfiou a mão grande no caixa da loja e pegou o que havia: R$250. Mas para chegar ao caixa, o marmanjo teve que passar por cima do pai! Esmurrou, chutou, pisou até deixar o pai prostrado no chão.
Benedito Paulino de Castro, 71, foi levado por uma testemunha para o pronto socorro. Ele sofreu luxação no ombro e fratura no fêmur.
Rafael Jose de Castro, o filho – duplamente – desnaturado e figurinha já conhecida no álbum da policia, não esperou para dar entrevistas. Mas a batata está assando pra ele…!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s