Pouso Alegre sem crimes…

No terceiro final de semana de julho, aconteceu apenas um roubo básico e 4 furtos na cidade!

Vários são os fatores para a queda na criminalidade na cidade mais populosa da microrregião do Sul de Minas, a segunda maior do sul. O frio certamente é o motivo mais quente! pois no inverno tudo se retrai, inclusive o ‘aninus matandi’! Tanto é verdade que, em 2016, quando a cidade presenciou 26 assassinatos, no período frio, do dia 09 de maio a 25 de julho, ninguém foi bater à porta de São Pedro em busca de hospedagem eterna. Foram exatos dois meses e meio sem crime capital em terras manduanas no ano passado. Mas há outros fatores extra clima inibindo a atuação dos meliantes:
– A atuação preventiva da policia militar;
– A eficiência na policiai civil na investigação dos crimes;
– A aplicação da lei pelo poder judiciário, mostrando à sociedade – especialmente à delituosa – que cometer crime… dá cana!
– Não podemos esquecer também o velho ditado que diz que depois da tempestade, – de homicídios no ano passado – sempre vem a bonança!
– É preciso levar em conta ainda que, dos vinte e seis homicídios de 2016, mais da metade envolveu desafetos ligados ao tráfico de drogas. Foram ‘acertos de conta’! Uma vez acertadas as contas, não há mais nada a cobrar! Que continue assim.
Apesar da calmaria, sempre tem um ou outro meliante desavisado navegando contra o vento…!
Ao menos quatro deles entraram em cena neste terceiro final de semana de julho em Pouso Alegre. Um arrombou uma Kombi que dormia ao relento no bairro Jardim Paraiso e furtou mis de cem pacotes de cigarros. Outro, ao deparar com um cidadão com o celular na orelha, na esquina da Rosario com Francisco Sales, às oito e meia da manhã, tomou-lhe o ‘radinho’! Um terceiro, aproveitando a distração da aposentada A.R., quando ela saia do banco Mercantil no meio da tarde ensolarada de sábado, puxou-lhe a bolsa do ombro e saiu correndo em direção à Baixada do Mandú.
Furto na garagem
O furto mais trabalhoso aconteceu durante a madrugada de sábado para domingo, na rua Lamartine Silva Paiva, no Jardim Olímpico. A moto Honda Fan 150, preta, placa PVS-6224, estava no interior da garagem da casa onde seu dono dormia. Para adentrar sem convite, o larapio usou uma chave mixa, e saiu empurrando a motoca. E deve tê-la empurrado por um bom trecho, pois a mesma estava com a bateria ‘arriada’!

Roubo do ‘baladeiro’
O único roubo do final de semana aconteceu no final da madrugada de domingo. A arma usada pelo assaltante foram os punhos e o par de 42! M.A.S.,30, que havia acabado de sair do “Republica” às cinco da manhã seguia para casa quando o crime aconteceu. O assaltante foi se aproximando de mansinho, tentando puxar prosa, até que, na gelada, deserta e macambuzia João Basilio, pulou sobre ele e desceu-lhe o borralho. Depois de joga-lo ao chão com um golpe na nuca, o lombrosiano tomou sua carteira com documentos e R$ 170 que havia sobrado da noitada. Tomou também o aparelho celular e, antes de dobrar a serra do cajuru, para garantir a subtração da res furtiva, ainda deu-lhe mais uns chutes.
A.M.S. ficou tão baratinado com a situação que somente no dia seguinte procurou a policia militar para registrar o BO.
Apesar da ‘fria’ imposta a estas cinco inocentes vítimas, em se tratando de criminalidade para uma cidade de 150 mil habitantes, foi um final de semana frio!
Que o ‘inverno’ dure muito…!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s