O monstro está solto…

Ele abusou sexualmente de dezenas de mulheres, destruiu sonhos de dezenas de mulheres que queriam ser mães, levou varias delas literalmente à loucura, foi condenado a 181 anos de prisão, fugiu do país para ludibriar a justiça, foi preso no Paraguai, mas passou menos de três anos vendo o sol nascer quadrado!

A noticia da liberdade precoce do ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 181 anos, nesta quarta feira,21, deixou muitos brasileiros indignados com a (in)justiça. É difícil compreender que um criminoso – monstruoso – ganhe a liberdade antes de cumprir sequer 2% da pena. A prisão domiciliar do monstro com uso de tornozeleira – que não o priva de viver no conforto de sua mansão em São Paulo e ir aos hospitais que quiser a hora que quiser – foi concedida pela justiça de Taubaté, onde ele estava preso até outro dia. O tarado estava internado no hospital de Taubaté desde o dia 18 de maio, com broncopneumonia. Para conceder a mamata domiciliar o Homem da Capa Preta baseou-se no estado de saúde do criminoso, que agravou muito nos últimos meses.
– Ele precisa de cuidados constantes, que não poderiam ser oferecidos dentro do presidio – justificou o Homem da Capa Preta atendendo a argumentação do causídico.
Em 2010 o medico especialista em reprodução humana foi condenado, em primeira instância, a 278 anos de cana. Aproveitando a brecha legal que permite recorrer em liberdade, ele, a jovem esposa que abandonou uma profícua carreira de procuradora de justiça para segui-lo, e o bebezinho do casal, atravessaram a fronteira e foram curtir a vida no país vizinho. A policia brasileira precisou gastar todos seus cartuchos para encontra-lo anos depois numa discreta mansão num bairro nobre no Paraguai. Preso em agosto de 2014, Roger Abdelmassih voltou ao Brasil com pulseiras de prata e foi cumprir sua pena no presidio de pessoas ilustres em Tremembé, no Vale do Paraíba.

… Não durou tres anos!


Somando os quatro meses que ficou preso preventivamente, de agosto até as oito da noite do dia 24 de dezembro, – quando deixou uma cadeia de São Paulo com autorização do Ministro Gilmar Mendes, – aos dois anos e dez meses, de agosto de 2014 até ontem, o criminoso já pagou cerca de 2% da pena. Agora, aos 74 anos, por causa da saúde debilitada e a impossibilidade de ser tratado no presidio, o monstro que dopou e estuprou dezenas de pacientes em seu consultório, volta livre para casa. Apenas com o incomodo de uma tornozeleira…!
Isso é Brasil, onde a lei é cumprida ao pé da letra! A justiça que se dane…!

Anúncios

Uma resposta em “O monstro está solto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s