Roubo de celular no Jatobá

O crime aconteceu às nove e meia da noite no ponto de ônibus.

Ao chegar ao ponto onde pegaria o coletivo para o trabalho, a industriaria V.A.R.S. sacou o celular da bolsa para verificar as horas… Neste momento surgiu um guampudo jovem, entre 17 e 19 anos, usando uniforme de mano. Ele não precisava saber as horas, pois certamente não iria trabalhar, mas precisava do celular da industriária, para talvez, trocar por três ou quatro pedras! Por isso o sujeito soturno com o rosto coberto pela blusa, sacou da cintura um trabuco, apontou para a jovem e repetiu o ‘mantra’ dos manos:
– Perdeu, perdeu Maria… Passa o celular!
Apesar do risco que corria diante da arma do assaltante, Viviane segurou firme o celular e se recusou a entrega-lo ao bandido! E se deu mal… Primeiro o meliante deu um tiro de advertência bem perto dos seus ouvidos! Depois bateu com o trabuco na sua cabeça! E levou o Samsung J7 da senhora trabalhadeira!
Nesta segunda V.A.R.S. não foi trabalhar… Ela precisou ir para o pronto socorro do Hospital Regional…!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s