Gislene, a parceira de Wander, volta a amedrontar…

A aparição da “nóia da meia noite” se deu no bairro Santo Ivo, no início da madrugada deste domingo, 19. Ela bateu na porta de uma residência pedindo um celular emprestado!

Passava pouco da meia noite quando Gislene bateu no portão de uma residência. A ladainha era a mesma de sempre…: quando os donos da casa atenderam, a jovem magricela, com cara de pelamordedeus, disse que sua filha estava passando mal e ela precisava de um celular para pedir socorro! Antes que os moradores da casa fizessem qualquer coisa, o filho deles – leitor assíduo deste blog – que estava na sala, foi logo alertando:
– É golpe, é golpe, é golpe!
Ao ouvir o alerta, e percebendo que daquele mato não sairia coelho, Gislene virou nos calcanhares e dobrou a serra do cajuru. Os moradores da casa abordada, não sabem dizer se o “Wander” estava ou não esperando por ela além da esquina.
Desta, como das vezes anteriores, Gislene, a “assombração da meia noite” ou “nóia da madrugada”, não cometeu nenhum crime. Mas deixou um rastro de insegurança e medo.
A leitora que passou tal informação ao blog, disse que quase entraram em pânico…
– Meu pai tinha que levar meu irmão à rodoviária para pegar o ônibus à 01:00h da manhã… Eu fiquei com medo de ficar só com minha mãe em casa e fomos todos juntos para a rodoviária! Vai saber o que uma pessoa sob efeito de drogas é capaz de fazer! – Disse a leitora preocupada!
Apesar de todo desconforto e insegurança que a nóia “Bonnie”, sozinha ou com seu parceiro “Clyde”, vem causando aos moradores de Pouso Alegre, não há muito que a polícia possa fazer pois, embora Gislene e Wander Luiz não recolha impostos, são considerados ‘cidadãos’. E como tal, tem o direito de ir e vir garantido pela Constituição Federal. Mesmo que seja em horas mortas da madrugada com pedidos estapafúrdicos. Até porque, nenhum dos infindáveis crimes atribuídos ao “casal 20 da internet” nas semanas anteriores de fato aconteceu. Tudo não passou de boatos. Inclusive o da prisão em Ouro Fino no início do mes.
Wander Luiz & Gislene, o casal 20 da Internet, ou casal “Bonnie & Clyde” ‘tupiniquim’, continua livre, leve e solto. Nosso post publicado no dia 07 de março deixou isso bem claro. Ambos estão presos apenas aos grilhões da droga!
Não há motivos para alarme. No entanto, não se pode dormir com os olhos dos outros. Não se pode dar sopa para malandro em prato fundo! As pessoas que se sentirem incomodadas, com fulcro no artigo 42 da LCP, podem e devem acionar a polícia. Afinal, de bumbum de neném ou da cabeça de nóias sob efeito de drogas – ou com abstinência dela – pode sair qualquer coisa. Portanto, antes de abrir a porta… chame a polícia!

Anúncios

Uma resposta em “Gislene, a parceira de Wander, volta a amedrontar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s