Tentativa de homicídio em Careaçu

Inconformado com separação, ex-marido atira na cabeça da ex-esposa na frente dos filhos do casal.

Foi crime anunciado. O casal já vivia às turras há muito tempo. Tentativas anteriores com uso de faca, socos e pontapés, tanto em praça pública quanto na frente de familiares, aconteceram varias! Tanto que a professora tinha medidas protetivas contra o ex-marido!
A separação e medidas protetivas com base na Lei Maria da Penha, aconteceram no mês de agosto de 2015. A paz de Andreia, no entanto, durou apenas dois meses. No dia 20 de outubro daquele ano, o troglodita foi à casa dela, pegou-a pelo braço e desafiou sarcástico entredentes:
– Cadê os 300 metros que o Juiz mandou eu ficar longe de você? Eu estou aqui agora! Eu vou te matar! Você só duas opções: ou voltar comigo ou morrer! Um amigo meu vai me trazer a arma… eu vou matar você e as crianças com ela! – teria dito o pretenso assassino Marcelo da Silva Candido, 41, cujo registro consta dos anais da polícia militar de Careaçu.
Pelo jeito a demora de Marcelo em cumprir as ameaças, foi o tempo que o ‘amigo’ demorou para conseguir a arma. Mas ele quase cumpriu! Nesta terça Marcelo Candido voltou a se aproximar da ex-esposa. Entraram em casa juntos por volta de nove e meia da noite. Sandra já sabia que estava com a vida por um fio. Ela chegou a cochichar para a babá que o que o marido estava armado! Antes que qualquer medida fosse tomada, Marcelo ordenou que Sandra se levantasse do sofá e arrumasse suas coisas, por iriam ‘partir dali’. No momento em que ela estendeu os braços pedindo calma, Marcelo sacou o revolver que trazia na cinta e atirou três vezes na cabeça da ex-esposa. O crime aconteceu na presença da babá e dos dois filhos imberbes do casal. Sandra foi socorrida e levada para o pronto socorro de Careaçu e depois para o Hospital Regional Samuel Libânio em Pouso Alegre, onde continua internada em estado grave.
Para criar coragem e cumprir a promessa que alimentava e alardeava desde a separação em junho de 2015, Marcelo passou parte do dia desta quarta-feira abraçado a Severina do Popote com um amigo nos botecos da cidade. Antes disso, no domingo, 05, ele já havia testado a eficiência da arma dando tiros para o alto em meio a uma desavença com terceiros na rua. Na ocasião um amigo dele sumiu com a arma que seria usada para matar a professora. Sem a arma, o valentão encarou os policiais, rolou com eles na poeira e acabou sendo preso por resistência.
Depois de atirar na mãe dos seus filhos, o assassino fugiu pelos fundos do quintal da casa e até o momento não foi mais visto.

Anúncios

2 respostas em “Tentativa de homicídio em Careaçu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s