A policia vai parar…

Por conta do “pacote de maldades” do governo falido, que quer colocar sua incompetência na conta dos servidores do Estado!

O movimento dos policiais militares de Minas Gerais, contra a aprovação do PLP que retira conquistas dos servidores, eclodiu nesta segunda-feira,19, na capital mineira. Já chegou ao Sul de Minas e promete se espalhar para todo o interior do Estado, e se estender até aos Estados ‘falidos’ como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
Acostumada a movimentos reivindicatórios em busca dos seus direitos, desta vez a polícia não está pedindo aumento salarial ou melhores condições de trabalho. O motivo desta vez e outro… Os servidores estão lutando apenas pela manutenção dos direitos já adquiridos. Estão lutando contra o PLP 257, que, se aprovado na pauta de negociações com o governo federal, irá acabar com as conquistas de anos e anos de luta da classe. O projeto corta benefícios, congela salários, muda regras da previdência e do regime jurídicos dos servidores civis e militares e, por no mínimo dois anos, não haverá concursos ou contratação de novos servidores – enquanto a criminalidade continuará aumentando e os servidores com tempo de contribuição continuarão aposentando!

Deputado Sgt Rodrigues conclamando policiais militares ao movimento contra "pacote de maldades"...

Deputado Sgt Rodrigues conclamando policiais militares ao movimento contra “pacote de maldades”…


De acordo com os líderes do movimento, a partir desta terça-feira, 20 os policiais militares não sairão mais para a rua. Ficarão dentro dos quarteis até que o PLP seja retirado da pauta de negociações dos Estados “falidos” com o governo federal.
Denilson Martins, presidente SINDPOL...

Denilson Martins, presidente SINDPOL…


O movimento dos policiais militares, que promete ter a aderência da policia civil, Bombeiros militares e agentes prisionais, já chegou ao interior. O diretor regional da ASPRA-PM/BM, sargento Silveira, está convocando os policiais de Pouso Alegre para uma manifestação em praça publica, nesta terça-feira, 20, na Praça Senador Jose Bento. Pelas redes sociais, o delegado Jose Walter da Mota Matos também está convocando os policiais civis para aderirem ao movimento e engrossarem a manifestação contra o projeto que, segundo os líderes do movimento, ‘vai acabar de vez com a policia’!
Se o projeto 257, chamado de “pacote de maldades” contra o servidor publico passar, a policia vai parar! E a sociedade ficará a mercê das maldades… dos meliantes!
A greve dos policiais que começa terça,20, coincide com o nefasto “indulto de natal”, quando milhares de meliantes que cumprem pena nos ‘hotéis do contribuinte’, deixam os presídios para passar o natal em casa… ou nas ruas!

Anúncios

Uma resposta em “A policia vai parar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s