Com a picanha na cueca…

Acostumado a surrupiar peças de roupas, barbeadores e barras de chocolate nas lojas do centro da cidade, ele resolveu furtar a mais nobre das carnes… mas foi eliminado no ‘paredão’ do big brother comercial.

Alguém se arrisca a comer essa picanha?

O autor da façanha desta vez é o velho Rubens Cesar pereira, o ‘Venturinha’! Ele foi preso no inicio da tarde desta quarta -feira, 20, na saída do Supermercado Bretas da Perimetral. Desde que adentrou o aludido supermercado, ele se tornou alvo das famigeradas câmeras do Big Brother. Os seguranças seguiram seus passos e na saída, quando ele evitou os caixas, foi abordado e convidado para um strip-tease na gerencia. Ao baixar a calça, lá estava a picanha… dura e fria, na região pudenda! Pilhado com a picanha na cueca, o larapio se limitou a sorrir amarelo e dizer:
– Eu estava com vontade de comer uma carninha!
Pela enésima vez, só no século XXI, Rubens Cesar Pereira, o “Venturinha”, 52, recebeu as pulseiras de prata, pegou carona do taxi do contribuinte e desceu pra delegacia de policia onde sentou ao piano e assinou mais um 155. Por se tratar de furto simples e de pequena monta, o meliante teve a fiança arbitrada pelo paladino da lei em um salario mínimo.
Desnecessário dizer que o desventurado Venturinha não dispunha de tal quantia e, portanto, voltou para o lar doce lar do Hotel do Juquinha.
Com todo respeito ao ‘menino’ que vi debutar no crime quando ainda não tinha pêlos onde hoje esconde picanhas, pelo menos no hotel do Juquinha não lhe faltará ‘carninha’!
Apesar do tom ligeiramente jocoso emprestado à singela redação da noticia, faço-o consternado, triste, muito triste ao constatar que o menino que vi crescer, ao qual, no inicio dos anos 80, exibi tantas vezes a fria pulseira de prata, quase quarenta anos depois, continua na mesma estrada tortuosa do crime. Pior. Nem no crime ele evoluiu. Ao contrário, regrediu! Nos anos 80 ele furtava residências, toca-fitas, etc. Atualmente, o máximo que consegue surrupiar nas lojas da Avenida Dr. Lisboa e adjacências são peças de roupas, barbeadores, barrinhas de chocolate e um singelo pedaço de carne, apesar de nobre – de procedência duvidosa!
Saudade dos 15 anos do Venturinha… Quando ele ‘ainda’ falava:
– Parei, ‘seu’ Chips… Vou mudar de vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s