Ladrões da Adolfo Olinto usaram carro ‘emprestado’ para o roubo

– O Bruno me pediu o carro para ir a uma entrevista de emprego – contou o dono do carro usado no roubo.
O frentista Luiz Guilherme de Melo e seus amigos e colegas de trabalho, alguns deles parentes de Bruno Cesar Costa, ainda estão tentando entender “o que deu na cabeça dele” para cometer o roubo!
– Ele é um sujeito bom, de família boa, conhecido aqui no bairro! Quando ele me pediu o carro emprestado para ir a uma entrevista de emprego na cidade, eu emprestei… Jamais ia pensar que ele ia usar o carro para roubar uma residência! – contou o frentista.

Bruno Cesar pediu carro emprestado ao amigo frentista para cometer o roubo com os comparsas.

Bruno Cesar pediu carro emprestado ao amigo frentista para cometer o roubo com os comparsas.


Bruno Cesar da Costa foi preso a pouco mais de cem metros do posto Cervo, onde pretendia devolver o Ford Ka ao frentista.
– Ainda bem que ele foi preso antes de devolver o carro pra mim, senão eu estaria ainda mais encrencado! – emendou Luiz Guilherme.
O roubo em questão aconteceu ao meio dia desta segunda, na Rua Adolfo Olinto, centro de Pouso Alegre. Ao chegar em casa para o almoço como faz diariamente, o Sr. Walter Oliveira, aposentado do BB e atualmente gerente administrativo de uma empresa da cidade, foi rendido no portão por três assaltantes. Eles alegaram que eram policiais, arrancaram Walter do carro e lhe colocaram uma presilha nos punhos. Quando ainda na garagem, antes de entrarem na casa, surgiu a esposa de Walter e começou questioná-los. Atraída pelos gritos da mãe, apareceu também a filha do casal. Durante a breve confusão, a esposa conseguiu sair para a rua e pedir socorro. Os bandidos apavoraram. A princípio queriam que a jovem abrisse o portão para pegarem a esposa de volta. O controle do portão eletrônico não funcionou. A muito custo a jovem conseguiu abrir o portão lateral e os três assaltantes saíram, abortando o roubo. Para não serem incomodados pelas pessoas que começavam se aglomerar na rua, o que portava a arma voltou a gritar:
– É policia, é policia…! – e embarcaram no Ford Ka.
A placa do veiculo, anotada pelos vizinhos, levou a polícia rapidamente ao dono do carro. Antes de chegar ao frentista, os policiais chegaram ao assaltante Bruno Cesar, na rodovia MG 179, a poucos metros do local onde ele havia tomado o carro emprestado. Os demais comparsas do frustrado roubo foram presos numa casa no bairro Cidade Jardim pouco tempo depois. Um quarto elemento, Wagner Pereira do Carmo, que estava com eles na casa no momento da abordagem deu mais trabalho. Ele fugiu e chegou a se esconder debaixo da cama da casa de uma vizinha!
Na casa dos ladrões trapalhões a policia apreendeu uma moto Yamaha YBR 125 prata, suspeita de ter sido usada em crimes recentes em Pouso Alegre.
Dos quatro envolvidos no malfadado roubo, apenas Diego Cesar da Costa, 24 anos, tem passagem pela polícia. Ele foi preso por trafico em Betim no ano de 2012.
Bruno Cesar da Costa, continua desempregado. Pelo menos agora tem hospedagem gratuita no Hotel do Juquinha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s