Policia Civil prende “Motoqueiro Fantasma” em Pouso Alegre

O Motoqueiro Fantasma trocou a moto pelo Taxi do Magaiver...

O Motoqueiro Fantasma trocou a moto pelo Taxi do Magaiver…

A prisão autorizada pelo Homem da Capa Preta com base nas investigações dos policiais civis, aconteceu no final da tarde desta quinta, 21. Quando Benedito Jose Teixeira de Souza, o “Bejota”, chegou a uma residência da Rua 7, no bairro Jatobá no extremo Sul de Pouso Alegre, para entregar uma baranga de cocaína os detetives Teobaldo e Andre já esperavam por ele.

No momento da abordagem Bejota levava 41 barangas da droga mocosadas no lugar de costume… No saco! E havia mais. Em sua residência no bairro da Saúde, os policiais apreenderam, na gaveta de um móvel da sala, mais 11 barangas da mesma droga. O traficante formiguinha – de luxo – entregou ainda mais seis barangas de farinha, as quais estavam enterradas em um terreno vago no bairro Colinas de Santa Barbara.

A prisão de Bejota, o Motoqueiro Fantasma, parece mais uma prisão corriqueira de traficante formiguinha como tantos que carregam drogas diversas daqui-prali cidade afora. De fato é. O que difere Bejota é sua ‘clientela’! Ele não vende maconha ou crack para nóias comuns e molambentos por aí. Pelo velho Aterrado ele nem passa. Sua clientela é seleta… É composta de estudantes, comerciantes, empresários, políticos…!

A entrega é rápida, segura e eficiente. Basta um telefonema e em poucos minutos uma motocicleta Honda preta encosta na porta da casa do cliente, na porta da loja, na porta da escola…

A prisão de Bejota deixou muito playboy de Pouso Alegre de cabelo em pé...! El deu muitas cabeças!

A prisão de Bejota deixou muito playboy de Pouso Alegre de cabelo em pé…! Ele deu muitas cabeças!

Teve um pedido de uma baranga de farinha que partiu do telefone corporativo da Câmara Municipal da cidade! Algumas dessas entregas foram filmadas nas ultimas semanas pelos pupilos do delegado Gilson Baldassari. Numa delas três caminhoneiros encostam seus brutos no trevo do Fernando na Fernão Dias e esperam a chegada da moto preta. Depois de receberem a ‘encomenda’ seguem viagem… Doidões! Noutra entrega em domicilio na porta de um estabelecimento comercial no centro da cidade, Bejota chega na moto preta, desce, dá um toque no celular, o cliente sai fora da loja, troca um centavo de prosa, o traficante enfia a mão na cueca, retira o volume – de droga! – coloca dentro do capacete sobre a moto, o próprio cliente escolhe a baranga, guarda no bolso da camisa, paga e se despede…! E o mais interessante! É um cliente bem apessoado, boa aparência, típica pessoa acima de qualquer suspeita! São pessoas assim que propagam o trafico…!

Estas imagens mostram duas nuances do trafico. A facilidade do traficante em entregar a droga direto ao consumidor, como se estivesse entregando uma cartela de analgésico pedido através do celular! E a Dificuldade de a policia combater este modus operandi, pois o entregador é um motoqueiro qualquer, um cidadão comum com o rosto escondido atrás do capacete e protegido pela Constituição Federal para ir e vir! E o seu cliente também é um cidadão comum, de classe media, empregado, acima de qualquer suspeita. O cliente deste tipo de trafico é o mesmo cidadão esclarecido, que, em nome da sociedade, cobra das autoridades mais eficiência no combate às drogas!

 

O Motoqueiro Fantasma, formiguinha de luxo, é cliente do Hotel do Juquinha desde 2010

Bejota, o ‘formiguinha de luxo’, é cliente do Hotel do Juquinha desde 2010

A prisão do playboy com o saco de farinha no saco, como se denota, foi apenas um detalhe! O extenso lastro probatório que justifica o pedido de prisão preventiva do meliante já havia sido juntado pelo zeloso delegado Gilson Baldassari.

Esta não é a primeira vez que Bejota sente o frio das pulseiras de prata. Ele foi preso antes, em 2008 e 2010 pelo mesmo motivo. Cumpriu a maior parte de sua pena na APAC. Filho de um sisudo e correto motorista com uma senhora de classe media alta, o playboy nunca precisou pegar no cabo da enxada… Mas também não pegou nos livros! A única faculdade que ele conhece é a de Direito, pois fica ao lado de sua casa… Mas ele nunca entrou lá! Preferiu a faculdade do crime!

Depois de uma das prisões, quanto já estava vendo o sol nascer quadrado no Hotel do Juquinha, Bejota enviou uma carta manuscrita à Corregedoria de Policia Civil. Nela o traficante diz que foi espancado, ameaçado e extorquido em cinquenta mil reais pelos policiais. E só foi preso porque se recusou a pagar. O caso virou Sindicância Administrativa e ainda tramita na Corregedoria.

Ao ser preso nesta quinta, o traficante foi interpelado a respeito da carta. Ele naturalmente negou sua autoria e jogou a ‘bomba’ no colo do parceiro e do seu advogado…

– Eu e o F… fomos orientados pelo nosso advogado a escrever essa carta. – Admitiu ele.

Nem precisava. Os policiais – detetives e delegado – que ele calunia são os mesmos que o prenderam pela terceira vez com robustas provas da sua traficância. Agora, além do crime de trafico reiterado de drogas, Bejota deverá responder também pelos crimes de Difamação, Calunia e Denunciação Caluniosa!

O delegado Gilson Baldassari, de ficha funcional incólume, chefe da Delegacia Especializada e ferrenho combatente do trafico na cidade e região, deve representar também contra o aludido advogado junto à OAB.

Até a prisão passada, o formiguinha de luxo Benedito Jose Teixeira de Souza era conhecido pela alcunha de “Bejota”. Desde que saiu da APAC e se especializou na entrega de cocaína em domicilio, com a facilidade de aparecer do nada na porta de uma casa, na porta da escola, na porta de uma loja, numa esquina qualquer, fazer sua entrega, receber a bufunfa e em segundos desaparecer, Bejota ganhou também, da propria clientela, o apelido de “Motoqueiro Fantasma”… Acabou mal-assombrado!

A proposito, a partir da semana que vem o delegado responsável pela prisão de Bejota vai começar intimar e ouvir sua ‘discreta’ clientela.  Alguns leitores do blog já estão com a barba de molho e o cabelo em pé…!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s